Jozef Youssef: não há alimentos milagrosos mas há 10 que nos fazem felizes

A plataforma de entrega de comida ao domicílio da Uber fez uma parceria com o chef de cozinha experimental Jozef Youssef.
Jozef Youssef
Jozef Youssef
Por Inês Garcia |
Publicidade

É tudo discutível e o chef Jozef Youssef assume logo que não há alimentos milagrosos. O criador do Kitchen Theory, um projecto gastronómico colaborativo que explora os elementos multi-sensoriais da comida e do acto de comer propriamente dito, garante porém que existe uma “clara correlação científica entre os alimentos que ingerimos e o nosso humor”.

O estudo, feito também com base nos pedidos na aplicação UberEats, mostra que pizza é a comida mais vezes pedida (49%) para aumentar os níveis de felicidade, seguida por bolos e sobremesas (34,30%) e hambúrgueres (32,70%).

Youssef não é fundamentalista e admite até a ingestão de hidratos de carbono – desde que com conta, peso e medida.

Alimentos crocantes e difíceis de mastigar, juntamente com alimentos ricos em antioxidantes, como abacate, manga, mirtilos e figos, podem prevenir e aliviar os níveis de stress; alimentos verdes como os vegetais acalmam-nos, enquanto os alimentos amarelos como as bananas, nos trazem uma sensação de felicidade; alimentos ricos em nutrientes como o peixe ajudam-nos a enfrentar um dia agitado no trabalho. Já os alimentos como o frango, a carne vermelha, chocolate e amendoins são ricos em triptofano, têm um tipo aminoácido que aumenta a serotonina "o neurotransmissor" que nos faz mais feliz, e por isso devem ser ingeridos.

Em entrevista à Time Out, tentámos perceber se há alimentos que nos podem deixar histéricos. Mas antes, uma lista dos dez principais alimentos da felicidade:

  1. Batata doce - vibrante em cor e sabor, é um delicioso amido complexo, benéfico para a produção de serotonina, também conhecido como neurotransmissor de "felicidade".
  2. Salmão - outro alimento com cores vibrantes, muito amado pela sua textura e sensação amanteigada, o salmão é rico em ácidos ómega-3, benéfico para o nosso cérebro.
  3. Couve - crocante e terrosa, couve é outro amido complexo que também é bom para a produção de serotonina.
  4. Bananas – as bananas são ricas em antioxidantes, vitaminas e alimentos probióticos que ajudam na digestão - o que afeta, e muito, o humor!
  5. Mirtilos - estas pequenas bagas vibrantes contêm antioxidantes especiais chamados flavonoides carotenoides e ainda outros compostos antioxidantes como vitamina A, C, E, selênio, zinco e fósforo.
  6. Carne vermelha: uma excelente fonte de triptofano que é essencial na produção de serotonina e fornece uma série de nutrientes essenciais, como proteínas, zinco e vitamina B12.
  7. Manga: com a pele da cor da luz solar, suave ao toque e com um aroma doce e intoxicante, a manga está cheia de antioxidantes, vitaminas e minerais.
  8. Chocolate: um prazer prebiótico e antioxidante conhecido por pôr um sorriso na cara da maioria das pessoas.
  9. Nozes: coincidentemente com forma de cérebro, sabe-se que as nozes são altamente benéficas para um dos principais órgãos do corpo humano. Para além de conterem antioxidantes, são cheios de vários outros compostos neuroprotetores, como vitamina E, folato, melatonina e ómega-3.
  10. Kimchi: ardente tanto em sabor quanto em cor, o kimchi é um alimento prebiótico e as bactérias do ácido lático formadas durante a fermentação do kimchi podem também ajudar o corpo a acabar com os pesticidas

Recomendado: As melhores entregas ao domícilio em Lisboa

Entrevista a Jozef Youssef

1
Camera

Qual é a diferença entre a comida que nos faz bem e a que nos faz felizes?

Os alimentos destacados nesta pesquisa têm níveis elevados de serotonina, um neurotransmissor feliz, rico também em triptofano, um tipo de aminoácido que se encontra na maioria dos alimentos ricos em proteína e não só aumenta a serotonina como é um elemento-chave para o bom funcionamento do cérebro. Antioxidantes como as vitaminas C, E e beta-caroteno, e flavonóides como a quercetina e antocianina (encontrados, por exemplo, nas bagas pretas), ajudam a prevenir e a reparar o stress. Dito isto, de uma maneira geral, uma dieta com alimentos saudáveis vai, em última análise, fazer a pessoa sentir-se melhor e, por conseguinte, mais confiante, feliz e energético.

2
Camera

Cientificamente há alimentos que melhoram o humor, certo, mas as pessoas vão comê-los propositadamente?

Só podemos esperar que ao fornecer este tipo de informações às pessoas, elas possam fazer escolhas alimentares mais conscientes, enquanto parte de uma dieta variada. A variedade é a chave e, com base nesta pesquisa, aumentar a ingestão destes alimentos por um período prolongado enquanto se mantém uma dieta variada, vai melhorar o nosso humor.

Publicidade
3
Camera

Por exemplo, a couve. Há realmente alguém que a coma tendo em mente que se vai sentir melhor?

Esperemos que não. Não há nenhum ingrediente que nos faça sentir melhor por si só nem vai saciar-nos. A nossa satisfação com a comida está associada à variedade e sabor. Daí a necessidade da variedade. Como com a maioria das coisas na vida, a variedade introduz um elemento de excitação em qualquer actividade. Muitos de nós retiramos grande prazer de comer comida deliciosa de todo o mundo.

4
Camera

Comendo isso, é possível ficarmos histéricos de tanta felicidade?

Não, mas não seria óptimo?

Publicidade
5
Camera

Isso depende do estado espírito ou do dia?

Os efeitos da ingestão de todos estes tipos de alimentos nem sempre são imediatamente assimilados – estudos têm mostrado que os alimentos que comemos hoje, bons ou maus, podem demorar um a dois dias a afectar o nosso humor.

6
Camera

Qual foi o dado mais curioso que já descobriu durante o seu estudo da cozinha experimental?

Que não há alimentos milagrosos.

Publicidade
7
Camera

Que tipo de cozinha desperta mais sentimentos no ser humano? Também depende de pessoa para pessoa?

A nossa cozinha será a que agrega mais sentimentos, por nostalgia, memórias ou familiaridade. A comida de conforto, como lhe chamamos, varia de pessoa para pessoa. Normalmente são preparadas de uma maneira simples e tradicional e tendem a ter esse apelo sentimental ou talvez um contexto cultural, daí a importância que damos a algumas refeições especiais, como o Natal.

Comida de conforto para todos em Lisboa

tripas do dom feijão, tema  526
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes

O melhor da cozinha tradicional portuguesa em Lisboa

Demos uma volta ao país sem sair da cidade e reunimos uma colecção de grandes exemplares da cozinha tradicional portuguesa, região por região, servidos nos restaurantes de Lisboa. É muito provável que a sua comida de conforto esteja aqui. Esta é a nossa zona de conforto. 

Groundburguer - Hamburguer
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes

Os melhores restaurantes de comfort food em Lisboa

Há dias em que não há salada, prato com nome francês ou comidinha da avó que nos valha. Deprimido, ressacado ou só a precisar de repor os níveis de gordura no organismo? Então dispense as grandes redes de restaurntes de fast food e rume a um destes três restaurantes de comfort food para devorar hambúrgueres, salsichas e batatas fritas. No final da refeição, o mundo vai parecer-lhe um lugar muito melhor. 

Publicidade
Esta página foi migrada de forma automatizada para o nosso novo visual. Informe-nos caso algo aparente estar errado através do endereço feedback@timeout.com