A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
natal
Fotografia: Paola Chaaya/ Unsplash

Livros de Natal que o vão deixar com vontade de antecipar a consoada

Inspire-se para a época festiva com estes livros de Natal. Mas atenção: é capaz de ficar com vontade de ir viver para o Pólo Norte.

Raquel Dias da Silva
Escrito por
Renata Lima Lobo
e
Raquel Dias da Silva
Publicidade

O Natal é a época preferida de muitos, mas também há muita gente por aí, com vontade de eliminar qualquer vestígio desta data festiva. Se está a sentir-se assim, capaz de hibernar até ao final de Dezembro, para não ter de passar pela corrida desenfreada às compras ou pela competição para ver quem dá ou recebe os melhores presentes, temos a solução perfeita para si. Para despertar o espírito do velhinho das barbas brancas, espreite estes livros sobre o Natal ou ambientados na época festiva. Seleccionámos exactamente 25 obras, algumas mais para crianças, outras mais para adultos, outras ainda para a família toda: se tiver coragem, faça como com os calendários do advento e tente ler um por dia até 25 de Dezembro. É remédio santo para afastar o Grinch que há em si e desistir dos seus planos secretos para arruinar a consoada.

Recomendado: O Melhor do Natal em Lisboa

Livros de Natal para afastar o Grinch

De Agatha Christie

Os dias estão a ficar mais curtos e as noites cada vez mais frias… Esta é a melhor altura do ano para procurar o conforto de uma manta bem quente e a companhia dos melhores mistérios de inverno da “Rainha do Crime”. Na companhia do excêntrico Hercule Poirot e da velhinha Miss Marple, somos convidados a descobrir os segredos por trás de flocos de neve mortíferos, prendas perigosas, jantares envenados e visitas misteriosas. 

ASA. 256 pp. 15.90€

De J. K. Rowling

J. K. Rowling tem um novo livro dedicado ao público infanto-juvenil. Ilustrada pelo premiado Jim Field, a narrativa decorre na véspera de Natal, depois de o protagonista Jack perder o boneco DP. Corajoso, o menino embarca pela mágica Terra dos Perdidos na companhia do Porquinho de Natal (o substituto de DP, que é muito irritante). Com a ajuda de uma Lancheira falante, uma Bússola corajosa e uma coisa com asas cha­mada Esperança, vão tentar salvar o melhor amigo que Jack alguma vez teve das garras do Perdedor, o terrível papa-brinquedos.

Presença. 296 pp. 17,90€

Publicidade

De Charles Dickens

Eleito pelo escritor José Luís Peixoto para integrar a Colecção Os Livros da Minha Vida, esta história de Charles Dickens, um dos mais populares romancistas ingleses da era vitoriana, é “o” conto de Natal por excelência. Segue a véspera de Natal de Ebenezer Scrooge, um homem avarento que abomina a época natalícia e que amanhecerá como um homem novo depois de se encontrar com três espíritos: o dos Natais Passados, o do Natal do Presente e o dos Natais Futuros.

 Clube do Autor. 172 pp. 12,50€

De J. K. Rowling

Nesta espetacular nova edição de Harry Potter e a Pedra Filosofal, onde o Natal também está presente, o texto integral de J.K. Rowling é acompanhado por ilustrações a cores em quase todas as páginas e por oito criativas figuras interactivas em papel: os leitores vão ter oportunidade de abrir a carta original de Hogwarts dirigida a Harry, descobrir a entrada mágica para a Diagon-Al, preparar um sumptuoso banquete no Salão Nobre de Hogwarts e muito mais.

Editorial Presença. 345 pp. 35,90€

Publicidade

De Oliver Jeffers

Do reconhecido e premiado artista visual e autor de álbuns ilustrados, Oliver Jeffers, esta novidade infanto-juvenil, uma reedição da sua obra de estreia originalmente publicada em 2004, promete fazer as delícias até dos mais velhos. O protagonista é um rapaz que gostava muito de estrelas e, um dia, decide partir em busca da sua. 

Orfeu Mini. 40 pp. 14€

De Paul Aster

O autor compra os seus cigarros holandeses numa determinada tabacaria de Brooklyn, cujo proprietário, de alcunha literária Auggie Wren, tem um curioso hábito: fotografar a sua rua a diversas horas, em diferentes estações, ano após ano. No Natal de 1990, o The New York Times pediu a Paul Auster um conto natalício e será Auggie a inspirá-lo ao contar uma história plena de ternura.

ASA. 32 pp. 12,90€

Publicidade

De Benji Davies

Nomeado para a Medalha Kate Greenaway de 2022, que elege a melhor obra literária para crianças e jovens, esta nova história do premiado ilustrador Benji Davies, que a dedica ao seu pai, é feita de sonhos e da magia dos encontros inesperados. Ambientada durante a véspera de Natal, segue a pequena Noelle por ruas movimentadas e cheias de cor, até à casa do seu avozinho.

Orfeu Mini. 40 pp. 14,99€

De Dr. Seuss

Neste clássico da literatura infantil, publicado em 1957, pela Random House, uma criatura verde, com o coração dividido em duas partes frias, observa ao longe, da sua caverna, a preparação dos Quem para o Natal: as cantorias, o cheiro a peru assado, os sorrisos, as prendas, as luzes. Então, o Grinch tem uma ideia magnífica e horrível: ele decide entrar sorrateiramente em todas as casas da Vila-Quem, roubar tudo, tudo, tudo o que está relacionado com o Natal e acabar de vez com este dia tão especial. Mas o plano não corre exactamente como ele planeou.

Booksmile. 64 pp. 9,79€

Publicidade

De Sophia de Mello Breyner Andresen

Com ilustrações de Jorge Nesbitt, esta edição especial do livro de Sophia conta como a consoada em casa de Joana é cheia de abundância e alegria. Pelo menos até a menina se lembrar de que o seu amigo Manuel não terá nem presentes nem uma mesa farta. Guiada por uma estrela, decide partilhar a sua sorte.

Porto Editora. 36 pp. 12,50€

De Ali Smith

Parte de uma tetralogia, esta obra fala-nos do mês da desolação, que torna visíveis todas as coisas até então invisíveis. Em vésperas de Natal, quatro pessoas reúnem-se numa grande casa de campo, com vista para o mundo da pós-verdade: Sophia, de 70 anos de idade, perseguida por uma cabeça sem corpo; o seu filho, Art, a braços com o final da relação com Charlote, sua namorada de longa data; Lux, uma emigrante croata que ele contrata para a substituir; e Iris, irmã de Sophia, com quem não fala há décadas.

Elsinore. 288 pp. 19,99€

Publicidade

De vários

Um livrinho feito para a época natalícia, com nove contos de outros tantos ficcionistas de língua portuguesa. Helena Marques, Inês Pedrosa, José Eduardo Agualusa, José Riço Direitinho, Lídia Jorge, Luís Cardoso, Manuel Alegre, Mário Cláudio e Rui Zink escreveram contos de Natal e Henrique Cayatte fez o arranjo gráfico. Uma óptima obra para ler no calor da lareira nas noites frias que se avizinham.

Dom Quixote. 116 pp. 10,60€

De Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada

A colecção Uma Aventura, que segue as peripécias de cinco jovens, é das mais conhecidas séries portuguesas de livros infantis. Actualmente, conta com mais de meia centena de volumes. Este é o número dois, originalmente publicado em 1982. Passado nas férias de Natal, envolve uma caça ao tesouro, uma aldeia abandonada, perigosas escaladas e muitos outros obstáculos.

Caminho. 224 pp. 7,50€

Publicidade

De E. T. A. Hoffmann

Hoffmann criou um extraordinário mundo de fantasia, poesia e sobrenatural. Considerado o seu melhor conto, O Quebra-Nozes e o Rei Rato é uma encantadora história de Natal, que já deu azo a várias adaptações cinematográficas. Personagens inesquecíveis, como o Padrinho Drosselmeier, o valente Quebra-Nozes ou o malévolo Rei-Rato, povoam o real e o maravilhoso e encantam leitores há muitas gerações.

Nova Vega. 112 pp. 8,48€

De J. R. R. Tolkien

Em cada Dezembro, os filhos de J. R. R. Tolkien recebiam um envelope com um selo do Pólo Norte. Lá dentro, estava uma carta numa estranha letra aracnóide e um desenho belamente colorido. As cartas eram do Pai Natal, que contava histórias maravilhosas da vida no Pólo Norte: desde as travessuras com que o seu Urso Polar o atrasava até às batalhas com os duendes maléficos que ameaçavam a saída do mais famoso trenó. 

Publicações Europa-América. 112 pp. 23,12€

Publicidade

De Jostein Gaarder

Do mesmo autor de O Mundo de Sofia, este conto de Natal, acompanhado por belíssimas ilustrações, conta-nos uma história envolvente rumo ao nascimento de Jesus Cristo. A viagem é conduzida por um calendário mágico e um grupo de peregrinos, que viaja em sentido contrário ao do tempo.

Editorial Presença. 216 pp. 12,12€

De Louisa May Alcott

Este ano, o Natal não será o mesmo para Meg, Jo, Beth e Amy. O seu pai está a longe, a combater e a família passa por tempos difíceis. Mas apesar de serem pobres, a vida das quatro irmãs March é repleta de acontecimentos. Fazem jogos, encenam peças, estabelecem amizades, discutem, lutam contra os seus vícios, aprendem com os erros, ajudam-se em momentos de doença e decepção e envolvem-se em todo o tipo de sarilhos.

Oficina do Livro. 392 pp. 13,99€

Publicidade

De Enid Blyton

De uma das mais famosas escritoras inglesas de livros de aventuras para crianças e adolescentes, esta colectânea reúne mistério e magia, júbilos e traquinices, a alegria dos momentos vividos em família e com os amigos e muitos pratos deliciosos – cozinhada com ingredientes que, há mais de 70 anos, têm feito as delícias dos leitores de Enid Blyton.

Oficina de Livro. 288 pp. 16,60€

De Karl Ove Knausgård

Nesta espécie de enciclopédia, o autor norueguês – que alcançou fama mundial quando se dispôs a narrar a sua vida, num registo híbrido entre memória e ficção, – propõe-se a reflectir sobre as coisas que dão título aos seus textos, a maior parte particularmente invernais, como ‘Neve’, ‘Frio’, ‘Prendas de Natal’ e ‘Fogo de Artifício’.

Relógio D'Água. 248 pp. 18€

Publicidade

De John Green, Maureen Johnson e Lauren Myracle

Na véspera de Natal e numa cidade isolada por uma das maiores tempestades de neve dos últimos 50 anos, oito raparigas e rapazes e mais uns quantos caminhos vão cruzar-se neste romance escrito a três mãos [John Green, Maureen Johnson e Lauren Myracle]. Se quiser, pode ver também em filme, um original da Netflix, lançado em Novembro de 2019, disponível na plataforma de streaming.

Topseller. 320 pp. 18,79€ 

Publicidade

De Hans Christian Andersen

Numa noite fria de Ano Novo, uma pequenina vendedora de fósforos vagueia sozinha pelas ruas, tentando arranjar algum dinheiro para comer. Sem conseguir vender nada, não se atreve a voltar para casa receando o castigo do pai. Resolve abrigar-se entre duas casas e aproveita os últimos fósforos para se aquecer. Cada fósforo que acende traz-lhe visões maravilhosas que a fazem muito feliz...

Everest. 24 pp. 10,50€

De Kim Smith

Kevin McCallister, de 8 anos, desejou que a sua família desaparecesse. Mas nunca pensou que o seu desejo se tornasse realidade. O filme que todos conhecem é agora um livro ilustrado para toda a família, cheio de ladrões desastrados, engenhosas armadilhas e um rapaz que se vê forçado a tomar conta de si. Conseguirá ele impedir que os bandidos entrem em sua casa? E será que a família de Kevin regressa a tempo do Natal?

Porto Editora. 48 pp. 12,90€

Publicidade

De William Somerset Maugham

Charley Mason tem 23 anos e um futuro promissor. Vem de uma família abastada, é atraente, refinado e acaba de completar os estudos em Cambridge. Espera-o uma carreira de prestígio seguindo as pisadas do pai. Mas para já, Charley tenciona gozar umas férias de Natal em Paris, ansioso por desfrutar de alguma liberdade na primeira viagem que faz sozinho à cidade das luzes.

ASA. 256 pp. 16,50€

Publicidade

De Beatrice Alemagna

E depois do Natal, quando o Inverno recupera o seu pesado fardo de mês taciturno? Recomendado pelo Plano Nacional de Leitura, este livro ilustrado de Beatrice Alemagna, que mistura inúmeras técnicas de colagem e fotografia e ilustração a lápis em página dupla, leva-nos a esse momento suspenso no tempo, em que a agitação dá lugar à calma, o frenesim à lentidão e, por vezes, até à solidão.

Bags of Books. 32 pp. 12€

Ho Ho Yeah

  • Compras

Haverá alguém que não goste de viajar? Mesmo quem tem medo (ou respeito) de andar de avião, não fica indiferente a um passeio de carro, barco, bicicleta ou mesmo a pé — até há quem, como o escritor francês Xavier De Maistre, consiga viajar sem sair do quarto. A pensar nisso, fomos à procura dos melhores presentes de Natal para quem gosta de ir laurear a pevide. Desde malas de viagem a acessórios, passando por uma sugestão de agasalho, temos várias ideias para todos os preços e gostos. Nesta lista, nem sequer há falta de conforto.

  • Coisas para fazer

Não há registos fotográficos, mas a primeira árvore de Natal em Lisboa só chegou em 1848 ao Palácio Nacional da Ajuda, graças às saudades que o austríaco D. Fernando II, marido da rainha D. Maria II, tinha das suas tradições de Natal. Foi só no século seguinte que o Natal "explodiu" nas ruas da cidade, com luzes que só encontravam competição nos néons publicitários a partir de meados do século XX. Já não se vêm perus à solta, camelos na rua ou presentes aos pés dos sinaleiros, mas recordar também é viver.

 

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade