A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Livro, Vinhos, 100 Grandes Vinhos de Portugal, Maria João de Almeida
©DR100 Grandes Vinhos de Portugal, Maria João de Almeida

Oito livros de cozinha para se tornar o mestre da culinária

Juntámos oito livros de cozinha editados no último ano para aumentar a sua sabedoria gastronómica ou dar asas à criatividade.

Escrito por
Cláudia Lima Carvalho
Publicidade

Livros nunca são demais, especialmente se forem daqueles cheios de receitas e dicas para a cozinha. Não precisa de ser um especialista de avental posto para se aventurar nos tachos – há formas simples de se iniciar na cozinha, receitas fáceis e rápidas que garantem brilharete na hora de chamar para a mesa. Se não é tão dado à prática, mas é um interessado na matéria, foram editados nos últimos meses livros que são verdadeiras relíquias da gastronomia. Histórias para aumentar a sua sabedoria gastronómica, dicas para mudar de regime alimentar ou simplesmente ideias para dar asas à criatividade e cozinhar cada vez mais e melhor. À procura de uma sugestão para livros de cozinha? Deixamos-lhe oito dicas.

Recomendado: Cinco livros de cozinha acabados de sair do forno

Ler, cozinhar, comer

De Maria de Lourdes Modesto

Mestre e figura incontornável da gastronomia portuguesa, Maria de Lourdes Modesto reflecte sobre as heranças da cozinha tradicional, relembrando sabores da sua infância e partilhando um conjunto de receitas com história.

Oficina do Livro. 196 pp. 21,90€

De Casal Mistério

A dupla enigmática que assina como Casal Mistério está de regresso com um novo livro. São 101 Receitas Que Tem de Provar Pelo Menos Uma Vez na Vida, e junta ideias para brunches, almoços, jantares e sobremesas – incluindo ainda um caderno de notas para aqueles que se aventurarem de avental posto.

Planeta. 256 pp. 19,90€ 

Publicidade

De Filipa Gomes

Parece aqueles livros de notas antigos onde as nossas avós guardavam todos os segredos da sua cozinha. Filipa Gomes criou um Diário de Receitas, cheio de páginas em branco à espera de serem preenchidas. É para ser personalizado logo desde a capa. Além disso, traz algumas notas muito úteis (medidas e conversões, utensílios obrigatórios na cozinha e receitas básicas). 

Casa das Letras. 170 pp. 15,90€

De Nuno Alves Caetano

Nuno Alves Caetano é neto da autora de O Livro de Pantagruel, considerado por muitos como a bíblia da cozinha portuguesa, editado em 1946 e actualmente na 80.ª edição. Aqui, reúne 170 receitas escolhidas por Bertha Rosa-Limpo (1894-1981) para entrarem posteriormente numa nova remodelação do livro, que acabou por não acontecer. Quando preparava o que poderia ser uma nova edição, o neto decidiu antes editar este livro de doçaria. 

Casa das Letras. 224 pp. 18,90€

Publicidade

De Rita Nascimento

Rita Nascimento, gulosa assumida, é especialista em doces. Fez um curso superior de pastelaria em Espanha, onde acabou por trabalhar em vários restaurantes e pastelarias. Viveu ainda nos Estados Unidos, Itália e Reino Unido e foi coleccionando experiências gastronómicas. Voltou a Portugal em 2007 e em 2014 criou o canal de YouTube La Dolce Rita, onde apresenta receitas bem docinhas. Hoje, além de dar cursos de pastelaria, tem vários livros editados. À Dentada é o mais recente e reúne 75 receitas de bolachas. 

Arte Plural Edições. 184 pp. 16,60€

De Maria João de Almeida

Há livros que são muito mais do que isso. É o caso deste, que é também um belo objecto de decoração. Através de uma selecção de brancos, tintos e espumantes, e até de alguns rosés, a jornalista e crítica de vinho Maria João de Almeida dá a conhecer as histórias de produtores nacionais, explicando os diferentes métodos de produção. Foram horas de provas e conversas para chegar aos 100 grandes vinhos de Portugal.

Zest – Books for Life. 216 pp. 70€

Publicidade

De Luísa Avellar

Há já uns anos que Luísa Avellar se tornou profissional a reunir à mesa uma série de comensais. É Luísa quem vai às compras e prepara tudo, muitas vezes contando com a ajudar dos seus convidados. À mesa, as conversas andam, claro, à volta da cozinha, enquanto se conforta o estômago com comida feita por Luísa. O livro não é sobre isso, mas também pode ser, uma compilação de receitas e histórias de mulheres que viveram outros tempos – tudo adaptado aos dias de hoje. 

Casa das Letras. 248 pp. 23,90€

De Joana Barrios

Ou sim ou sopas? Para Joana Barrios sim e sopas. A mulher dos mil afazeres editou o seu terceiro livro de receitas, este dedicado inteiramente às sopas. O objectivo é mostrar-nos não só que a sopa é fixe, mas também o mundo que há para lá da sopa de legumes – da boa açorda ao ensopado de borrego. O livro termina ainda com o capítulo “Vai bem com Sopa”. Está lá o pão – sem receita, mas com a recomendação do Isco, a padaria-restaurante de Natalie Castro em Alvalade –, está lá o croquete, e o pastel de bacalhau.

IN. 144 pp. 16,99€

Ideias para meter as mãos na massa

  • Coisas para fazer

Se há criação gastronómica consensual, em matéria de gosto, entre grande parte da população mundial, poder-se-á dizer que é a pizza. Não é fantástico como um pedaço de farinha, sal e água amassado, levado ao forno com demais ingredientes, causa tanta felicidade no palato de quem prova? Retenha isto: com a pizza não se brinca. E recorrer às opções congeladas não conhece perdão. Para não cair na tentação do caminho mais fácil e menos prazeroso, falámos com três dos melhores pizzaiolos de Lisboa e pedimos-lhes as suas receitas para que, em casa, possa aventurar-se neste mundo delicado. 

  • Coisas para fazer

Nada substitui um pão acabado de sair do forno. A satisfação de levar à boca um espécime ainda a fumegar, particularmente inundado em manteiga derretida, ou de o fazer percorrer um prato à procura de um molho saboroso, não tem precedentes. A pensar em todos os que anseiam por pão que lhes encha as medidas, ou nos que se têm detido na tentativa de uma experimentação caseira mais arrojada, pedimos ajuda a quem sabe para que, no conforto do lar, possa fazer o seu pão caseiro. 

Publicidade
  • Coisas para fazer

Se é apreciador de cafeína, mas não se contenta com o café de máquina das grandes marcas no mercado, há uma alternativa simples que pode alegrar-lhe os dias nestes tempos de pandemia. Existem, na cidade, várias lojas de café de especialidade e torrefactoras que tratam os grãos de café com a devida responsabilidade e delicadeza. Fomos falar com especialistas e baristas que partilharam connosco a arte de bem-tirar um café, as suas técnicas e diferentes receitas. 

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade