A comida nhom nhom para bebés de Joana Barrios

'Nhom Nhom' é um livro de cozinha para bebés e crianças de qualquer idade que explica as receitas passo-a-passo. A autora disto tudo é Joana Barrios.
joana barrios
©Carlos Pinto
Por Inês Garcia |
Publicidade

Joana Barrios não é chef de cozinha e avisa logo na introdução do seu Nhom Nhom, um livro de “comida para crianças que todos vão querer comer”, que não tem qualquer pretensão de o ser. Escreveu este livro de receitas para bebés porque adora cozinhar – e de inventar “healthy trash food” – e para desmistificar aquela história de que as crianças não podem comer isto e aquilo. Podem, só que com uns pequenos ajustes. 

 

A post shared by Joana Barrios (@joanabarrios) on

Além de actriz, encenadora, figurinista e blogger no Trashédia, Joana é amante de comida e da arte de cozinhar. Quando foi mãe pela primeira vez e a filha começou a comer sólidos, aos cinco meses, ficou super feliz. “A Mercedes é uma excelente boca”, contou-nos quando fomos espreitar o seu frigorífico para a rubrica da Time Out “No Frigorífico de...”. Come tudo, passou por todas as fases da alimentação de uma criança e agora come coisas tão “normais” como ensopado de borrego ou açorda de bacalhau (sim, estas receitas para crianças existem e estão no Nhom Nhom).

O livro é, simplesmente, uma compilação de todas as receitas que faz diariamente para a filha, nada armado ao pingarelho. Mas, antes de pôr mãos à obra, um aviso à navegação: “A minha dose de pesquisa baseou-se sobretudo na pediatra, por isso é altamente recomendável que, acima de tudo, ouça e confie no seu, e só depois procure os livros, as pesquisas online e a sabedoria popular”, aconselha no livro. 

As receitas estão divididas por fases: as primeiras coisas que ela comeu (frutas e papas), as segundas (legumes em versão sopa cremosa), a carne, o peixe, tudo o que não é carne nem peixe, e os lanches.

"Com uma pitada de bom senso e outra de criatividade, pode fazer comida saborosa, nutritiva e simplesmente boa para o seu filho (e para si)", garante.

O livro, editado pela Bertrand, está à venda a partir desta sexta-feira por 17,70€. Não há nada a temer e damos-lhe já três receitas para testar em casa. Se mesmo assim está reticente em pôr mãos à obra, Joana Barrios vai mostrar como se faz tudo num show cooking na Feira do Livro, no dia 11 de Junho. 

 

Três receitas nhom nhom

nhom nhom de joana barrios
©Carlos Pinto

A primeira sopa

A primeira sopa de todas que Joana fez para a filha Mercedes é simples.

Ingredientes
1 batata doce pequena
1 batata branca pequena
250g de abóbora
água
1 colher de café de azeite

Preparação
1. Descasque a batata-doce e a batata branca, e retire a casca à abóbora; lave-as muito bem.
2. Corte os legumes em cubos pequenos e coloque-os num tacho.
3. Cubra-os com água e leve ao lume, em lume médio, até os legumes estarem muito cozinhados, quase desfeitos.
4. Retire o excesso de água e reserve.
5. No copo da varinha mágica, reduza-os a puré.
6. Aproveite a água para controlar a consistência do puré.
7. Antes de servir, adicione o azeite cru e volte a triturar.
8. Sirva.

nhom nhom de joana barrios
©Carlos Pinto

Nuggets de frango

Esta é mesmo boa "para quando os mais pequenos começam a comer sozinhos e a querer fazer tudo com as próprias mãos".

Ingredientes
1 cebola pequena
1 dente de alho
salsa q.b.
100g de frango picado
1 ovo
pão ralado q.b.
azeite

Preparação
1. Pique a cebola, o alho e a salsa.
2. Misture o picado anterior com a carne até todos os elementos estarem perfeitamente ligados.
3. Acrescente o ovo batido e envolva bem.
4. Com a ajuda de um par de colheres, como se estivesse a moldar pastéis de bacalhau, dê forma aos seus nuggets.
5. Passe os nuggets por pão ralado e coloque-os num tabuleiro de forno untado com azeite.
6. Leve ao forno pre-aquecido a 180º por cerca de 10 minutos, até estarem dourados de ambos os lados.
7. Sirva com o acompanhamento que preferir (são óptimos para treinar o maxilar a mastigar!).

Publicidade
nhom nhom de joana barrios

Salada de quinoa com bacalhau

Pela cor é capaz de encantar logo os miúdos - é cor-de-rosa. E é uma maneira diferente de comer o bacalhau.

Ingredientes
1 posta de bacalhau
água
sumo de limão
1 beterraba
1 chávena de chá de quinoa
um fio de azeite

Preparação
1. Coza o bacalhau em bastante água. Quando estiver cozido, escorra-o, retire-lhe as espinhas e desfie-o para um recipiente.
2. Tempere o bacalhau com o sumo de meio limão, envolvendo bem com as mãos. Aproveite para espremer o bacalhau e confirmar que não se esqueceu de nenhuma espinha. Reserve.
3. Descasque, lave e rale a beterraba para o mesmo recipiente onde colocou o bacalhau; reserve.
4. Coza a quinoa em lume brando e deixe passar mais uns minutos que os da cozedura recomendada para que esta fique bem macia. Escorra bem. 
5. Deite a quinoa no recipiente onde se encontram o bacalhau e a beterraba, envolvendo bem com uma colher de pau ou com as mãos.
6. Teste a acidez do preparado e avalie se quer juntar mais limão.
7. Regue com o azeite, envolva e sirva.

Chef em casa

Borough Market, Vegetables
Rob Greig / Time Out
Coisas para fazer

Cinco cores e cinco receitas da cozinha saudável

Os pratos querem-se coloridos e não é só porque fica melhor na fotografia para o Instagram. Diz quem sabe que um prato cheio de frutas e vegetais de todas as cores e feitios é nutricionalmente mais rico e faz melhor à saúde.

jantar supper star
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes

Um chef em casa? É para já

Passamos a vida a dizer que o que faz em casa é consigo e o que faz na rua é com a Time Out, mas desta vez decidimos meter o bedelho na sua cozinha. Para fazer um figurão entre amigos, safar um jantar de cerimónia, ou ter uma noite diferente, opte por um chef em casa. Estes fazem-lhe a papinha toda (incluindo a limpeza final). 

Publicidade
Verdejar - Cabaz de Frutas e Legumes
Fotografia: Ana Luzia
Notícias, Comida

Quando a cozinha vira farmácia

Gabriel Mateus e Inês Garcia provam que a relação entre a alimentação e a saúde é estreita e que a comida pode ser um poderoso anti-inflamatório 

Publicidade