Notícias / Vida urbana

E os Prémios Valmor vão para...

E os Prémios Valmor vão para...
Armindo Ribeiro

Hoje foram distinguidos os melhores projectos de arquitectura em Lisboa entre 2013 a 2016. ETAR de Alcântara, Museu do Dinheiro, Terraços do Carmo e Capitólio são os grandes vencedores no regresso do Prémio Valmor a casa. 

Sala cheia nos Paços do Concelho. No final de tarde desta segunda-feira o Salão Nobre tornou-se pequeno para tantos ilustres arquitectos, curiosos, jornalistas, vereadores, presidentes de Junta de Freguesia, familiares e amigos. E o motivo era óbvio: o mais importante prémio de arquitectura de Lisboa regressou após um interregno de cinco anos, sendo que na última edição, em 2012, foram apenas atribuídas menções honrosas. Mas desta vez, a Câmara Municipal de Lisboa, à qual se aliou a Trienal de Arquitectura de Lisboa, não guardou qualquer prémio no bolso. Segundo a vereadora da cultura, Catarina Vaz Pinto, a ideia é mesmo que os Valmor passem a ser distribuídos anualmente, uma tarefa que poderá ser facilitada com a colaboração da Trienal de Arquitectura de Lisboa que desta vez ajudou na recolha de dados, reformulação da imagem gráfica dos materiais ou mesmo na montagem e desenho da exposição dos Prémios que pode ver nos Paços do Concelho até 3 de Fevereiro de 2018.

Pois bem, 967 obras analisadas depois, o júri desta edição atribuiu não só quatro Prémios Valmor, como nove Menções Honrosas, das quais se destacam a obra de alteração da Casa da Severa pelo arquitecto José Adrião (2013), a obra de recuperação e valorização do Teatro Romano (2014), pelos arquitectos Daniela Ermano e João Carrasco, o Museu Nacional dos Coches (2015), pelos arquitectos Paulo Mendes da Rocha, MMBB & Bak Gordon e João Ferreira Nunes, e a obra de alteração do Centro Comercial Caleidoscópio (2016), pelo arquitecto Alberto Souza Oliveira.

Fique com algumas imagens das obras que a partir de hoje são Prémio Valmor, acompanhadas do nome dos ilustres responsáveis:

2013: Ampliação da ETAR de Alcântara, incluindo a nova cobertura. Projecto de arquitectura: Frederico Valsassina, Manuel Aires Mateus e João Ferreira Nunes

 

 

 

2014: Alteração do Banco de Portugal - Museu do Dinheiro. Projecto de arquitectura: Gonçalo Byrne e João Pedro Falcão de Campos

 

 

 

2015: Alteração dos Terraços do Convento do Carmo. Projecto de arquitectura: Álvaro Siza Vieira e Carlos Castanheira

 

2016: Alteração do Cine-Teatro Capitólio. Projecto de arquitectura: Alberto Souza Oliveira

 

+ Prémio Valmor: siga o roteiro dos edifícios distinguidos em Lisboa

+ CML dá uma volta à gestão dos teatros municipais

Publicidade
Publicidade

Comentários

0 comments