A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Kitchenette pop-up store
©Inês Félix

Os espaços e eventos pop up que não pode perder em Lisboa

As lojas temporárias são uma das novas tendências de compras. Reunimos os espaços pop up que não pode perder em Lisboa este mês

Escrito por
Francisca Dias Real
e
Inês Garcia
Publicidade

Não, não estamos a falar daquelas janelas que lá vão aparecendo no nosso computador e teimamos em “Resolver mais tarde” ou mandá-las “Relembrar-me daqui a uma hora”. Não é isso, mas a essência é parecida, até porque falamos de algo que aparece e desaparece. O conceito de loja temporária ganhou largos adeptos em Lisboa nos últimos tempos: serve para conhecer novas marcas, muitas delas emergentes, ou ver de perto as que habitualmente só existem online. São efémeros e passageiros, mas muito ambiciosos. Os pop ups são sol de pouca dura, com dias de muita farra, comes e bebes e compras das boas. Os espaços são cuidadosamente preparados e muitos deles recebem pop ups que nada têm a ver com a função de origem – um restaurante numa galeria ou uma loja num hotel. O céu é o limite, mas só até as lojas e restaurantes desaparecerem e se mudarem para outras moradas. Rebentámos a bolha dos eventos temporários na cidade e dizemos-lhe os pop ups que não pode perder em Lisboa.

Recomendado: Coisas para fazer em Lisboa este mês

Espaços pop up em Lisboa

  • Coisas para fazer
  • Grande Lisboa

Este espaço não é um pop up. E não, também não estamos enganados no nome. A questão aqui é simples: a loja é fixa, mas as marcas que lá habitam têm morada passageira. São as marcas “ou lojas”, como gostam de lhes chamar, que escolhem os produtos que vendem e que tratam da decoração da sua área, tendo mais coisa, menos coisa uma permanência de três meses. A Maria Roupa, a Occidens ou a Companhia da Casa são residentes. Portanto é ir passando e espreitando aquelas que vão estando em regime pop up. 

  • Restaurantes
  • Campo de Ourique

A montra pintada num bonito millennial pink (rosa claro) salta à vista quando nos aproximamos da Rua Correia Teles, no coração de Campo de Ourique. Lá dentro está Joana Duarte, da Cupcakes Bazaar, sempre acompanhada de mais alguém, ou não fosse a Kitchenette Pop-up Store um espaço que acolhe pop ups vários, sobretudo ligados à área da comida. Este espaço acaba por ser a parte mais visível de um projecto maior, onde presta serviços de marketing a novas marcas. A loja tem uma programação mensal, com curadoria de Joana, mas é preciso estar atento às redes para ficar a saber das novas marcas que lá vão parar. 

Publicidade
  • Restaurantes
  • Chiado/Cais do Sodré

A expressão “é uma tela em branco” nunca fez tanto sentido – a capacidade camaleónica d’A Sociedade se transformar naquilo que uma pessoa ou empresa quiser faz somar pontos a seu favor. Este estúdio all-white de 150 metros quadrados, além da parte de escritório, está munido de uma cozinha, ou não fosse o espaço uma oficina criativa gastronómica à espera de eventos que o preencham. Está pronto a receber workshops, aulas privadas, lançamentos e, claro, pop ups de toda a espécie. É preciso de olho na agenda

  • Coisas para fazer
  • Belém

É um abrigo criativo na Ajuda para chefs, artistas e fazedores. Além do espaço de cowork, recebe workshops de tudo e mais alguma coisa e pop ups de restaurantes. A The House of Hope and Dreams é mais um dos muitos filhos de Gonçalo Castel-Branco, responsável por projectos como o The Presidential ou o festival Chefs on Fire, e por lá vão surgindo pop-ups gastronómicos – ou não fosse Gonçalo uma pessoa ligada a estas lides –, com vários chefs na calha. Só precisa de estar atento à agenda no site do espaço.

Outras sugestões em Lisboa

  • Compras

Não se assuste com o estrangeirismo. As concept stores são lojas com universos próprios, com espaço para moda, decoração, livros e até comida. E ninguém se chateia, nem as marcas, nem os designers, nem os artistas. Juntos, fazem destas magníficas a elite do roteiro de compras de Lisboa. Fique a conhecer as melhores concept stores em Lisboa.

  • Compras

"Lisboa é linda" é pregão em muitas bocas, mas afinal o que faz a beleza desta nossa cidade? Temos vistas incríveis de miradouros, fachadas de azulejos de fazer inveja, a calçada portuguesa (que ninguém nos tira), restaurantes de cá e do mundo – um menu completo que faz de Lisboa uma beleza. A par de tudo isto, há uma série de lojas onde vale a pena entrar, mesmo que não vá para abrir a carteira. 

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade