Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right As músicas românticas alternativas que precisa de ouvir

As músicas românticas alternativas que precisa de ouvir

O amor nem sempre é óbvio. Se não acredita, escute e preste atenção a estas músicas românticas alternativas

Músicas românticas
©Dennis Flinsenberg/Unsplash
Por Editores da Time Out Lisboa |
Publicidade

Já muito foi escrito sobre a temática do amor. Poesia e prosa, guiões e músicas, tudo parece conjugar-se para um ininterrupto fluxo de paixões e corações e tudo o mais que lhe couber dentro. Aqui focamo-nos na música e, nesse território, podemos perder dias a navegar em clássicos, de Al Green a Barry White, de Whitney Houston a The Supremes, até perder o rasto, até que o corpo já não aguente uma só estrofe. Mas não. Decidimos alterar o rumo e desviar-nos dos grandes lugares comuns, trazendo ao de cima algumas canções menos óbvias. São as músicas românticas alternativas que precisa de ouvir.

Recomendado: As músicas para sexo que lhe vão dar uma mãozinha

Uma foto da Time Out Magazine

A Time In Portugal já está disponível

Pode ler a última edição no conforto do seu sofá

Ler a revista

As músicas românticas alternativas que precisa de ouvir

1

"Love On Top", Beyoncé

Abrimos jogo com o amor no topo. Retirada do álbum 4, de 2011, "Love On Top" traz-nos tudo o que é preciso para dar início a uma playlist romântica: ritmo, lamechice q.b. e um alcance vocal digno de tentar acompanhar, ainda que de forma inútil. Ame. Ame intensamente.

2

"Cariño", The Marías

Se há faixa cujo título se explica a si próprio é esta. Sinta a calidez e a sensualidade da banda de Los Angeles, viaje nos acordes e no vídeo e faça coisas românticas como uma viagem inesperada, um jantar inesperado, ofereça prendas – é isso, certo? – e sirva-se desta banda sonora.

Publicidade
3

"Sidepiece", Nxworries

Anderson Paak é hoje um nome conhecido da indústria mas o projecto que desenvolveu com o produtor Knxwledge, Nxworries, pode ainda não lhe soar familiar. Aqui está, então, a oportunidade perfeita para (re)descobrir o amor a sério nesta "Sidepiece", com um beat avassaladoramente romântico.

4

"Maps", Yeah Yeah Yeahs

A faixa saltou do disco de estreia dos nova iorquinos, Fever To Tell, de 2003, e rapidamente levou corações a palpitar graças à guitarra constante e bateria pungente. E ainda que o rock possa não ser a paragem mais óbvia, esta é a prova de que boas canções de amor não precisam de todo o mel do mundo. 

Publicidade
5

"I Walk The Line", Johnny Cash

"I Walk The Line" versa sobre o amor, a redenção e o poder que uma pessoa pode ter sobre a forma como nos comportamos. E foi a carta em forma de canção que Johnny Cash deixou a Vivian Liberto, a sua primeira mulher, em 1956.

6

"Hope", Blood Orange

Há alguma coisa mais romântica do que o conceito de esperança? Certamente. Mas não deixa de encaixar bem naquilo que aqui se pretende, isto é, romantismo nem sempre significa mãos dadas e finais felizes. Separações e afastamentos à parte, Puff Daddy e Tei Shi juntaram-se a Dev Hynes para condensar esperança numa faixa de quatro minutos e meio que pode muito bem servir de consolo a quem vai passar o dia sem companhia.

Publicidade
7

"Selfish", Slum Village ft. John Legend & Kanye West

Uma equipa de luxo só podia dar um trabalho do mesmo calibre. "Selfish" surgiu em 2005 no disco homónimo dos Slum Village, que convidaram John Legend e Kanye West para os ajudarem a derreter corações.

8

"Japanese Denim", Daniel Caesar

Uma analogia entre calças de ganga e uma relação pode não ser um bom ponto de partida mas, em "Japanese Denim", tudo parece ter funcionado em nome do romantismo. Quem nunca imaginou um par de calças que aguentasse o desgaste da vida e que durasse "all my life" como Caesar aqui o canta? É o amor nos tempos modernos. Embarque nisto.

Publicidade
9

"Beautiful", Snoop Dogg ft. Pharrell

Retirada do álbum R&G (Rhythm & Gangsta): The Masterpiece, "Beautiful" é uma lindíssima parceria entre Snoop Dogg e Pharrell Williams que, no meio do Rio de Janeiro, constroem uma narrativa de adoração – e de gangsta shit pelo meio, claro. Seja como for, continua a ser um clássico para ouvir quando o ambiente aquece.

10

"Coming Home", Leon Bridges

A piscar o olho aos grandes nomes da Motown no passado, esta criação de Leon Bridges funciona bem quando o assunto é romantismo. Sim, talvez um pouco meloso, mas é o que se quer. Além disso, o arranjo compensa qualquer volta ao estômago que a letra possa causar.
Publicidade
11

"Dupond & Dupont", GNR

Rui Reininho soube sempre o que fazia musicalmente e tem vindo a mostrá-lo em mais de três décadas com o Grupo Novo Rock – isso mesmo, Grupo Novo Rock. Nesta "Dupond & Dupont", retirada de Independança, o disco de 1982, há todo um cantar de galo e uma mensagem que fica no ar sobre quem é, afinal, a pessoa que canta mal mas que o faz rumar a Lisboa. Amor avant-garde ao mais alto nível. 

12

"Warm Water (Snakehips Remix)", Banks

Da saga "este remix é melhor do que a versão original", "Warm Water" é um muito bem consigo flip de Oliver Lee e James Carter sobre a faixa da norte-americana Banks, que ganhou um lugar directo no cardápio de corações felizes. 

Publicidade
13

"Something", The Beatles

De volta ao território icónico, John, Paul, Ringo e George deram-nos esta "Something" em 1967. E a canção nunca mais arredou pé de tudo o que é romântico e bonito e necessário à existência a dois. 

14

"Orange Color Queen", Ty Segall

Estamos habituados à guitarrada desmedida, às vozes trazidas da cave, à distorção e ao lo-fi, mas Ty Segall é multifacetado o suficiente para compôr obras de cariz romântico. "Orange Color Queen", escrita para a namorada, é, por isso, um diamante na discografia do californiano.

Mais música

Cidade
©ToddDiemer/Unsplash
Música

Música para ouvir quando a noite não corre bem

Tudo o que resta, no regresso a casa depois da tempestade, é a banda sonora e um caminho a percorrer que não precisa de grandes acrescentos. A lista que se segue é a cura necessária ao vazio, uma tradução silenciosa para ouvir de fones ou no carro, em 14 pedaços que explicam muito mais do que tristeza.

Ginásio
©DylanNolte/Unsplash
Música

As melhores músicas para treinar no ginásio (ou ao ar livre)

Está numa missão de se exercitar? Uma corrida matinal parece-lhe melhor plano do que ficar pela cama a procrastinar e a pensar no sentido da vida? Aprovamos e damos uma ajuda. Reunimos alguns dos temas que fazem mexer a redação da Time Out Lisboa e atiramo-los sem pudor à lista que se segue.

Publicidade
Bang on a Can live karaoke
©Todd Reynolds
Música

As melhores músicas de karaoke para brilhar

"Ponha o microfone à frente, muito disfarçadamente." A letra é de "Playback", a célebre música de Carlos Paião, que figura nesta lista de sugestões para brilhar numa sala de gente pronta a cantar, ou tentar cantar, no karaoke. Esta é a nossa lista de sugestões para uma noite bem passada, uma lista que também ensina, mas sinta-se livre para partilhar as suas músicas favoritas para cantar no karaoke, que está vivo e recomenda-se.

Publicidade