Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Sete séries para ver no Halloween

Sete séries para ver no Halloween

Terror, drama e até comédia. Não faltam séries para ver no Halloween. Damos-lhe sete opções de géneros diferentes

Por Editores da Time Out Lisboa |
Publicidade
Stranger Things
Netflix

O Halloween mete medo. É natural, por isso, que a data seja associada ao terror. Seja nas máscaras, nas festas, nos filmes ou nos programas televisivos que vemos. Mas há outros géneros, outras séries, que também fazem sentido nesta altura do ano. Foi a pensar nisso e nos seus planos para o chamado dia das bruxas que escolhemos estas sete séries. Mais ou menos assustadoras, com ou sem piadas, são perfeitas para ver no Halloween, ou antes – e até depois. O que interessa é que valem a pena o tempo investido.

Recomendado: Os melhores filmes de Halloween, com muito terror e algum humor

Sete séries para ver no Halloween (ou no feriado que se segue)

1

American Horror Story

E o que é o Halloween sem uma boa dose de terror? American Horror Story, a série de antologia que explora o medo do sobrenatural e o terror do dia a dia, reflectindo sobre a perturbadora tendência da humanidade para praticar o mal, é a mais indicada para viver a noite das bruxas em pleno. Cada temporada da série criada por Brad Falchuk e Ryan Murphy, que antes nos tinham dado Glee, explora um novo tema.

Onde ver: A nona temporada estreia-se na Fox a 14 de Outubro

2

As Arrepiantes Aventuras de Sabrina

É mais uma adaptação moderna das histórias de banda desenhada publicadas pela Archie Comics há décadas, como Riverdale. E o criador, mais uma vez, é Roberto Aguirre-Sacasa (o mesmo de Riverdale), que também assina os comics em que esta série de inspira. Esta nova versão das aventuras da bruxinhas adolescente, interpretada por Kiernan Shipka (a Sally Draper de Mad Men), coloca o ênfase no terror – sem abdicar das preocupações adolescentes.

Onde ver: Netflix (duas partes)

Publicidade
3

Buffy, Caçadora de Vampiros

A clássica série de vampiros de Joss Whedon (com Sarah Michelle Gellar no papel principal) tinha de tudo: terror, humor, amor. E, entre caçadas a vampiros, combates contra demónios, dramas liceais e outras peripécias e aventuras que combinam que nem ginjas com o dia das bruxas, houve uns quantos episódios de Halloween memoráveis. É o caso por exemplo de Fear, Itself, o quarto da quarta temporada.

Onde ver: NOS Play (seis temporadas)

4

Crazyhead

Há séries de terror que são mais para rir do que outra coisa qualquer. E Crazyhead é disso exemplo. A história é centrada em Amy (Cara Theobold), funcionária numa pista de bowling, e Raquel (Susan Wokoma), uma inconformista, que juntas enfrentam espíritos malignos e confrontam os seus demónios. Exibida originalmente no canal britânico E4, em Portugal esta série de seis episódios é um exclusivo da Netflix.

Onde ver: Netflix (uma temporada)

Publicidade
5

Ficheiros Secretos

As teorias da conspiração têm-se tornado cada vez mais proeminentes, na cultural popular e política, ao longo dos últimos anos. Mas o fenómeno não é de agora, e serviu de mote para uma das séries mais populares dos 90s (que por coincidência regressou aos ecrãs em 2016). Ao longo de sucessivas temporadas de Ficheiros Secretos, o criador Chris Carter teceu uma complexa narrativa de conspirações governamentais envolvendo extra-terrestres, se bem que a maior parte dos episódios se centra em ocorrências paranormais desligadas da mitologia da série.

Onde ver: NOS Play (11 temporadas)

 

6

Stranger Things

A segunda temporada de Stranger Things chegou à Netflix no fim-de-semana de Halloween. E não foi por acaso. A data deu o mote para o arranque daquela temporada deste verdadeiro fenómeno mediático e de popularidade que entretanto já vai na terceira época (com uma quarta a caminho). Nostálgica e encantadora, a série leva-nos de volta para os anos 1980, com constantes citações e referências à década, dos filmes da Amblin ao terror de John Carpenter e aos retratos da adolescência de John Hughes. 

Onde ver: Netflix (três temporadas)

Publicidade
7

The Walking Dead

Zombies e Halloween fazem quase tanto sentido juntos como doces e, mais uma vez, Halloween. E é natural que se inclua pelo menos uma representação do chamado apocalipse zombie em qualquer programa televisivo para o dia (e noite) das bruxas. Neste caso, The Walking Dead, a adaptação dos populares livros de banda desenhada de Robert Kirkman que, na verdade, não versam propriamente sobre zombies (coitados, não passam de enfeites narrativos), mas antes sobre a natureza humana.

Onde ver: NOS Play e Netflix (nove temporadas), FOX (décima temporada)

Especial Halloween

Halloween (2018)
©DR
Miúdos

Brincar ao Halloween a rigor

A tradição norte-americana da "Doçura ou Travessura" está mais do que instalada e no dia 31 de Outubro não há escola em Lisboa que não celebre o Halloween. Se ainda não pensou nisso, estamos cá para o ajudar. Inspire-se na nossa lista de compras sinistra e equipe os miúdos a preceito para o Dia das Bruxas. Conte com muito preto e laranja, caveiras e fantasmas – e descanse que algumas destas peças são um bom investimento para todo o Inverno, e podem ficar no armário mesmo depois das festividades chegarem ao fim. Ora espreite a galeria acima.

Filmes, Terror

Os melhores filmes para o Halloween

Quem diz Halloween diz cinema de terror, e quem diz cinema de terror diz John Carpenter, Tobe Hooper e Dario Argento, entre outros mestres do género. Claro que é possível fazer uma lista alusiva à época mais abrangente, até com filmes para toda a família, mas não é isso que aqui se quer. Estes são os dez melhores filmes para se arrepiar no dia das bruxas e não só. Porque a noite de 31 de Outubro pede uma boa sessão de cinema de nos fazer tapar os olhos de medo.

Publicidade
Chalet Biester
©DR
Coisas para fazer

Lisboa assombrada: os espíritos andam aí

Está alguém aí? É esta a pergunta chave da ficção de terror e uma das frases a evitar em casas assombradas da vida real (nos filmes costuma ser tiro e queda). Mais vale não arriscar, mesmo que não acredite em bruxas, porque... “que las hay, las hay”, como sói dizer-se. A pensar nisso, fizemos um roteiro especial de sítios que podem ser considerados impróprios para almas mais assustadiças, do centro de Lisboa a Sintra. Mesmo que estejam cheios de gente, os fantasmas, os espíritos, vagueiam à socapa e nenhum virar de esquina é totalmente seguro.

Publicidade