A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Mês Pride
Toni Reed/ Unsplash

Livros LGBT+ para celebrar o mês Pride

Celebre o mês Pride com livros LGBT+, que representam e celebram a comunidade. Sugerimos dez para diferentes idades.

https://media.timeout.com/images/105796494/image.jpg
Escrito por
Raquel Dias da Silva
e
Clara Silva
Publicidade

Junho é mês de hastear a bandeira arco-íris. Mas, se quer apoiar a comunidade durante o resto do ano, pode começar a pensar em adicionar à estante lá de casa alguns livros LGBT+, que representam e celebram a comunidade. Para não se aventurar sozinho pelas livrarias deste país, sugerimos dez obras para diferentes faixas etárias. De histórias ficcionadas a histórias semi-biográficas ou mesmo reais, de livros infanto-juvenis até romances feministas, o difícil vai ser resistir a encher o carrinho das compras. Vai uma aposta?

Recomendado: Bola de cristal arco-íris: o que esperar de 2021

Livros LGBT+

O Jaime no Casamento
Fábula

1. O Jaime no Casamento

De Jessica Love

“O casamento é uma festa de amor.” A frase no livro infantil O Jaime no Casamento, para miúdos até aos seis anos – na verdade, até aos 99 – é uma das mais marcantes. Na imagem, duas mulheres negras, as noivas, beijam-se, enquanto Jaime e a sua nova amiga Marisol sorriem. O livro para crianças, acabado de lançar em Portugal pela editora Fábula, é um dos mais recentes de Jessica Love, autora de O Jaime É Uma Sereia, vencedor do Prémio BolognaRagazzi, na categoria Opera Prima.

Fábula. 32 pp. 14,39€.

De Bruno Horta e Helena Soares

Diz-se que António Variações era um artista à frente do seu tempo. Talvez demasiado moderno para um Portugal ainda tão cinzento e conservador. Fugaz como um cometa, deixou-nos um legado único e extraordinário que ainda hoje inspira tantos músicos e artistas portugueses. Este livro ilustrado por Helena Soares e escrito por Bruno Horta (ex-jornalista da Time Out) é resultado dessa inspiração.

Suma de Letras. 152 pp. 19,90€.

Publicidade

De Alice Oseman

Lançada no Tumblr em 2016, a série de banda desenhada de Alice Oseman virou livro em 2019 depois de uma campanha no Kickstarter, que juntou quase 70 mil euros, e deverá ser transformada numa série da Netflix em breve. A história aos quadradinhos, que acompanha a relação entre Charlie e Nick, dois adolescentes numa escola só de rapazes, já é uma saga de culto.

Cultura Editora. 288 pp. 15,95€. 

De David Ebershoff

Inspirada na história verídica do pintor dinamarquês Einar Wegener e da sua esposa americana, este romance não só dá a conhecer o primeiro transexual a submeter-se a uma cirurgia genital como retrata uma das mais apaixonantes e invulgares histórias de amor do século XX.

Porto Editora. 328 pp. 17,70€.

Publicidade

De Joana Estrela

Menino ou menina? Nem uma coisa nem outra. Com humor, sensibilidade e lápis de cera, Joana Estrela mostra como a resposta não está debaixo da roupa. O seu álbum ilustrado Menino, Menina convida os mais novos (e até os mais crescidos) a responder a várias perguntas, ao mesmo tempo que desconstrói preconceitos de género como se fosse “um ponta de lança – ou um génio da dança”, duas das figuras do livro, que celebra o respeito por todos e o direito de cada um ser o que quiser.

Planeta Tangerina. 48 pp. 12,90€.

De André Aciman

Adaptado ao grande ecrã pelo italiano Luca Guadagnino, este drama estival fala sobre o amor e a descoberta da sexualidade. No Verão de 1983, o protagonista Elio, que vive com a família numa mansão do século XVII, apaixona-se por um finalista universitário que está a ajudar o seu pai, um professor de arqueologia de renome. Pouco a pouco, começa a esboçar-se uma atracção entre ambos, vivida entre avanços e recuos movidos pela curiosidade e o desejo, mas também pelo medo de descobrirem uma intimidade rara que temem nunca mais encontrar.

Clube do Autor. 284 pp. 16€.

Publicidade

De Julie Maroh

Editado em mais de dez línguas, este premiado romance gráfico, que inspirou a também premiada longa-metragem A Vida de Adéle, aborda a homossexualidade feminina e a sua aceitação por parte da sociedade, mas também da própria protagonista. Clementine é uma adolescente de 15 anos que se apaixona por Emma, uma estudante universitária.

Geomais. 162 pp. 19,95€.

De Virgina Woolf

Publicada em 1928, esta é a extraordinária história da vida de Orlando, um jovem nascido na Inglaterra isabelina, que um dia viaja até à Turquia e acorda sem aviso num imortal corpo feminino cujo percurso acompanharemos por mais de três séculos, até à modernidade. Uma reflexão feminista sobre a sexualidade e a questão dos géneros.

Relógio D’Água. 232 pp. 16,99€.

Publicidade

De Meredith Russo

Inspirador e comovente, este romance juvenil, parcialmente autobiográfico, conta a história de Amanda Hardy, uma jovem transsexual, que muda de escola e se confronta com o receio de fazer amigos e com a hipótese de, para isso, lhes ter que contar a verdade sobre quem já foi.

Nuvem de Tinta. 264 pp. 16,30€.

Apoia a comunidade LGBT+

  • Gay

Junho é o mês Pride e o orgulho continua a festejar-se de várias formas, em Lisboa e no resto do mundo. Siga as nossas sugestões que incluem uma marcha pela Avenida da Liberdade, campanhas queer, um quiz e festas virtuais.

Publicidade
  • Gay

Há cada vez mais e melhores conteúdos para o público LGBT+ nas plataformas de streaming. Desde novidades ainda frescas como It’s A Sin ou Veneno, ambas da HBO, a clássicos modernos como Transparent, uma das melhores produções originais da Amazon Prime Video. Escolhemos oito séries LGBT+ para ver ou rever.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade