A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
adoptar gatos
Fotografia: Raul Varzar/ Unsplash

Sítios para adoptar gatos em Lisboa

Gostaria de adoptar um gato? Há muitos sítios, desde associações a hospitais veterinários, onde pode adoptar um companheiro felino.

Raquel Dias da Silva
Escrito por
Raquel Dias da Silva
Publicidade

Se não acha piada a peixes ou a hamsters e não tem casa nem tempo para ter cães, o melhor mesmo é virar-se para os gatos. São a companhia perfeita para um estilo de vida citadino, para quem tem o trabalho a ocupar a maior parte das horas do dia (mesmo que em teletrabalho) e tem moradas sem quintal. Se já decidiu que o que precisa é de uma companhia felina, inteligente e independente, que queira partilhar espaço, recursos, noites acolhedoras e fins-de-semana de brincadeira, nós ajudamos. Fomos à procura de sítios para adoptar gatos em Lisboa, dos mais velhos e sábios aos mais jovens e activos. Se não conseguir adoptar, pode canalizar a sua generosidade e ajudar com donativos.

Recomendado: Caixas de subscrição para animais (e para os seus donos)

Quer um companheiro felino?

  • Coisas para fazer
  • Sete Rios/Praça de Espanha

A União Zoófila defende e trata animais domésticos em risco,  albergando centenas de cães e gatos – e suportando todas as despesas de alimentação, tratamento diário e cuidados veterinários. De momento, por causa da pandemia, as visitas só são possíveis mediante marcação prévia. Mas antes pode dar aqui uma vista de olhos nos bichanos à procura de uma nova casa. Se preferir, até dá para filtrar por sexo e cor e as fichas têm tudo o que precisa de saber: quantos anos tem cada animal, se é saudável e se gosta de pessoas e de outros animais, por exemplo.

  • Coisas para fazer
  • São Sebastião

A Associação Zoófila Portuguesa centra a sua actividade em acções que permitam, de forma directa ou indirecta, contribuir para a melhoria das condições de vida dos animais, sobretudo os que se encontram abandonados ou em situação de risco. Além de prestarem cuidados de saúde através de um hospital veterinário, denunciam e acompanham situações de maus-tratos, promovem os direitos dos animais, os benefícios da esterilização e a adopção responsável. O processo implica a apresentação do animal ao candidato, esclarecimento de dúvidas, entrevista e eventual entrega do animal na sua casa nova.

Publicidade
  • Coisas para fazer
  • Carnide/Colégio Militar

A SOS Animal – Portugal é uma organização não-governamental e associação sem fins lucrativos de protecção animal e ambiental que conta com voluntários e apoiantes em todo o país. A sua missão é – quer seja através de actividades de entretenimento, em casos domésticos de negligência, abandono ou crueldade, ou no elementar reconhecimento legal do seu estatuto enquanto seres de direito – defender, resgatar, tratar e educar para o bem-estar dos animais. Têm gatos para adoptar, mas perceber no site quais é que estão disponíveis não é nada fácil. Nesta página, é possível ver alguns dos residentes à espera de uma nova família, mas o melhor é marcar uma visita por e-mail.

Associação dos Animais de Lisboa
Fotografia: Pacto Visual/ Unsplash

4. Associação dos Animais de Lisboa

A Associação dos Animais de Lisboa (AAL) dedica-se a salvar e ajudar animais abandonados e em risco, promovendo a sua recuperação física e comportamental, alocamento em famílias temporárias e encaminhamento para adopção responsável. No site da AAL encontra informações sobre como pode ajudar através de donativos e voluntariado. Para conhecer os gatos disponíveis para adopção, basta espreitar a página de Instagram da associação. Se precisar de mais informações, o melhor é enviar e-mail ou telefonar (912 425 543). 

Publicidade
Gatos à Solta
Fotografia: Gatos À Solta

5. Gatos à Solta

Não têm morada disponível, mas este grupo de voluntários também está à solta em Lisboa, a esterilizar gatos de rua, a acolhê-los e a tentar arranjar-lhes uma nova família. Por não terem sede própria, contam com famílias de acolhimento temporário. Mas, se quiser um parceiro para sempre, esteja atento aos gatos disponíveis para adopção. Há uma página a ser constantemente actualizada e partilhas frequentes na página de Facebook. Se quiser saber mais é só enviar e-mail a pedir informações.

Adopta-me
Fotografia: Adopta-me

6. Adopta-me

Não é um gatil nem tem um espaço físico. Criado por Jorge Diogo e Susana Crespo e mantido por um grupo de voluntários, é apenas um site para colocar e procurar anúncios de animais para adopção. Para encontrar o felino perfeito, só tem de explorar um conjunto de filtros: zona, raça, idade, sexo, tamanho e cor. Se quiser ajudar ainda mais a causa animal e tiver disponibilidade para contribuir no processo de aprovação dos anúncios, basta enviar um e-mail

Publicidade
TIARA – Associação Tiarama
Fotografia: Zach Reiner

7. TIARA – Associação Tiarama

A associação TIARA, que nasceu a partir do grupo informal Tratar e Integrar os Animais de Rua da Amadora, partilha o seu trabalho voluntário na página de Facebook, onde também são anunciados animais para adopção, incluindo gatos de todas as idades. Se não tiver possibilidade de adoptar, pode sempre apadrinhar e ajudar a pagar algumas das despesas associadas aos cuidados com estes animais, como as esterilizações e a colocação de chips.

Petify
Fotografia: Petify/ Animais de Rua

8. Petify

Nesta plataforma de adopção e resgate de animais, suportada por uma equipa de voluntários, poderá encontrar o seu animal perdido ou adoptar um animal abandonado. Há uma lista, que beneficia de diferentes filtros (idade, tamanho, sexo, distrito), e todos os animais disponíveis para adopção estão devidamente identificados. Há ainda uma outra lista com associações e respectivos anúncios.

Publicidade
Bianca
Bianca

9. Bianca

A Associação Bianca foi fundada a 17 de julho de 2002, mas só em 2006 foi criado o abrigo com capacidade para 50 animais. Ao longo dos anos, este abrigo foi sofrendo melhorias e actualmente alberga 400 cães e 100 gatos, em residência permanente, em Sesimbra. Os gatos para adopção estão todos listados nesta página. Se algum lhe despertar a atenção, basta enviar e-mail a mostrar interesse.

Onde Há Gato Não Há Rato
Fotografia: Onde não há gato não há rato

10. Onde Há Gato Não Há Rato

A principal missão desta associação é diminuir a sobrepopulação de gatos de rua no concelho de Almada. Para isso desenvolveu o o Projecto Capturar, Esterilizar e Recolocar que implica capturar gatos errantes e esterilizá-los, devolvendo-os depois ao local de proveniência. Como o objectivo não é manter gatos em cativeiro, é usado um espaço cedido pela Câmara Municipal como Centro de Acolhimento Temporário para o recobro de animais feridos ou que sofreram intervenções cirúrgicas. Ainda assim, há gatos para adopção. Para os poder visitar, no Monte da Caparica, terá de preencher um questionário de pré-adopção e receber um e-mail de confirmação da visita ou com questões adicionais. Na visita, o potencial adoptante decide se é compatível com o gato e são esclarecidas todas as dúvidas. Com o acordo da associação, se decidir avançar com a adopção, bastará preencher e assinar um termo de responsabilidade. Se levar uma transportadora, poderá levar o gato logo após a visita.

Publicidade
CROAMO
Fotografia: CROAMO/ Centro de Apoio Animal

11. CROAMO

No Centro de Recolha Oficial de Animais do Município de Oeiras (CROAMO) também há muitos gatos para adopção. O álbum de fotografias não está nada actualizado, mas basta estar atento às publicações da página Oeiras pelos Animais para perceber que há felinos à procura de um novo lar. O melhor mesmo é telefonar para o Centro de Apoio Animal (211 947 147).

Para os seus amigos de quatro patas

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade