A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
The Legendary Tigerman
© DRThe Legendary Tigerman

Viva a música: os concertos em Lisboa e os festivais de Verão a não perder

Os efeitos da pandemia continuam a sentir-se, mas a música não se cala. Fazemos um apanhado dos melhores concertos e festivais deste Verão.

Escrito por
Luís Filipe Rodrigues
e
Ana Patrícia Silva
Publicidade

Pelo segundo ano consecutivo, os principais festivais de Verão foram cancelados e os grandes músicos e grupos internacionais continuam afastados de Portugal. Mas a vida e a música continuam. Até Setembro, artistas sobretudo portugueses vão pisar os palcos de Lisboa e arredores – alguns têm discos novos para mostrar, outros apenas vontade de aproveitar todas as oportunidades para tocar ao vivo. E depois há uns quantos festivais onde os músicos nacionais mais uma vez se encontram em maioria (ou na totalidade), e duas mostras de jazz de referência com cartazes internacionais. Como dantes. Não perca estes concertos e festivais de Verão.

Recomendado: O melhor do Verão em Lisboa

É tempo de Verão

  • Compras

Está na hora de pôr as leituras em dia. Com ou sem ilustrações, em prosa ou em verso, para os pais, para os filhos ou até para a família inteira, são várias as novidades literárias para este Verão. Basta pensar no que precisa que lhe receitem. Uma boa dose de romance, de suspense ou de vida real? Há, mas não só. Entre thrillers, poesia, testemunhos reais e as pérolas de auto-ajuda de Bruce Lee, escolher não será tarefa fácil.

  • Coisas para fazer

As praias que se seguem ficam a um pulo de Lisboa. Agora é vestir o visual mais fresco, guardar a toalha e o protector solar na mala, preparar um lanchinho e escolher uma leitura de Verão ou um jogo para toda a família. Não interessa para onde vai, só que não vai para muito longe: a ideia é ir apanhar sol e dar uns mergulhos sem ter de se esforçar muito por isso. O roteiro inclui Costa da Caparica, Linha de Cascais, Sintra, Oeste, Arrábida, Tróia e Meco.

Publicidade
  • Compras

Chegar a um dos melhores jardins da cidade para montar um piquenique não é assim tão simples – aliás, pode ser, mas certamente não terá tanta pinta se pegar simplesmente no que tem na dispensa. Vá, esforce-se um bocadinho mais para assentar arraiais por esses relvados fora com aquela toalha aos quadradinhos, uns pratos catitas, jarros com torneira para evitar desastres, cestos de verga à moda antiga, guardanapos de pano e até palhinhas de massa, que estamos aqui para evitar o plástico descartável.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade