Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right O esplendor do cinema italiano

O esplendor do cinema italiano

A Festa do Cinema Italiano disponibilizou mais de 100 filmes em Filmin. Seleccionámos sete títulos absolutamente clássicos.

Filme, Cinema,. A Doce Vida (1960)
©DR A Doce Vita de Federico Fellini
Por Eurico de Barros |
Publicidade

A Festa do Cinema Italiano foi adiada para data a definir, e para compensar, a sua direcção colocou, na plataforma de streaming Filmin, pelo preço mensal de 6,95 euros, 114 filmes italianos, entre obras clássicas e outras mais recentes. Escolhemos sete títulos de entre os muitos disponíveis, todos eles rodados por realizadores de primeira grandeza entre as décadas de 1940 e 1960, e interpretados por nomes como Massimo Girotti, Marcello Mastroianni, Sophia Loren, Vittorio Gassman, Jeanne Moreau, Jean-Louis Trintignant, Monica Vitti ou Ugo Tognazzi.

Recomendado: Os melhores filmes italianos sobre amor e traição

Uma foto da Time Out Magazine

A Time In Portugal já está disponível

Pode ler a última edição no conforto do seu sofá

Ler a revista

O esplendor do cinema italiano

1

Obsessão

Luchino Visconti, 1943, 140 min.

Segunda adaptação ao cinema, após a do francês Pierre Chenal em 1939 (Le Dernier Tournant), do livro policial O Carteiro Toca Sempre Duas Vezes, de James M. Cain, este filme de Luchino Visconti rodado e estreado durante o regime fascista italiano, inovou à altura, menos pelo realismo do que pelo tratamento de temas como o adultério, o assassínio ou a miséria social. Massimo Girotti e Clara Calamai (que substituiu à última hora Ana Magnani, grávida), são os amantes criminosos e Juan de Landa o marido assassinado.

2

Alemanha, Ano Zero

Roberto Rossellini, 1948, 78 min.

Apesar de ter sido filmado em parte em estúdio em Itália, esta fita de Roberto Rossellini constitui um impressionante documento sobre a Berlim devastada pelos bombardeamentos aliados e pelos combates para a sua conquista durante a II Guerra Mundial, e as condições de vida dos alemães nos anos a seguir ao conflito. É a história dilacerante de Edmund, um rapaz de 12 anos que vive com a família na capital alemã ocupada pelas tropas aliadas, e que enfrenta os problemas e dilemas da sobrevivência dessa altura.

Publicidade
3

A Doce Vida

Federico Fellini, 1960,  174 min.

Actor favorito e grande cúmplice de Fellini, Marcello Mastroianni, interpretando um jornalista boémio e atormentado cuja relação com a namorada está em crise, é o nosso guia através do turbilhão da vida na Roma de início dos anos 60, em todas as suas declinações sociais e estroinas, indo dos ambientes mais populares às festas exclusivas dos aristocratas e da burguesia. Ainda com Anita Ekberg (e a sua cena lendária com Mastroianni na Fonte de Trevi), Anouk Aimée, Magali Noel, Alain Cuny e Yvonne Fourneaux.

4

A Noite

Michelangelo Antonioni, 1961, 122 min.

Segundo filme da trilogia não-oficial de Antonioni sobre o vazio existencial, a incomunicabilidade e a alienação anímica e emocional na sociedade em crescimento económico acelerado de finais dos anos 50 e início da década de 60, rodado entre A Aventura e o Eclipse, A Noite foi rodado numa Milão em rápida mudança, e segue um casal da classe média endinheirada (Marcello Mastroianni e Jeanne Moreau) cujo matrimónio está à beira do fim e já não têm nada a dizer ou a dar um ao outro. Também com Monica Vitti.

Publicidade
5

A Ultrapassagem

Dino Risi, 1962, 105 min.

Um playboy impulsivo, exibicionista e fanfarrão interpretado por Vittorio Gassman, e um jovem tímido e calado estudante de Direito vivido por Jean-Louis Trintignant, que não se conhecem bem, cruzam, no Lancia descapotável daquele, uma Itália estival e em rápida modificação devido ao “milagre económico” da época. Dino Risi assina aqui um notável misto de road movie, drama existencial e comédia social, que é também um dos maiores exemplos da era de ouro do cinema italiano, passadas as agruras do pós-guerra.

6

Matrimónio à Italiana

Vittorio De Sica, 1963, 102 min.

Esta é uma de várias “comédias à italiana” clássicas que Vittorio De Sica fez com Marcello Mastroianni e Sophia Loren, baseada numa peça de Eduardo De Filippo. Mastroianni é Domenico, um homem de negócios que mantém uma relação com Filumena (Loren), que conheceu quando esta era jovem, logo à seguir à guerra, e antes de se tornar prostituta, e que poderá ser o pai dos três filhos dela. E Filumena quer à viva força casar com ele, para se tornar uma mulher respeitável e dar finalmente um pai aos rapazes.

Publicidade
7

Os Monstros

Dino Risi, 1963, 121 min.

Ao longo de 20 sketches de duração muito variada, os fabulosos Vittorio Gassman e Ugo Tognazzi interpretam uma série de personagens de todas as latitudes e áreas do espectro social e político italiano, neste típico filme em episódios à altura muito cultivado pelo cinema transalpino. Ricos, pobrezinhos ou da classe média, políticos, sacerdotes, empresários, funcionários públicos, militares, literatos, advogados, desempregados ou pedintes, ninguém escapa ao olhar genial e acidamente satírico de Dino Risi.

Mais filmes em streaming

Filmes, Shawshank
©IMDB
Filmes

Os melhores filmes que pode ver na Netflix

Há drama, há comédia, há acção, histórias para rir desmedidamente, para roer as unhas, para colar ao ecrã horas a fio sem qualquer noção de vida exterior. Compilámos o que de melhor existe actualmente na plataforma de streaming para que não tenha de o fazer e damos-lhe uma boa dose de sugestões abaixo. Prepare os snacks, as pipocas, se as tiver, hidrate-se e ponha os olhos nos melhores filmes na Netflix.

Shutter Island
DR
Filmes

Dez filmes que pode ver na Amazon Prime

As séries originais são o grande chamariz dos serviços de streaming. Mas há, também, bons filmes à espera de serem descobertos. Fomos à procura dos melhores filmes na Amazon Prime e descobrimos algumas novidades e clássicos que merecem ser vistos. Aproveite e faça um programa cinematográfico em casa. Ao subscrever, a Amazon oferece seis meses de desconto, com a mensalidade a metade (2,99€).

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade