Quatro passeios grátis em Lisboa

Devagar ou em passo apressado, não faltam caminhadas em Lisboa. O melhor de tudo? Há vários passeios grátis
Baixa
Arlindo Camacho
Por Maria Ramos Silva |
Publicidade

A ementa de sugestões grátis na cidade cresce de semana para semana, com oportunidades únicas para quem não quer gastar um cêntimo – acabaram-se todas as desculpas. Partilhamos algumas propostas a custo zero. São passeios e caminhadas grátis para fazer em Lisboa. Seja para conhecer melhor as ruas da cidade (ou o seu subsolo), seja para descobrir os cantos à residência oficial do primeiro-ministro. Estes são os melhores passeios grátis para fazer nos próximos meses. 

Recomendado: Os melhores parques e jardins em Lisboa

 

Passeios grátis em Lisboa

metro de lisboa
Fotografia: Manuel Manso

Enfie-se debaixo de terra

A efeméride dos 70 anos do Metropolitano de Lisboa celebra-se, apropriadamente, no subsolo. Desde Fevereiro que há percursos guiados pela história e pela arte deste meio de transporte. Só tem que se inscrever nas “Visitas para (re)viver Lisboa”. É na penúltima quinta-feira de cada mês, até 26 de Julho, que pode mergulhar na rede com paragens em diferentes estações. A fórmula de base mantém-se: desvendar a história, a arquitectura e a azulejaria que tantas vezes passam despercebidas durante as viagens. As visitas arrancam sempre às 11.00 e têm uma duração prevista de duas horas. Lembre-se ainda que as inscrições para cada visita estão disponíveis durante as 3 semanas que antecedem a sua realização e até 72 horas antes. 

CAPA TORTA TOL 542 - Reconquista da Baixa

Adira à recriação histórica que já foi capa da Time Out

Talvez já tenha visto um mouro e um cruzado numa recente capa Time Out e o facto é que uma recriação histórica a preceito nunca fez mal a ninguém. As personagens Mendo Domingues e Wasim Fahad mostram que a relação entre cristãos e mouros pode ser pacífica – apesar de revisitarem toda uma relação tortuosa e de até poderem simular um breve duelo pelo caminho. Ah, já lhe dissemos que tudo isto é gratuito? Bom, na realidade é simpático deixar gratificação no final do périplo pelas ruas de Alfama e Mouraria.

www.livehistory.pt

Publicidade
Assembleia da República
DR

Espreite São Bento

A Assembleia da República organiza visitas guiadas ao Palácio de São Bento, mediante marcação, com a duração aproximada de hora e meia, sendo que o palácio também está aberto ao público no último sábado de cada mês. Individualmente ou em grupo (às 15.00 e 16.00), também pode seguir dois roteiros com data marcada: Palácio de São Bento: vi(r)ver o Parlamento (28 de Abril, 30 de Junho e 27 de Outubro – visita guiada centrada na história e na actividade e competências do Parlamento); e Palácio de São Bento: um património com história (26 de Maio, 28 de Julho e 24 de Novembro – visita mais focada nos aspectos arquitectónicos e patrimoniais. 

Coche do Museu Nacional dos Coches
©Museu Nacional dos Coches
Museus

A toque dos coches

icon-location-pin Belém

As visitas orientadas são a forma mais completa de conhecer um museu, e nada como uma boa data para motivar programas paralelos. No Museu dos Coches, por exemplo, a investigadora Maria Adelina Amorim regressa a 29 de Novembro de 1807, quando foi ordenada a partida da frota que levou cerca de 15.000 pessoas do cais de Belém com destino ao Brasil. Este marcante acontecimento da história de Portugal é revivido todas as penúltimas quartas-feiras até Junho, sempre às 11.00. 

A Time Out diz

Mais passeios em Lisboa

avenidas novas, ciclovia
Fotografia: Manuel Manso
Coisas para fazer

Ciclovias em Lisboa. Só precisa de pedalada para percorrer a cidade

Até 2018 a cidade de Lisboa deverá atingir os 200 quilómetros de vias cicláveis. Enquanto nos ficamos pelos cerca de 60 já disponíveis não faltam opções para recorrer à bicicleta como meio de transporte, para que cada vez mais as duas rodas não sejam apenas um plano B. Venha daí pedalar.     

Publicidade
Esta página foi migrada de forma automatizada para o nosso novo visual. Informe-nos caso algo aparente estar errado através do endereço feedback@timeout.com