Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Dez filmes para ver em família na Netflix

Dez filmes para ver em família na Netflix

Há bons filmes para a família na Netflix, ideais para aqueles dias em que o melhor programa é ficar em casa

Steven Spielberg movies, E.T. The Extra Terrestrial
E.T. The Extra Terrestrial
Por Editores da Time Out Lisboa |
Publicidade

Estes filmes não são só para crianças. São mesmo para toda a família. Seja pequena ou numerosa, qualquer unidade familiar pode passar um bocado a ver (ou rever) estes dez títulos obrigatórios para filhos, pais e até avós. Há desde produções animadas da Pixar, como Up - Altamente, a clássicos da ficção científica adequados a todos os públicos, como Regresso Ao Futuro, passando por contos de fadas com a chancela da Disney, no caso da mais recente versão de A Bela e O Mostro com actores de carne e osso. É só escolher um destes filmes para a família na Netflix.

Recomendado: 14 filmes originais Netflix que tem de ver

Dez filmes para ver em família na Netflix

E.T. – O Extra-Terrestre (1982)

Diz a lenda que nas filmagens de Encontros Imediatos de 3º Grau, François Truffaut sugeriu a Spielberg que o seu próximo trabalho devia ser algo de pessoal e honesto como “um pequeno filme sobre crianças”. Quando o cineasta francês, continua a lenda, soube que essa película familiar envolvia um alienígena perdido, partiu-se a rir – longe de saber como E.T. – O Extra-Terrestre se tornaria num dos filmes mais bem sucedidos de sempre.

Regresso ao Futuro (1985)

Realizado por Robert Zemeckis, Regresso ao Futuro é um verdadeiro filme de culto. E é perfeito para ver em família. Perfeito, sobretudo, caso um dia seja possível viajar no tempo, para ensinar aos seus filhos os perigos de se cruzarem consigo no passado. Se para Marty McFly (interpretado por Michael J. Fox) não deu bom resultado, imagine para os seus pequenos. É que nem todos vão ter um Dr. Brown (Christopher Lloyd) para resolver a questão. 

Publicidade

O Rei dos Gazeteiros (1986)

A geração que cresceu durante a década de 1980 decerto não esquece este filme escrito, produzido e dirigido por John Hughes, o autor predilecto dos sub-20 da época (por este e, em grande parte, por causa de O Clube). Aqui, Matthew Broderick é Ferris Bueller, o gazeteiro mais popular da sua escola, que engendra e opera, com Mia Sara e Alan Ruck à ilharga, a mais bem sucedida e divertida balda às aulas da história das baldas às aulas.

Harry Potter e a Pedra Filosofal (2001)

Na primeira adaptação dos populares livros de J. K. Rowling para o grande ecrã, por Chris Columbus, o pequeno órfão Harry (Daniel Radcliffe) é convidado para estudar na escola de magia de Hogwarts, onde conhece dois amigos para a vida em Ron Weasley (Rupert Grint) e Hermione Granger (Emma Watson). É o início de uma longa história que se estende por mais seis filmes, todos eles disponíveis na Netflix.

Publicidade

Charlie e a Fábrica de Chocolate (2005)

Juntar Tim Burton, Johnny Depp e umas quantas câmaras costuma dar bons resultados. E esta adaptação da história de Charlie e a Fábrica de Chocolate, escrita originalmente por Roald Dahl, é mais um exemplo da sintonia criativa entre o realizador e o actor americanos – mesmo que não esteja entre os melhores filmes que já fizeram juntos. É uma fábula macabra, educativa e colorida que vai agradar a miúdos e graúdos.

Wallace & Gromit A Maldição do Coelhomem (2005)

A primeira longa-metragem de Wallace e o seu cão Gromit, as míticas personagens dos estúdios Aardman, conta com ilustres no elenco de voz, como Helena Bonham Carter e Ralph Fiennes, na versão original, ou Nuno Markl, em Portugal. Com realização de Steve Box e Nick Park, esta produção anglo-americana levou para casa o Óscar num ano em que também estavam apontados desenhos animados como Noiva Cadáver (de Tim Burton) e O Castelo Andante (de Hayao Miyazaki). O que diz muito sobre o seu real valor.

Publicidade

Up – Altamente (2009)

Premiada com o Óscar de Melhor Filme de Animação em 2010 (também estava nomeada na categoria de Melhor Filme), a longa-metragem de Pete Docter agrada a toda a gente. Os miúdos vão querer entrar para os escuteiros. Os pais vão delirar com a casa a voar, puxada por balões. As mães vão choramingar com a mais bela história de amor alguma vez contada pela Pixar, ao estilo de “até que a morte nos separe”. Amizade, velhice, amor e sonhos – tudo em apenas 96 minutos.

Zootrópolis (2016)

Num mundo imaginário habitado por animais antropomórficos, uma coelha chamada Judy sonha ser polícia, uma profissão normalmente destinada a poderosos predadores e um estereótipo que a pequena Judy quer mudar em Zootrópolis. Inicialmente é destacada para a Divisão de Trânsito, mas com a ajuda do vigarista Nick, uma raposa matreira, tem uma missão importante para si e para a comunidade: procurar uma lontra que desapareceu juntamente com outros treze predadores. Com realização de Byron Howard e Rich Moore, foi vencedor de um Óscar de Melhor Filme de Animação.

Publicidade

A Bela e o Monstro (2017)

O realizador Bill Condon recriou, em 2017, um dos mais bem amados clássicos da Disney com actores de carne e osso e efeitos especiais. A adaptação é fiel ao filme original de 1991 e ao posterior musical da Broadway, repetindo até muitas das músicas. Com Emma Watson no papel da Bela do título, que é feita prisioneira mas se acaba por apaixonar pelo Monstro que é Dan Stevens (Downton Abbey).

Homem-Aranha - Regresso a Casa (2017)

O segundo reboot do super-herói aracnídeo é também um dos melhores filmes da Marvel, com Tom Holland bem metido no papel de Peter Parker/Homem-Aranha. O realizador Jon Watts cruza o filme de super-heróis com a comédia de adolescentes liceais, arrancando uma fita descontraída, cheia de sentido de humor e sem a sisudez, a auto-importância e o gigantismo descerebrado do costume. Há ainda um vilão original (Michael Keaton na boa forma habitual) e responsável por um twist no argumento daqueles de causar um torcicolo.

Mais Netflix

THI015BT
The Kobal Collection
Filmes, Terror

Os melhores filmes de terror para ver na Netflix

A história do cinema de terror já vai longa. Desde o início do século XX que dezenas de realizadores, de grandes mestres como Alfred Hitchcock a heróis de culto como George Romero, expandem e redefinem os limites do género. Está bem que a oferta de filmes de terror na Netflix é muito limitada, mas encontram-se lá clássicos absolutos como Veio do Outro Mundo, de John Carpenter. E uns quantos filmes mais recentes que merecem ser vistos, com destaque para o premiado Foge (2017), de Jordan Peele.

Filmes, Comédia

Os melhores filmes de comédia para ver na Netflix

O humor, já se sabe, varia muito de pessoa para pessoa. Mas, independentemente disso e com ou mais ou menos gargalhadas, comédias como A República dos Cucos, de John Landis, Monty Python e o Cálice Sagrado, de Terry Gilliam e Terry Jones, ou A Vida de Brian, de Terry Jones, podem e devem ser vistas (e revistas) por toda a gente. E, apesar de a oferta de bons filmes de comédia na Netflix em Portugal ainda ser muito limitada, estes e mais uns quantos filmaços estão disponíveis actualmente no popular serviço de streaming.

Publicidade
Our Souls At Night
©Kerry Brown/Netflix
Filmes

Os melhores filmes românticos para ver na Netflix

Já se sabe que a oferta cinematográfica na Netflix é muito limitada e relativamente volátil – hoje um determinado filme está lá, amanhã (ou no mês que vem) não sabemos. Mesmo assim, começando por Um Sonho de Mulher (1990), de Garry Marshall, e acabando em Nós, ao Anoitecer (2017), de Ritesh Batra, encontrámos uma mão cheia de filmes românticos na Netflix que vale a pena ver (ou rever) agarradinho ao mais que tudo ou sozinho e a queixar-se de como o mundo é injusto. Em casa ou num dos melhores hotéis românticos de Lisboa.

Publicidade