Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Kit básico de vinhos para sobreviver à quarentena

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme sempre antes de sair de casa.

Vinhos - Kit sobrevivencia
©DR

Kit básico de vinhos para sobreviver à quarentena

Uma quarentena é mais suportável quando feita em boa companhia. Estes seis magníficos vão tornar a sua garrafeira num pronto-socorro exemplar.

Por Mariana Lopes
Publicidade

Na verdade, o isolamento social é apenas um bom pretexto para termos algo que já deveríamos ter há muito tempo: um kit de emergência de vinho, uma garrafeira com “serviços mínimos”, uma reserva do líquido mágico de Baco para que, em qualquer momento de necessidade, estejamos safos. Embora seleccionar os vinhos ideais para compor esta garrafeira de serviço possa parecer complicado é, na verdade, bem simples. Não é imperativo construí-la num mês, nem em dois, cada um segue o seu ritmo e o da sua carteira. Esta lista tem vinhos de óptima qualidade, a diferentes preços e para situações diversas. Um espumante, um branco, três tintos e um vinho do Porto, no stock certo (sugerido no final de cada texto), é tudo o que precisa.

Recomendado: Entregas de vinho ao domicílio para que o copo nunca fique vazio

Kit básico de sobrevivência

Vinho, Espumante, Quinta do Poço do Lobo Arinto e Chardonnay espumante branco
Vinho, Espumante, Quinta do Poço do Lobo Arinto e Chardonnay espumante branco
©DR

1. Quinta do Poço do Lobo Arinto e Chardonnay espumante branco

Caves São João – Bairrada

A Caves São João é uma empresa familiar bairradina antiga – fundada em 1920 pelos irmãos José Manuel e Albano Costa – e clássica da região. Com Arinto e Chardonnay em partes quase iguais, este espumante é pura sedução a um preço óptimo. Muito fino e elegante, tem aroma de biscoitos e toque de flores brancas. No corpo é todo ele crispy e equilibrado, fresco e macio. Muitos dizem que deveria custar bem mais para a qualidade que tem, mas shhhhh... que a Caves São João não nos ouça.

Preço: 8€
Sugestão: 3 ou 4 garrafas

Vinho, Vinho Verde Monção e Melgaço, Muros Antigos Alvarinho branco, Anselmo Mendes
Vinho, Vinho Verde Monção e Melgaço, Muros Antigos Alvarinho branco, Anselmo Mendes
©DR

2. Muros Antigos Alvarinho branco

Anselmo Mendes Vinhos – Vinho Verde Monção e Melgaço

Este 100% Alvarinho vem de vinhas localizadas junto ao rio, a baixa altitude, em solos repletos de pedra rolada. Delicado, a mostrar nariz cítrico elegante, expressa-se ainda mais no palato em que os citrinos se tornam maduros, num corpo generoso e com óptima acidez. Parece que nunca acaba na boca super-equilibrada. Quem o faz é Anselmo Mendes, produtor e um dos melhores enólogos que este país já viu. Qualquer vinho seu é uma aposta ganha.

Preço: 9€
Sugestão: 6 garrafas

Publicidade
Vinho, Vallado tinto, Quinta do Vallado, Douro
Vinho, Vallado tinto, Quinta do Vallado, Douro
©DR

3. Vallado tinto

Quinta do Vallado – Douro

Em tintos deste segmento de preço, este não falha. De perfil bem duriense, com fruta negra, erva seca e especiarias, o tinto Vallado é muito sólido na boca, mas com textura bem polida, sempre bastante equilibrado e agradável. Com mais de 300 anos de história, construída em 1716 perto do Peso da Régua, a Quinta do Vallado é uma das mais emblemáticas do Douro. Até hoje, mantém-se na posse dos descendentes de Dona Antónia Adelaide Ferreira.

Preço: 7,50€
Sugestão: 6 garrafas

Vinho, Herdade Aldeia de Cima, Reserva tinto, Regional Alentejano
Vinho, Herdade Aldeia de Cima, Reserva tinto, Regional Alentejano
©DR

4. Herdade Aldeia de Cima Reserva tinto

Herdade Aldeia de Cima do Mendro – Regional Alentejano

Feito com as castas Trincadeira, Aragonez e Alfrocheiro, é um tinto muito complexo e profundo no nariz, com notas vegetais secas e de especiarias, e também flores do campo. Bem fresco, é leve e preciso na prova de boca, com personalidade a lembrar bem a região de onde é. Estagiou em tinas de barro e em balseiros de madeira. A Herdade Aldeia de Cima do Mendro é o projecto alentejano recente de Luísa Amorim, que fez algo bem original: plantou vinhas em patamares (como no Douro) no Alentejo.

Preço: 14,90€
Sugestão: 3 garrafas

Publicidade
Vinho, Pedra Cancela Amplitude tinto, Lusovivi – Dão
Vinho, Pedra Cancela Amplitude tinto, Lusovivi – Dão
©DR

5. Pedra Cancela Amplitude tinto

Lusovivi – Dão

Este vinho é opcional (são todos, mas percebe-se a ideia), para uma ocasião especialíssima. A Lusovini é uma empresa sediada no Dão que põe tudo o que tem em tudo o que faz. Os seus enólogos sabem perfeitamente conjugar precisão com carácter, fazendo vinhos sempre muito bons, para todos os tipos de consumidor e de várias regiões. O Pedra Cancela Amplitude vale bem o que custa, com a frescura e complexidade de vinhas velhas que estiveram expostas a grandes amplitudes térmicas. O aroma tem bastante pimenta, notas mentoladas, eucalipto, erva seca e caruma. Na boca é supertenso e vibrante, mas muito elegante e delicado. Um tinto altamente sofisticado e longo no palato.

Preço: 45€
Sugestão: 1 garrafa

Vinho, Vinho do Porto, Graham’s Tawny 10 Anos, Symington Family Estates
Vinho, Vinho do Porto, Graham’s Tawny 10 Anos, Symington Family Estates
©DR

6. Graham’s Tawny 10 Anos

Symington Family Estates – Vinho do Porto

A Graham’s é uma das casas mestras em vinho do Porto, pertencente à empresa Syminton Family Estates, com uma história que já vem desde 1820. A visita às suas Caves, em Vila Nova de Gaia, é obrigatória para quem se quer dizer minimamente conhecedor. Um vinho que saia daqui é de qualidade certa, e é por isso que faz todo o sentido ter um Tawny 10 Anos da Graham’s, um vinho do Porto que agradará a qualquer um. Além disso, este tipo de Porto pode durar até quatro semanas depois de aberto. Nada mau para ir bebericando algo de bom durante a quarentena.

Preço: 24€
Sugestão: 1 Garrafa

Desafios Time In

Desafio - receita
DR

Desafio Time In: uma receita por dia

Restaurantes

Mais tempo em casa é sinónimo de mais tempo para se desafiar e tratar das tarefas que tinha há muito pendentes. Já pendurou aquela ilustração que tinha há meses no chão? Já limpou dez vezes a casa? Já correu a Netflix toda? Então agora é altura de cozinhar, planear refeições para a semana, ser criativo – afinal, jantar fora, por agora, pode bem ser numa varanda com a receita do seu restaurante favorito. Pedimos a chefs, donos de grandes e pequenos restaurantes, e aos nossos cafés preferidos, para se manterem fortes e partilharem connosco uma receita. O desafio Time In é este: uma receita por dia, todos os dias. Para pormos mãos à obra sem perder a vontade de, quando tudo isto passar, irmos lá ver se as nossas versões estão à altura. E que os quilos a mais na balança não sejam desculpa – também temos sugestões de treinos para fazer em casa para equilibrar tudo. 

Desafio - Filme
DR

Desafio Time In: um filme por dia

Filmes

Sabemos que não é fácil estar fechado em casa, mas por agora tem de ser. No entanto, não há razões para dar em maluco sem saber o que fazer com o tempo livre. E muito menos para ficar colado ao computador, ao telemóvel ou à televisão a seguir as notícias sobre a Covid-19 e a tentar saber tanto sobre a doença como qualquer médico. Isso não lhe faz bem, estimado leitor. Relaxe. Aproveite estes dias para fazer coisas que sempre quis fazer. Por exemplo, ver ou rever aqueles filmes fundamentais que há muito lhe despertam a curiosidade ou de que tem saudades, mas que normalmente não tem tempo para ver – ninguém o está a julgar; sabemos que o tempo não chega para tudo, e todas as semanas havia filmes novos a estrearem-se e mais séries para ver na Netflix, na HBO, na Amazon, e mais restaurantes para conhecer e mais uma vida para viver. Só que agora não há desculpas. Reserve duas ou três horas por dia para ver estes grandes filmes. Adira a este desafio Time In e tire algo de bom destes dias maus. 

Publicidade
Desafio Time In
DR

Desafio Time In: uma luta contra a monotonia com uma actividade para cada dia

Coisas para fazer

Sabemos que não é fácil estar em casa, e na hora de inventar programas até a imaginação tem os seus limites. Por isso, a Time In preparou uma série de desafios que o vão ajudar a quebrar a rotina, enquanto aprende e experimenta coisas novas todos os dias. Receitas, filmes, projectos para fazer com os miúdos, livros e pequenas histórias. Todos os dias trazemos algo novo para fazer, ouvir ou aprender, enquanto está em casa. Escolha um dos temas abaixo e acompanhe-nos diariamente para enfrentar o desafio seguinte.  

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade