PlayStation VR: o futuro passa por aqui

A Sony continua a apostar na realidade virtual e na semana passada reduziu o preço do PlayStation VR para 299,99€
PlayStation VR
Por Luís Filipe Rodrigues |
Publicidade

Poucas empresas têm apostado na realidade virtual de forma tão consistente como a Sony, desde o lançamento do PlayStation VR em 2016. A marca parece convencida de que o formato não é uma moda passageira, e tem garantido que novos jogos saem com regularidade e que as novidades ocupam um espaço considerável nas suas conferências e apresentações em mostras como a E3.

E na semana passada o preço baixou de 399,99€ para 299,99€. Já era o mais barato do mercado e mais barato ficou. Para coincidir com esta redução, na semana passada, realizou-se em Londres o PlayStation VR Spring Showcase, onde a Sony apresentou as novidades de 2018 para o sistema. Fomos lá experimentar o que vem aí e encontrámos jogos de todos os géneros. Estes cinco destacaram-se.

A Time Out viajou a convite da Sony.

Camera

Wipeout Omega Collection

Editado em Junho do ano passado para a PlayStation 4, Wipeout: Omega Collection foi actualizado na semana passada e tornou-se compatível com PlayStation VR. Graficamente continua a ser um deleite, e controlar estas naves antigravitacionais futuristas em corridas tensas e extáticas em realidade virtual é surpreendente. Mas pouco aconselhável a fracos de estômago.

Já disponível.

Camera

Salary Man Escape

Um jogo de quebra-cabeças com uma mensagem antitrabalho e uma estética minimalista não é o que a maior parte das pessoas espera da realidade virtual. E é isso que torna Salary Man Escape especial. O jogador tem de remover e reposicionar blocos para um pequeno boneco chegar ao fim de níveis que se tornam progressivamente mais difíceis.

Disponível a 23 de Maio.

Publicidade
Camera

Rick and Morty: Virtual Rick-ality

Job Simulator foi muito elogiado em 2016 e Rick and Morty: Virtual Rick-Ality, o novo título dos estúdios Owlchemy Labs, também tem tudo para ser bom. Nos minutos passados com o jogo, controlámos um clone de Morty que tinha de arrumar a garagem. É o tipo de coisa que pode parecer chata mas tem muita piada. Sobretudo para fãs da série.

Disponível a 4 de Outubro.

Camera

Star Child

Outro jogo que foge às expectativas. Star Child é uma aventura de plataformas em 2D com pequenos quebra-cabeças. Ao invés de colocar o jogador na pele da personagem que controla, coloca-nos no meio de um mundo fantástico e convida a um tipo de imersão diferente.

Disponível a 31 de Dezembro.

Publicidade
Camera

Firewall: Zero Hour

As semelhanças entre o popular jogo de tiros Rainbow Six: Siege e Firewall: Zero Hour são claras. Pelo menos por agora. Na demo que testámos em Londres, uma equipa de quatro tentava chegar a um computador enquanto outra defendia a sua posição. E, apesar de ainda haver poucas armas e ter poucas opções, foi mais acessível e divertido do que a maior parte dos títulos do género. Promete.

Disponível em 2018.

Jogo jogado

Coisas para fazer

Os melhores jogos de 2017

A colheita de videojogos de 2017 foi uma das melhores de que há memória, graças a uma indústria japonesa revigorada e à contínua criatividade do espaço indie. O ano foi ainda marcado pelo sucesso disruptivo da Nintendo Switch, que recebeu alguns dos melhores lançamentos do ano, como The Legend of Zelda: Breath of the Wild ou Super Mario Odyssey. Entre outros jogos, a PlayStation 4, Xbox One e PC destacaram-se ainda Persona 5, What Remains of Edith Finch e Nier: Automata.

Coisas para fazer, Jogos e passatempos

Os melhores jogos para PlayStation 4

A PlayStation 4 (PS4) é um caso sério de popularidade. Desde que foi lançada, em Novembro de 2013, já vendeu mais de 50 milhões de unidades em todo o mundo. Em Portugal, foi a consola mais vendida em 2014. E em 2015. E em 2016. E em 2017. Este sucesso deve-se não só à superioridade técnica do sistema, como também à forma como a Sony posicionou a sua consola desde a primeira hora, uma máquina de jogos antes de tudo o resto.

Publicidade
Coisas para fazer, Jogos e passatempos

Os melhores jogos para Xbox One

A Xbox One não conseguiu repetir o sucesso da anterior consola da Microsoft, a Xbox 360. Por várias razões. A começar pelo preço de lançamento mais caro e pelo foco em funções e características que não tinham nada a ver com videojogos, e a terminar na ligeira desvantagem do hardware face à PlayStation 4 – a maior parte dos jogos correm melhor na consola da Sony. No entanto, há centenas de jogos que vale a pena jogar na consola da Microsoft.

Publicidade
Esta página foi migrada de forma automatizada para o nosso novo visual. Informe-nos caso algo aparente estar errado através do endereço feedback@timeout.com