A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Jackie

Os dez melhores filmes de Natalie Portman

A poucos dias da estreia de 'Jackie', recordamos os melhores filmes de Natalie Portman: o testemunho de que ela tanto consegue ser a namoradinha dos EUA como uma rainha vinda de outra galáxia

Escrito por
Alyssa Ammirato
Publicidade

Ver os melhores filmes de Natalie Portman é como uma viagem no tempo através da vida da actriz nomeada para o Óscar pelo desempenho em Jackie. Começamos na sua estreia, com apenas 12 anos, no papel de uma criança que quer ser uma assassina, e viajamos através dos seus 22 anos de carreira. Desde a adolescente problemática de uma pequena cidade à lenda de filmes de acção. Ah, e algures pelo meio ainda estudou em Harvard. 

Os dez melhores filmes de Natalie Portman

1. Sexo sem Compromisso (2011)

A melhor parte é que é mais fácil de ver e mais credível do que grande parte das comédias românticas, que têm um enredo tão previsível que qualquer um o poderia escrever. O pior é que em comparação com Amigos Coloridos, a versão com Justin Timberlake e Mila Kunis que tem a mesma história e saiu no mesmo ano, acaba por sair ofuscado. De qualquer maneira, é uma forma moderna de contar o que acontece nos dias de hoje quando um rapaz conhece uma rapariga.

2. Cisne Negro (2010)

Não é uma carreira, é uma paixão. O ballet é tudo para Nina e quando Portman aceitou o papel também ela treinou como se fosse essa a sua profissão. Neste drama com nuances de horror, a sua personagem começa a despontar quando a recém-chegada Lily (Mila Kunis) se começa a meter com ela. É uma faceta de Portman que raramente vemos – e uma que nos dá uma satisfação ansiosa.

Publicidade

3. Duas Irmãs, um Rei (2008)

Antes de Downton Abbey nos deixar obcecados com a antiga Inglaterra, Duas Irmãs, um Rei (que se estreou alguns anos antes do êxito da BBC) fez com que todos os homens se rendessem a um par de raparigas de corpete. Portman e Scarlett Johansson fazem o seu melhor para dar vida ao ligeiramente aborrecido filme sobre duas irmãs que competem pelo afecto do rei, uma adaptação do romance de Philippa Gregory.

4. V de Vingança (2005)

Baseado no romance gráfico de Alan Moore, este filme conta com Portman a lutar contra o sistema ao lado de um justiceiro mascarado – acabando, de forma notória, com a cabeça rapada. Enquanto Evey ajudava V a derrubar o corrupto governo britânico, as máscaras de Guy Fawkes começavam a voar das prateleiras das lojas de máscaras.

Publicidade

5. Garden State (2004)

Na estreia de Zach Braff enquanto realizador, Portman familiarizou o mundo com o tipo de personagem Manic Pixie Dream Girl – a perdida, mas sagaz personagem que invejamos e odiamos ao mesmo tempo. Ela, uma mentirosa compulsiva, ajuda o protagonista a enfrentar os seus problemas emocionais com um piscar de olhos e um sorriso de incentivo que só ela sabe dar.

6. Closer (2004)

Alice, a miúda da peruca cor-de-rosa, é a rapariga por quem o escritor Dan se interessa. Leva-a até Londres para depois acabar por se apaixonar por outra mulher… cujo namorado, Larry, acaba na cama com Alice. Conseguiram apanhar? Pode ser preciso ver duas vezes para que a teia seja deslindada e comece a fazer sentido, mas a stripper Portman é uma Portman como nunca a vimos antes.

Publicidade

7. Star Wars: Episode II - Ataque dos Clones (2002)

Nós sabemos que a prequela de A Guerra das Estrelas é a pior. Mas Padmé Amidala foi a predecessora da faceta guerreira que vemos em Rey em O Despertar da Força, especialmente neste segundo episódio, quando não estava a ser importunada com conspirações políticas ou não estava grávida com um certo casal de gémeos.

8. A Voz do Coração (2000)

No meio do nada, a Novalee Nation de Portman dá à luz no meio de um Wal-Mart, tornando-se numa mãe adolescente num mundo sem MTV e passando a fazer parte da amálgama de personagens que cria uma nova família e reconstrói a sua vida a partir de todas as coisas que correram mal. Não é dos melhores filmes, mas Portman é facilmente quem mais sobressai.

Publicidade

9. Eu e a Minha Mãe (1999)

Ann August parece ser uma rapariga doce com uma mãe extravagante, mas quanto mais atenção prestamos a este drama em jeito de comédia, mais camadas vemos desta estranha relação entre mãe e filha, aqui representada por Portman e Susan Sarandon. E, aqui entre nós, nunca vimos uma cara de bitch como a de Portman.

10. Léon: O Profissional (1994)

Na sua estreia enquanto actriz, a novata Portman desempenha o papel de Mathilda, uma menina de 12 anos que fica órfã até que um atirador furtivo rancoroso decide acolhê-la. É sob a sua tutela que aprende coisas sobre a sua profissão e, com isso, planeia pôr em prática os seus planos de vingança.

Listas de filmes para se perder em frente ao ecrã

  • Filmes

Faça lá as contas: 80 papéis, 19 nomeações aos Óscares, 3 vitórias. Se isto não merece um prémio de carreira, então não sabemos o que merece. A 74ª edição dos Globos de Ouro distinguiu Meryl Streep, de 67 anos, com o prémio Cecil B. DeMille. Enquanto o discurso da actriz norte-americana se tornou viral, nós fomos à procura dos seus 10 melhores filmes.    Recomendado: Os melhores filmes de Carrie Fisher

Seis filmes emblemáticos de Marilyn Monroe
  • Filmes

De "Niagara", o seu primeiro sucesso, a "Os Inadaptados", o último que completou antes de morrer, passando por "Os Homens Preferem as Loiras", eis uma escolha dos filmes mais marcantes interpretados pela loura mais carismática e sensual de Hollywood.

Publicidade
  • Filmes

Há mais quatro filmes com Robert Redford para serem estreados. A seguir, o actor não mais aparecerá na tela, já que decidiu continuar no cinema unicamente como realizador, encerrando uma longa, prestigiada e premiada carreira de actor que começou na televisão, há quase 60 anos.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade