A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
‘Sapphire & Steel’
DR‘Sapphire & Steel’

‘Sapphire & Steel’, um caso de escandalosa miopia

A série criada por Peter J. Hammond mescla enredos, situações, elementos e atmosferas de fantástico sobrenatural e ficção científica como só os ingleses sabem.

Escrito por
Eurico de Barros
Publicidade

★★★★★

“De culto” é uma das expressões mais banalizadas e desperdiçadas, nestes últimos tempos, em filmes e séries que não a merecem. Quem a merece sem pestanejar é Sapphire & Steel (YouTube), que está na íntegra, e de borla, neste serviço da net. Criada em 1979 por Peter J. Hammond para a ITV e inédita em Portugal, Sapphire & Steel durou até 1982 e mescla enredos, situações, elementos e atmosferas de fantástico sobrenatural e ficção científica como só os ingleses sabem. Joanna Lumley e David McCallum interpretam Sapphire e Steel, um duo de forças interdimensionais que tomam forma humana sempre que há irregularidades temporais, e são encarregados de as resolver. Os efeitos especiais eram então pouco sofisticados, e Sapphire & Steel confia em histórias originais, inteligentes e inquietantes, em ambientes muito bem definidos (veja-se a estação de comboios abandonada e assombrada da segunda temporada) e nos estupendos Lumley e McCallum, cada qual encarnando, pela caracterização e pelas acções, a individualidade e as qualidades das respectivas personagens, para levar a água ao seu moinho narrativo. A série teve um livro e uma versão em banda desenhada, e grita para ser descoberta, já que nenhuma televisão portuguesa a achou digna de exibição. Escandalosa miopia.

Mais críticas de televisão

Publicidade
Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade