A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
MAAT
©Arlindo Camacho

Cinco exposições e o debate sobre a racionalidade na Trienal de Arquitectura

Por
Francisca Dias Real
Publicidade

Planos a longo prazo são sempre uma boa ideia, e se for caso disso lembre-se que a próxima edição da Trienal de Arquitectura de Lisboa acontece de 3 de Outubro a 2 de Dezembro de 2019. O tema “A Poética da Razão” foi o escolhido desta vez e pretende pôr em perspectiva a racionalidade necessária para que a arquitectura seja entendida por todos. A curadoria geral do evento está a cargo do arquitecto francês Éric Lapierre.

A 5.ª edição da Trienal, como em todas, terá uma vasta programação com conversas e muitas exposições em vários locais da cidade. É, aliás, neste ponto que as dores de crescimento se traduzem numa adição à equipa: em vez das habituais quatro exposições nucleares, em 2019 passam a cinco exposições – todas elas com respostas particulares ao tema abordado.

O MAAT- Central Tejo recebe a exposição “Economia de Meios”, com a curadoria de Éric Lapierre, que mostra como a massificação da construção afectou a arquitectura. No Palácio Sinel de Cordes estará “Beleza Natural”, comissariada por Laurent Esmilaire e Tristan Chadney, e que assenta na premissa da racionalidade da arquitectura – é nesta exposição que podem ser seleccionados projectos resultantes do concurso destinado a estudantes e a universidades de todo o mundo, que abre no dia 24 de Maio.

No Centro Cultural de Belém, a Garagem Sul será ocupada pela “Do Lado do Campo: Permacultura para Arquitectos”, que explica a estreita ligação entre a agricultura e a arquitectura. Este ano juntam-se à equação a Culturgest, com “O Que é o Ornamento?, e a Galeria Millennium com “Espaço Interior”.

E, a partir dos temas das exposições, de 28 a 30 de Novembro, tem lugar na Gulbenkian o programa Talk Talk Talk, que, traduzido por miúdos, são debates, reflexões e investigações sobre a razão estar na base da arquitectura e todos terem o direito a entendê-la sem serem necessários conhecimentos prévios especializados nesta área.

Até chegar a hora de mais uma edição, este ano pode contentar-se com as conferências do ciclo Distância Crítica da Trienal de Arquitectura, realizadas em parceria com o CCB. A próxima é já no dia 15 de Maio, com Sergison Bates, o ateliê de arquitectura convidado com moderação da arquitecta Cristina Veríssimo. Depois, o ciclo Distância Crítica só regressa a 20 de Novembro com a última conferência com o ateliê Bow-Wow.

Mais em Lisboa:

+ Open House já tem regresso marcado para Setembro

+ Próxima paragem para artistas: Alameda, Martim Moniz, Anjos e Intendente

Últimas notícias

    Publicidade