Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Receita de cheesecake lima-limão com calda de morangos

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme sempre antes de sair de casa.

Martilicious
©Marta Ferreira

Receita de cheesecake lima-limão com calda de morangos

Todas as semanas, Marta Ferreira, a food blogger Martilicious, dá-lhe uma receita para testar lá em casa.

Por Marta Ferreira
Publicidade

Ingredientes da base (para uma forma de 23 cm)

1 chávena de tâmaras sem caroço
1/3 chávena de sementes de girassol
1/3 chávena de sementes de abóbora
1/3 chávena de amêndoas com pele
1/4 chávena de coco ralado
2 colheres de sopa de óleo de coco derretido
1 pitada de sal

Colocar todos os ingredientes no processador e triturar até ficar um granulado. Gosto de deixar alguns pedaços de frutos secos mais inteiros para ficar mais crocante.

Forrar a forma de cheesecake e calcar bem a base com os dedos de forma a ficar uniforme e guardar no frigorífico. Mesmo usando uma forma antiaderente, aconselho a forrar a base com papel vegetal para ser mais fácil desenformar.

Ingredientes do recheio 

3 chávenas de caju cru demolhado durante a noite (ou no mínimo 4 horas)
Raspa de 1 limão e 1 lima
1/3 chávena de sumo de lima
1/2 chávena de sumo de limão
1/2 chávena de geleia de arroz
1/2 chávena de óleo de coco derretido (não quente)
4 colheres de sopa de leite de coco – utilizar só a parte branca (1 lata refrigerada no frigorífico pelo menos 4h)
1/4 de vagem de baunilha (só as sementes)

Colocar os ingredientes no processador e triturar até ficar com a consistência de um creme (quanto mais potente o processador melhor). Caso a mistura não esteja cremosa acrescentar um pouco mais de leite de coco.

Deitar o creme por cima da base e levar ao frigorífico durante pelo menos 4 horas ou até à hora de servir.

Pode variar os sabores substituindo a lima e o limão por manga, morangos, mirtilos, framboesas, ou até servir simples.

Ingredientes da calda 

200 g morangos
1/3 chávena de geleia de arroz
2 tâmaras medjool
Sumo e raspa de 1/2 limão

Colocar todos os ingredientes no liquidificador e triturar até ficar cremoso. Parar algumas vezes para ir raspando dos lados. Guardar no frigorífico até servir.

Na hora de servir, deitar calda sobre cada fatia e colocar no topo um morango fresco.

Receita Martilicious

Lisboa doce

Time Out Market - O Prego da Peixaria
Inês Félix

Três receitas do Time Out Market Lisboa fáceis de fazer em casa

Restaurantes

Dentro do Time Out Market há uma escola de cozinha para aprender pratos de várias gastronomias – pode ir consultando a agenda aqui – mas se ficou com a pulga atrás da orelha quando foi comer a um dos restaurantes do food court e até dá dá um pezinho na cozinha lá de casa, descubra aqui três receitas fáceis (relativamente, vá) de fazer em casa.

Dacquoise
©Manuel Manso

Onze pastelarias com fabrico próprio em Lisboa

Restaurantes

São das melhores coisas da cultura urbana e gastronómica portuguesa. E Lisboa está recheada a pastelarias, só que nem todas são as autoras das delícias que apresentam nas montras e ao balcão. A arte do fabrico próprio deixa a salivar muitos locais e visitantes e entrámos em algumas das casas que representam uma verdadeira tentação para os mais gulosos. Portanto, não deixe para amanhã o que pode fazer hoje, aproveite o pequeno-almoço, o lanche ou  qualquer hora do dia para ir experimentar as especialidades destas onze pastelarias com fabrico próprio. Prepare-se para sair de barriga cheia. 

Publicidade
Isco - Pain au Chocolat
©Manuel Manso

Três sítios para comer pain au chocolat

Restaurantes Pastelarias

Por mais que sejamos grandes defensores da nossa boa pastelaria e doçaria conventual portuguesa, a verdade é que não dispensamos um bom croissant francês para pequenos-almoços ou lanches, em versões salgadas ou doces. O pain au chocolat, conhecido em Portugal como napolitana, é um tipo de massa folhada doce, em forma quadrada, com um (ou mais) pedaços de chocolate negro no centro. Pode, e deve, ser comido a qualquer hora do dia, frio ou, pedindo com jeitinho, aquecido ligeiramente para derreter o chocolate do recheio. Faça já o roteiro para os lanches de Natal e descubra onde comer pain au chocolat nestes cafés ou pastelarias em Lisboa.  

Mousse de Chocolate - Cacué
©Manuel Manso

Três sítios para comer mousse de chocolate

Restaurantes

É a sobremesa caseira mais segura em todas as festas de aniversário e jantares de família ou amigos. Mas fora de casa, a coisa pode complicar-se. Antes de mais nada porque é facilmente comparável com a da avó, da mãe ou da tia, depois porque os níveis de cacau do chocolate variam facilmente e há quem goste dela mais intensa ou mais cremosa e consistente, outros preferem chocolate com menos percentagem de cacau ou com cheirinho. Nestes três restaurantes em Lisboa, a mousse de chocolate é servida como deve ser. Perfeita para um final de refeição guloso. 

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade