A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Continente Bom Dia
©Paulo Fernandes

A antiga Garagem Liz foi recuperada e é agora um supermercado

Inaugurou na passada sexta-feira um novo supermercado onde outrora funcionou a Garagem Liz, num emblemático edifício representativo da arquitectura Art Déco.

Escrito por
Renata Lima Lobo
Publicidade

Está classificado como Imóvel de Interesse Público e agora mudou de ramo. O edifício construído em 1933 para albergar a Garagem Lyz (na altura escrevia-se assim), na Rua da Palma, é agora um supermercado Continente Bom Dia. Mas não foi uma obra simples.

Neste mesmo local funcionou o Real Colyseu de Lisboa, onde se estreou o cinema em Portugal, com aquele que foi o primeiro animatógrafo de Lisboa. Construído em 1887, esse edifício foi demolido nos anos 20 do século passado e, posteriormente, deu lugar à actual estrutura, com desenho do arquitecto Hermínio Barros e na altura propriedade da firma J. Caldas Lda. “Um interessante exemplar da arquitectura modernista de Lisboa, inserido no movimento estético-arquitectónico generalizado na década de 30, do séc. XX, muito ao gosto Art Déco, com alguns apontamentos Arte Nova”, descreve o site da Câmara Municipal de Lisboa.

No ano passado, durante as obras de transformação da antiga garagem em supermercado, foram encontradas memórias da antiga sala de espectáculos. Como noticiamos em Outubro, a obra revelou vestígios do local onde se realizavam os espectáculos de ópera e teatro, assim como restos de madeira que sobreviveram até aos dias de hoje. Achados que foram catalogados e posteriormente soterrados, com aprovação da Direção-Geral do Património Cultural, mas protegidos por uma camada de geotêxtil que os irá preservar tal como foram encontrados.

Continente Bom Dia
©Paulo FernandesPainel da nova loja

A nova superfície comercial, através do programa Missão Continente, tem uma parceria com a Refood Santo António, o Centro Social e Paroquial São Jorge de Arroios, a Sol – Associação Apoio às Criança VIH/Sida e a Animalife, que irão receber os excedentes diários desta loja. Além da responsabilidade social, o ambiente também foi uma das apostas do novo espaço, onde há dois lugares de estacionamento para veículos eléctricos, equipamentos para depósito de óleos alimentares usados, pilhas e rolhas de cortiça. A instalação de lâmpadas é 100% LED e foram instalados equipamentos de controlo e redução de potenciais consumos excessivos de água.

+ O Chafariz da Glória voltou a ter água, apesar de não se poder beber

+ O Pátio das Antigas: O restaurante onde cantaram Aznavour e Bécaud

Últimas notícias

    Publicidade