A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
A Charlie Brown Christmas
© DR'Feliz Natal, Charlie Brown'

Os melhores filmes animados de Natal

Snoopy, o rato Mickey, o pato Donald e o Grinch, entre outros, protagonizam alguns dos melhores filmes animados de Natal

Escrito por
Eurico de Barros
Publicidade

O Natal é uma animação, em todos os sentidos. A pensar nisso, reunimos numa só lista os melhores filmes e desenhos animados de Natal. Há desde animações clássicas e tradicionais como Feliz Natal, Charlie Brown ou Um Conto de Natal do Mickey, a outras mais recentes que recorrem a tecnologia digital para contar as suas histórias, como Polar Express, dirigida por Robert Zemeckis em 2004, ou Klaus: A Origem do Pai Natal, realizado este ano por Sergio Pablos e a primeira longa-metragem de animação original da Netflix.

Recomendado: Os melhores filmes de animação para ver este Natal na Netflix

Os melhores filmes animados de Natal

Feliz Natal, Charlie Brown (1965)

“O” clássico natalício absoluto do cinema de animação, realizado por Bill Melendez (que também faz a voz de Snoopy) e escrito pelo próprio Charles M. Schulz. Charlie Brown está desiludido com o comercialismo que domina a quadra, e Lucy propõe-lhe ser o encenador da peça de Natal da escola. Destaque ainda para a banda sonora de Vince Guaraldi.

How the Grinch Stole Christmas (1966)

Outro clássico intemporal da quadra, com realização do lendário Chuck Jones e Bem Washam, seu velho “cúmplice” na animação da Warner, e baseado no livro clássico de Theodor Geisel, aliás, D. Seuss. O Grinch, um malvado eremita, quer acabar com o Natal, mas algo acontece que o faz mudar de ideias. Boris Karloff é o narrador e dá voz ao Grinch.

Publicidade

O Homem de Neve (1982)

Mais um clássico, este britânico, com realização de Dianne Jackson e Jimmy T. Murakami, escrito pelo autor de livros infantis Raymond Briggs, e narrado por David Bowie. Um menino solitário faz um boneco de neve e este, magicamente, ganha vida à meia-noite da véspera de Natal e leva-o numa viagem ao Pólo Norte, para conhecer o Pai Natal.

Um Conto de Natal do Mickey (1983)

Há toda uma série de filmes animados de Natal com as personagens de Walt Disney, mas esta versão de Um Conto de Natal, de Charles Dickens, é geralmente considerada a melhor. Mickey é Bob Crachit, Pateta é o fantasma de Jacob Marley, e, como é óbvio, o Tio Patinhas ficou encarregado de personificar o avarento e mal-disposto Scrooge.

Publicidade

O Estranho Mundo de Jack (1993)

Com produção, história original e personagens concebidas por Tim Burton, e realização a cargo de Henry Selick, O Estranho Mundo de Jack consegue meter Natal e Halloween num só filme, ser uma animação musical de terror e mesmo assim manter o espírito natalício. Tudo gira em redor do fascínio de Jack Skellington, o rei da Cidade do Halloween, pela quadra natalícia.

Polar Express (2004)

Adaptação ao cinema em animação digital, do livro infantil de Chris van Allsburg sobre um comboio mágico que transporta as crianças ao Pólo Norte, onde vivem e trabalham o Pai Natal e os seus ajudantes. Realizado por Robert Zemeckis, Polar Express foi o primeiro filme em que todos os actores interpretaram os seus papéis utilizando a tecnologia de motion capture.

Publicidade

Arthur Christmas (2011)

Chama-se Arthur Christmas e é o filho (bom rapaz, mas um pouco desastrado) do Pai Natal. E vê-se incumbido pelo pai de uma importantíssima missão natalícia que não pode de forma alguma falhar, e na qual tem a companhia do seu avô. Esta animação digital é uma co-produção anglo-americana com a participação da Aardman de Wallace e Gromit e de A Ovelha Choné.

A Origem dos Guardiões (2012)

Quando o espírito maligno Pitch lança um ataque à Terra, os Guardiões – compostos pelo Pai Natal, o Coelho da Páscoa, a Fada dos Dentes e outros ilustres do imaginário colectivo – unem-se para proteger a inocência das crianças por todo o mundo. Chris Pine, Alec Baldwin, Jude Law, Hugh Jackman ou Isla Fisher são alguns dos actores que emprestam a voz às personagens desta produção da Dreamworks nomeada para Melhor Filme de Animação nos Globos de Ouro americanos.

Publicidade

Klaus: A Origem do Pai Natal (2019)

A primeira longa-metragem de animação original da Netflix é uma fábula que pretende reimaginar a origem do Pai Natal. O filme foi realizado pelo espanhol Sergio Pablos (Gru – O Maldisposto), com Carlos Martínez López, a partir de um argumento de Jim Mahoney e Zach Lewis, e tem nomes como Jason Schwartzman, Rashida Jones ou J.K. Simmons no elenco.

Natal no grande ecrã

Os piores e mais estranhos filmes com o Pai Natal
  • Filmes

Um filme mexicano em que o Pai Natal e o mago Merlin enfrentam um demónio trapalhão; uma fita americana onde os marcianos raptam o Pai Natal; uma produção francesa na qual uma bondosa fada e o Pai Natal vão procurar os pais de um menino a África; uma comédia infantil em que um milionário amnésico se toma pelo Pai Natal. Estes são alguns exemplos de filmes com o Pai Natal que foram feitos com as melhores das intenções, mas redundaram em enormes desastres. E alguns dos que constam nesta lista são tão indescritivelmente maus, que se tornaram de culto.

Os melhores filmes de Natal para crianças... E os pais delas
  • Filmes
  • Família e crianças

A Time Out Lisboa escolheu uma dúzia de filmes irrecusáveis para esta época. Bons para os mais pequenos mas para os adultos também, pois a lista não inclui apenas cinema infantil puro e duro. Há desde produções mais recentes, como Frozen – O Reino do Gelo, de Chris Buck e Jennifer Lee, e títulos de boa memória dos 90s, como Sozinho em Casa, de Chris Columbus, ou O Estranho Mundo de Jack, dirigido por Henry Selick e produzido por Tim Burton, a clássicos tão intemporais como Feliz Natal, Charlie Brown (1965), de Bill Melendez.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade