E se só pudesse ouvir 5 músicas no Super Bock Super Rock?

Ok, é um festival, o leitor faz o que bem entender. Mas imaginemos um cenário apocalíptico, onde só podia escolher 5 músicas para ouvir no festival. Por nós, eram estas
super bock super rock
©Dario Branco Fotografia
Por Miguel Branco |
Publicidade

Perante o habitual frenesim de horários de festival, a sobreposição de artistas em palcos diferentes, há que saber ao que ir. O que aqui lhe sugerimos é outra coisa: o que aconteceria se não fosse possível escolher? O Super Bock Super Rock dava-lhe cinco hipóteses, leia-se canções, para ser feliz no Parque das Nações. Não sabemos bem se o futuro é este, mas, por via das dúvidas, já fizemos a nossa selecção.

E se só pudesse ouvir 5 músicas no Super Bock Super Rock?

Camera

Pusha T – Drug Dealers Anonymous (feat. Jay-Z)

Maravilha. Pusha T (que toca às 17.00, sexta, no palco EDP) convidou o rei Jay-Z para uma canção onde se fala de droga, do que é estar nesta vida sem que ninguém saiba. O instrumental, denso, com um loop meio aquático, é uma riqueza. Esta não pode ficar de fora.

+ Super Bock Super Hip-Hop

Camera

Slow J – Às Vezes (feat. Nerve)

Já tudo se disse sobre The Art Of Slowing Down, um dos grandes discos do ano por terras lusas, um rap sem desejo de o ser, sem se fechar numa caixa purista. Esta “Às Vezes”, com o genial Nerve, é das canções que mais soa a rap em todo o disco. E é para ouvir sempre que possível. Slow J passa pelo Palco EDP às 19.40 de sexta-feira.

Publicidade
Camera

Bruno Pernadas – Spaceway 70

Em Setembro de 2016, Bruno Pernadas editou dois discos de uma cajadada só. Vai buscar. Um deles mais pop, outro mais jazz chamado Those who throw objects at the crocodiles will be asked to retrieve them (precisamente onde consta esta “Spaceway 70”). É uma canção jazz-Verão, com flautas para a felicidade. E que não pode deixar escapar.

Camera

Future – Mask Off

Esta vem do recente disco homónimo editado por Future em Fevereiro deste ano. Entenda que tem que repetir incessantemente: “Fuck it / mask off”. Tema bastante ameno para aquilo que costumam ser os beats que dão ambiente à voz excessivamente auto-tunada de Future. Se tem que ouvir algo de Future, que seja isto. O rapper actua no Palco Super Bock (MEO Arena) sexta-feira, à meia-noite.

Publicidade
Camera

Deftones – Be Quiet And Drive

Eis uma música que quando foi editada alguns dos festivaleiros que vão marcar presença no Super Bock Super Rock ainda não tinham nascido. Os Deftones trazem ao Parque das Nações (ou ao MEO Arena, onde sobem ao palco pelas 22.00 de sábado) essa nostalgia metal ou hard-rock, estilo que se recusa a desaparecer. Felizmente. Se é para escolher uma destes senhores que seja “Be Quiet And Drive”, do segundo disco Around the Fur.  

Mais música para o Verão

festival super bock super rock 2014
Fotografia: Arlindo Camacho
Música

Concertos em Lisboa

Ninguém se pode queixar de não ter o que ver e ouvir ao vivo em Lisboa. Há música para todos os gostos e carteiras. 

Publicidade
Publicidade
Esta página foi migrada de forma automatizada para o nosso novo visual. Informe-nos caso algo aparente estar errado através do endereço feedback@timeout.com