Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right A longa história de 'Mulherzinhas' no cinema
Mulherzinhas (2019)
©Wilson Webb/CTMG Mulherzinhas de Greta Gerwig

A longa história de 'Mulherzinhas' no cinema

Greta Gerwig acaba de adaptar o clássico 'Mulherzinhas' para o grande ecrã. Mas antes dela houve seis outras adaptações.

Por Luís Filipe Rodrigues
Publicidade

Escrito por Louisa May Alcott e publicado entre 1868 e 1889, Mulherzinhas tornou-se um dos grandes sucessos da literatura norte-americana no século XIX. Nas décadas que se seguiram, este romance semi-autobiográfico, inspirado na vida da autora e das suas irmãs, foi transposto inúmeras vezes para os palcos e para os ecrãs, inspirando inclusivamente um par de animes japoneses.

Nos cinemas, a primeira adaptação de Mulherzinhas estreou-se em 1917, e desde então foram filmadas mais seis versões da história de Meg, Jo, Beth e Amy March. A mais recente, realizada por Greta Gerwig, acaba de se estrear e está nomeada para os Óscares.

Recomendado: Saoirse Ronan está uma mulherzinha

A longa história de 'Mulherzinhas' no grande ecrã

'Little Women', de Alexander Butler (1917)

O britânico Alexander Butler filmou a primeira adaptação de Mulherzinhas em 1917. Segundo o IMDb, as actrizes Daisy Burrell (Amy), Mary Lincoln (Meg), Ruby Miller (Jo) e Muriel Myers (Beth) interpretaram as irmãs March neste filme perdido, do qual não resta uma única cópia.

'Little Women', de Harley Knoles (1918)

Um ano mais tarde, foi a vez de Harley Knoles, um realizador britânico a viver nos Estados Unidos, contar esta história sobre a vida entre irmãs, o fim da infância e o peso da maturidade. Desta feita, os papéis das quatro raparigas couberam a Isabel Lamon (Meg), Dorothy Bernard (Jo), Lillian Hall (Beth) e Florence Flinn (Amy). A fita também se encontra perdida.

Publicidade

'Mulherzinhas', de George Cukor (1933)

O grande George Cukor realizou a primeira versão sonora de Mulherzinhas em 1933, a partir de um argumento adaptado por Victor Heerman e Sarah Y. Mason. Katharine Hepburn, magnífica no papel de Jo March, encabeça um elenco onde se destacam ainda Joan Bennett (Amy), Frances Dee (Meg) e Jean Parker (Beth). O filme foi bem recebido pela crítica e o público, e nomeado para os Óscares de melhor filme, melhor realizador e melhor adaptação (ou argumento adaptado), vencendo este último.

'Mulherzinhas', de Mervyn LeRoy (1949)

Mervyn LeRoy assinou a primeira adaptação a cores do livro de Louisa May Alcott para o cinema. Com argumento de Andrew Solt, Sarah Y. Mason e Victor Heerman, a longa-metragem é protagonizada por June Allyson (Jo), Peter Lawford (Laurie), Margaret O'Brien (Beth) e Elizabeth Taylor (Amy). Venceu o Óscar de melhor cenografia (num filme a cores) e esteve ainda nomeada para o prémio de melhor fotografia.

Publicidade

'As Mulherzinhas', de Gillian Armstrong (1994)

Entre as décadas de 1950 e 1980, o clássico de Louisa May Alcott esteve afastado dos grandes ecrãs, mas continuou a ganhar novas vidas na televisão, destacando-se uma mini-série de dois episódios (e 200 minutos de duração) exibida pela NBC em 1978. Até que em 1994 As Mulherzinhas voltaram ao cinema, pelas mãos de Gillian Armstrong, que dirigiu nomes como Winona Ryder, Kirsten Dunst, Trini Alvarado, Claire Danes, Susan Sarandon ou Christian Bale, entre outros. O filme foi nomeado para três Óscares – melhor actriz, melhor guarda-roupa e melhor banda sonora original – mas não ganhou nenhum.

'Little Women', de Clare Niederpruem (2018)

Aproveitando os 150 anos do livro de Louisa May Alcott, a realizadora e argumentista Clare Niederpruem e a co-argumentista Kristi Shimek reimaginaram a história das irmãs March para os nossos dias. Sarah Davenport e Aimee Lynne encarnam Jo, Allie Jennings e Reese fazem de Beth, Melanie Stone é Meg, enquanto Taylor Murphy e Elise Jones desempenham o papel de Amy, neste filme de baixo orçamento que foi arrasado pela crítica americana e ignorado pelo público.

Publicidade

'Mulherzinhas', de Greta Gerwig (2019)

Apesar de ser a sétima adaptação de Mulherzinhas para o cinema, a mais recente realização de Greta Gerwig consegue ter uma identidade própria e, ao mesmo tempo, fazer jus ao clássico de Alcott. Saoirse Ronan é Jo March, a verdadeira protagonista desta narrativa nomeada para seis Óscares, que conta ainda com actores e actrizes como Emma Watson, Florence Pugh, Eliza Scanlen, Laura Dern, Meryl Streep, Timothée Chalamet ou Louis Garrel no elenco.

Mais cinema

Sol Cortante
©DR

Filmes em cartaz esta semana

Cinemas

Tanto cinema, tão pouco tempo. Há filmes em cartaz para todos os gostos e feitios. Das estreias da semana aos filmes que, semana após semana, continuam a fazer carreira nas principais salas. Saiba que filmes estão em que cinemas, e quando é que os pode ver. E, se não souber o que escolher, leia as nossas críticas.

Clássicos de cinema para totós

Filmes

Farto de não fazer ideia do que falam os cinéfilos à volta? Cansado de se perder em referências desconhecidas quando se fala de cinema? O “cinema para totós” quer resolver esse problema no melhor espírito de serviço público. Ora atente em cada uma destas 10 lições cheias de clássicos de cinema.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade