A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Bebé do ano - uma noite de concertos para arrancar 2018

Por
Luis Filipe Rodrigues
Publicidade

Isto não é uma festa de passagem de ano. Quer dizer, oficialmente até é, e o nome não nos deixa mentir. Mas não é uma daquelas festas a que as pessoas vão na última noite do ano porque a sociedade as obriga a divertirem-se. Isto é um negócio sério, uma noite de concertos que é uma reunião da família Maternidade e tanto merecia os 15 euros do bilhete (o preço sobe até aos 20 no próprio dia) a 31 de Dezembro como a 14 de Março ou outro dia qualquer.

Há três nomes que se destacam no cartaz: Luís Severo, Filipe Sambado e Vaiapraia e as Rainhas do Baile.

O primeiro, por esta altura, quase dispensa apresentações. O homónimo Luís Severo foi um dos discos mais bem-amados do ano que passou, versando sobre a gentrificação desta Lisboa e a entrada na vida adulta.

Filipe Sambado não edita desde o princípio de 2016, pelo que é provável que tenha canções novas para nos dar a ouvir. Mas não faz mal se não tiver. Vida Salgada é um belíssimo disco de pop sonhadora e com coração. Para ouvir uma e outra vez.

Vaiapraia e as Rainhas do Baile completam o trio de ataque. Trazem as canções do álbum 1755, editado há coisa de um ano. Música directa e assumidamente queer, que tanto remete para a pop dos 60s, como para a cena riot grrrl de 90s e o garage-rock actual.

E o cartaz não se esgota aqui. Há ainda concertos de Ninaz (uma das nossas apostas para 2018), de Calcutá, Jasmim, April Marmara, Lucía Vives (que se apresenta a solo, além de tocar com Ninaz e Vaiapraia e As Rainhas do Baile), Aurora Pinho, Hércules e Callaz. E DJ sets de Smuggla e Telma.

É garantido que ali para os lados de Marvila o ano vai acabar bem e começar melhor.

Musa. Dom 22.30, 15-20€.

+ 10 festas de passagem de ano em Lisboa

+ Os melhores concertos em Lisboa esta semana

Últimas notícias

    Publicidade