Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right ‘Modern Family’ em segundo grau
Modern Family S3
Há mais família para além da moderna

‘Modern Family’ em segundo grau

Consta que ‘Modern Family’ pode estar em risco por seis actores ainda não terem renovado contrato. Entretanto, recuperamos as personagens secundárias de que mais gostamos, que até podem vir a ganhar com isto

Por Miguel Branco
Publicidade

Dizem as más línguas, e as notícias em geral, que Modern Family está em risco de extinção. O que, neste caso, é igual a dizer que seis actores do elenco ainda não renovaram contrato para uma eventual nona temporada. Falamos de Sofia Vergara, Julie Bowen, Ty Burrell, Eric Stonestreet, Jessie Tyler Ferguson e Ed O’Neill. 

Os protagonistas, que recebem 330 mil euros por episódio, vêem o seu salário aumentado de temporada para temporada, como quem diz se-querem-paguem. E a ABC não parece estar para aí virada. Só que esta jogada é de mestre: então agora vão pôr fim a uma das séries de comédia mais vistas de sempre nos EUA e em todo o planeta? Duvidamos. Aliás, temos que duvidar – o fim, por esta altura, seria muito triste. 

De referir ainda que isto é o que acontece em grande parte das produções que se pretende que tenham continuação. Em 2012, os mesmos seis actores abdicaram de uma acção judicial contra a 20th Century Fox por uma situação parecida. Chegaram a acordo, tal como se espera que aconteça agora.

 

  Dylan (Reid Ewing)

Dylan (Reid Ewing)

É impossível não gostar de Dylan. Isto dizemos nós, claro, porque Claire Dunphy nem por isso. Agora que pensamos bem, se a nossa filha namorasse com um desajeitado destes talvez sentíssemos o mesmo. O primeiro namorado de Hayley é um músico falhado com um dos QI mais baixos da história das séries de televisão. Mas é também uma das personagens mais cómicas deste elenco.

Andy (Adam Devine)

Andy (Adam Devine)

Ainda que só tenha aparecido na quinta temporada, Andy é um amor. E amor, na cabeça de Hayley, é coisa complexa. O volta-não-volta entre ambos é uma constante, ainda que Andy seja das melhores pessoas da série, incapaz de fazer mal a alguém. No entanto, a sua ingenuidade é daquelas evidências que só Phil Dunphy suporta.

Publicidade
Frank Dunphy (Fred Willard)

Frank Dunphy (Fred Willard)

Ser pai do pior agente imobiliário da zona não deve ser pêra doce. Mas, se olharmos para Frank talvez percebamos de onde vem a eterna juventude e a infantilidade desmedida de Phil. É um solteirão sem qualquer tipo de sucesso, mas garantia de estupidez quando vem ver a família.

Pepper (Nathan Lane)

Pepper (Nathan Lane)

Recordam-se todos do incrível casamento de Mitch e Cam? Obra de Pepper, esse génio casamenteiro que é das personalidades mais dramáticas que Uma Família Muito Moderna já presenciou. É tudo aparência. Namora com Ronaldo, o seu braço direito na hora de organizar as cerimónias.

Publicidade
Pam Tucker (Dana Powell)

Pam Tucker (Dana Powell)

Pam é tudo aquilo que um irmão pode desejar: bruta e homofóbica. Vem da quinta da família Tucker e apesar de aceitar (a esforço) a relação entre Mitch e Cam é sempre a primeira a causar problemas quando vem à cidade.

Ronaldo (Christian Barillas)

Ronaldo (Christian Barillas)

Ronaldo é completamente louco por Pepper. Que, como já se percebeu, não trata ninguém acima de cão. Por momentos, o assistente e namorado quase se revolta contra a intransigência de Pepper, só que a vida (e as séries) tem disto. Ronaldo, ainda que muito mais humano que Pepper, não o consegue largar.

Publicidade
Sal (Elizabeth Banks)

Sal (Elizabeth Banks)

Sabem aquele amigo que é incapaz de ver uma garrafa e não a virar até à última gota? Sal é esse amigo, no feminino. Mas de uma gravidade tal que chega a ter ciúmes de Lily por esta ser a (suposta) razão pela qual Cam e Mitch passam menos tempo com ela. Na verdade, a Lily é só uma desculpa. Já ninguém atura uma pessoa assim.

Maluquinhos das séries

Feud: Bette and Joan
©IMDB

As melhores séries do momento

Filmes

Não param de se estrear novas e boas séries. Com a chegada da Netflix, HBO, Amazon Prime e outras tantas ao radar nacional, a vida ficou bastante mais complicada. No bom sentido, claro; é que o que não falta são produções muito bem conseguidas para ver. Siga as nossas sugestões das melhores séries do momento.

Lunatics
©Netflix

As melhores séries de comédia na Netflix para rir em tempos difíceis

Filmes

Nunca a frase "rir é o melhor remédio" fez tanto sentido como no presente. Bem sabemos que os tempos são difíceis, mas a gigante norte-americana do streaming continua a dar-nos boas razões para aligeirar o quotidiano e esquecer, por momentos que sejam, a realidade. Na lista abaixo damos-lhe uma lista bem composta daquilo que pode ver por cá, e deixamos-lhe o aviso: é possível que, no final, sinta que fez um bom trabalho ao nível abdominal. 

Publicidade
Unbelievable
Netflix

As séries originais Netflix que tem de ver

Filmes

Não há volta a dar: a criação e aquisição de conteúdos originais é a grande aposta da Netflix (e outros serviços de streaming). Só assim se explicam os contratos milionários para produção de conteúdos exclusivos assinados com vários criadores de topo. Estas são as séries originais Netflix que tem de ver.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade