A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Rua Nova do Carvalho
©Arlindo Camacho

Web Summit à noite: roteiro para fazer bons negócios de copo na mão

Lisboa está prestes a transformar-se na meca dos unicórnios. Espreite estas propostas para fazer negócios mais ou menos regados.

Escrito por
Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Durante os dias 4 e 7 de Novembro, o verdadeiro networking acontece depois do horário de expediente. Festas várias, mais ou menos adequadas à onda das startups e das aplicações móveis, dão o mote para uma romaria de intelectuais tecnológicos (se é que esta expressão existe) à noite lisboeta. A si cabe-lhe decidir a que ritmo quer ir. Se é para fazer business, se é só para socializar e beber uns canecos enquanto pratica línguas estrangeiras. Bom, por norma, estas duas alternativas confundem-se. Vá com força. Se só quer fugir deste evento, também lhe damos o que fazer.

Recomendado: Conheça as apps essenciais para uma Lisboa mais verde

Night Summit

  • Restaurantes
  • Chinês
  • Parque das Nações

Se é noite, não pare. Esta parece, pelo menos, ser uma das máximas da componente noctívaga da Web Summit. Os pub crawls são extensíveis a todos os dias da semana, espécie de peddy-paper entre shots e pedidos de números de telefone. Pode ser um investimento, pode ser uma nova etapa para aquela ideia genial que tenta vender há dois anos. É uma marcha intelectual que vai percorrer vários restaurantes e bares do Parque das Nações, como o Tacho do Pescador, o D’Bacalhau, o Irish & Co., o Kiosk da Expo e o The Old House. Vá até a beira-mar e passe a  primeira noite do Web Summit a conhecer os “websummiters” com um cenário ribeirinho de tirar o fôlego.

  • Noite
  • Cais do Sodré

Os pub crawls continuam no segundo dia do evento. Desta vez, os empreendedores vão apropriar-se da colorida Pink Street, como gostam de lhe chamar, e de todo o Cais do Sodré. Palheta Bar, Gelato Davvero, La Puttana, Livraria Bar Menina e Moça, Pensão Amor, Roterdão Club, a Espumantaria do Cais e o MusicBox são apenas alguns dos spots sugeridos. Pessoalmente, recomendamos a caixinha de música da rua cor-de-rosa, que tem uma das mais generosas programações de concertos e estica-se noite dentro.

Publicidade
  • Atracções
  • Alcântara

Bom, já estamos a meia da semana. Se esteve presente nos primeiros dois dias de Night Summit é bem possível que esta quarta-feira seja, para si, uma sexta. Que o programa tem cara disso, lá isso tem, resta saber como é que o seu chefe lida com rostos ensonados. A coisa começa às 20.00, na LX Factory, onde terão lugar concertos (Girl Blunt, Shaka Lion e Moullinex, entre outros) que podem ser misturados com uma qualquer iguaria das três dezenas de restaurantes à volta.

Noite lisboeta

  • Bares

Não é segredo para os portugueses – ou ingleses, ou qualquer outra nacionalidade – dizer que o nosso vinho é um dos melhores do mundo e prova disso foi o galardão entregue pelo Wine Enthusiast ou a recomendação da Condé Nast Traveler. Não será de estranhar, por isso, que os bares de vinho (ou wine bars), garrafeiras e lojas da especialidade estejam cada vez mais na moda.

  • Bares
  • Cafés/bares

Quantas vezes pensou em sair de casa em busca de música? Não dizemos música para fazer o corpo abanar até que o sol nasça, mas um espaço onde beber uma cerveja e ouvir uns quantos acordes. Na lista que se segue vai encontrar as nossas sugestões dos sítios a rumar caso tenha uma vontade súbita de desligar o Spotify e ver músicos em acção.

Publicidade
Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade