A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Arcádia
DR

Oito sítios para comprar amêndoas em Lisboa

Não falham na mesa de Páscoa, mas há quem as queira ter por perto durante todo o ano. Descubra onde comprar amêndoas em Lisboa.

Escrito por
Inês Garcia
Publicidade

Algumas são valores seguros que encontramos nas prateleiras todo o ano, outras voltam a dar um ar da sua graça no período de Quaresma, para açambarcar sem vergonha e comer todas as que quisermos para matar saudades. Das clássicas drageias de licor que não falham na mesa pascal dos avós, às caramelizadas ou cobertas com chocolate, sem esquecer as novas novas criações com sabores exóticos e outras conjugações mais improváveis, fizemos uma selecção dos sítios para comprar amêndoas em Lisboa. Para oferecer ou encher uma (ou várias) tacinhas e fazer a sua própria avaliação. 

Recomendado: Os melhores sítios para comprar folar de Páscoa em Lisboa 

Oito sítios para comprar amêndoas em Lisboa

O Grão de Cacau
DR

O Grão de Cacau

O menu pascal de Carolina Ribeiro tem ovos, grandes e pequenos, broas castelares, pavlovas com ninhos de ovos no topo, folares e, claro, amêndoas caramelizadas artesanais. À escolha tem as pink praliné, cobertas com uma camada de açúcar rosa, bem crocantes (5€), ou as de chocolate, levemente caramelizadas e envolvidas com chocolate de leite e polvilhadas com açúcar e cacau em pó (7€). Ambas as opções se vendem em saquinhos de 200 gramas. Pode encomendar através do Instagram (@ograodecacau) e, caso viva no concelho de Lisboa, pedir a entrega ao domicílio (com uma taxa extra) ou pedir o envio via CTT. 

  • Compras
  • Chiado

É o clássico dos clássicos. As tabletes, bombons e línguas de gato de chocolate são referências mas, a montra da Arcádia ganha outro fulgor na Páscoa e a culpa é das drageias de licor, bem coloridas, que o fundador Manuel Pereira Bastos trouxe de Paris na década de 40. Fundada em 1933, a Arcádia vai já na quarta geração familiar e mantém a produção própria e capricha sempre por esta época com uma receita que ainda é o que era: as drageias são pintadas à mão uma a uma pelas chamadas bordadeiras e demoram cerca de dois meses a estar prontas – nos anos 40 e 50, chamavam pessoas de Belas-Artes para as pintar. Há em forma de bebés, legumes, frutos ou manjericos e estão disponíveis em caixas premium, frascos, caixotes e sacos de 250 ou 500 gramas (a partir de 9,50€). Além destas, há as tradicionais amêndoas de chocolate, baunilha, lilás, torradas, caramelizadas ou as sem açúcar. Em 2021, acrescentaram os sabores de amêndoas de café, creme de avelã e coco (a partir de 6,25€). A loja online está carregadinha de promoções e packs especiais com um mix de todas as amêndoas da casa, portanto é só ir espreitar (a partir de 25€ os portes são gratuitos). Até 3 de Abril, a taxa de entrega também é gratuita nas apps Glovo e Uber Eats.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Chiado

Aquece-nos o coração e o estômago o ano todo com mimos de freira, cornucópias, pudins de São Bernardo, torrões reais, queijinhos do céu, coroas de abadessa ou castanhas de ovos mas chega a Páscoa e são os folares tradicionais com ovo que se impõem. A par disso, há as amêndoas artesanais cobertas com chocolate de leite, branco, morango, cacau, citrinos, chocolate branco e coco, caramelizadas ou de pistácio. Vendem-se ao peso, em sacos de um só sabor ou combinados. Pode encomendar e levantar o pedido na loja do Chiado ou no corner da Alcôa no El Corte Inglès.

Urban Foods
DR

Urban Foods

A contínua insatisfação com a falta de opções equilibradas e saborosas levou Maria Villas-Boas a criar uma marca com snacks para diferentes momentos e necessidades do dia que resolvesse o “dilema da batata frita”. Há várias opções salgadas e doces, todas 100% naturais, sem aditivos, vegan, sem glúten e livres de OGMs e esta Páscoa fizeram uma edição limitada de amêndoas, para comer sem culpa: as caramel almonds, onde trocaram o amendoim de um dos snacks mais vendidos pela amêndoa, cobertas com sementes de sésamo. Estão à venda na loja online em packs de dez (17,90€).

Publicidade
  • Restaurantes
  • Baixa Pombalina

A marca de chocolates artesanais nascida no Porto chegou em regime de franchising a Lisboa em 2013 e por cá se manteve até 2019, a inebriar transeuntes com o aroma a cacau. Fechou e reabriu com loja própria em 2020, na Rua da Prata.  Têm amêndoas torradas cobertas com chocolate negro e chocolate de leite, ou com sabores variados como menta, lima, laranja, café ou frutos vermelhos. É só escolher. Para celebrar a Páscoa, têm ainda outras opções como ovos de chocolate. Pode encomendar online.

Vieira
DR

Vieira

A história desta marca começa em 1943 em Vila Nova de Famalicão, com a produção própria de bolo-rei e pão-de-ló. Foi crescendo e expandindo a área de actuação com bolachas, rebuçados e as míticas amêndoas. Em 2021, impulsionada pela pandemia, lançaram a loja online com todos os clássicos da marca e a edição especial de amêndoas de chocolate e caramelo gold. Estão lá também as amêndoas de chocolate branco com flocos de maracujá, de chocolate ruby, chocolate branco com café, chocolate negro e laranja, chocolate branco com flocos de framboesa, entre outras. Os preços começam nos 2,79€.

Publicidade
  • Compras
  • Chocolates e doces
  • Carnide/Colégio Militar

É o paraíso para qualquer sugar junkie e é especialista em edições limitadas, adaptadas à estação do ano, por isso não é de estranhar os ovos e coelhos de chocolate que por esta altura há nas prateleiras. Há amêndoas cobertas com chocolate de leite, negro, branco ou com caramelo salgado, torradas, com sabor a tiramisú, canela, mascarpone, com chocolate de leite e especiarias, bem como drageias com licor de ovo, whisky e caramelo ou gin. Pode comprar ao peso ou em saquinhos com misturas, alguns com embalagens temáticas para a Páscoa. Na loja online ou através da Glovo e Uber Eats.

Pedaços de Cacau
DR

Pedaços de Cacau

A loja online da Praça, o projecto do Hub Criativo do Beato que há-de chegar ao espaço físico, continua a sua aposta em produtores portugueses e por isso tem na oferta de Páscoa folares de Olhão, ovos de chocolate ou as amêndoas artesanais da Pedaços de Cacau, sem corantes nem conservantes e cacau proveniente de práticas sustentáveis. Existem nos sabores de caramelo salgado, chocolate com canela e chocolate com framboesa (5,90€). As entregas são feitas na Grande Lisboa, Sintra, Cascais, parte da Península de Setúbal de segunda a sexta-feira entre as 10.00 e as 22.00 no serviço “Praça Entrega”. Há ainda o serviço Praça Express que garante a entrega no próprio dia em apenas três horas.

Tudo o que precisa para a Páscoa

  • Restaurantes

A tradição de oferecer ovos na Páscoa já é antiga mas o mundo mudou e se no início dos tempos se limitava a oferecer ovos de galinha coloridos, agora as estrelas da Páscoa não servem só para estrelar. Pode manter a tradição e enfeitar a mesa mas também pode cair em tentação (e deve, que a restrição tem sido tanto que o melhor é valorizar-se). Dos ovos de chocolate ocos que enchem as prateleiras dos supermercados nesta altura do ano aos bem recheados – os de comer à colher pegaram forte em Portugal, numa tradição vinda do Brasil onde os recheiam bem com brigadeiro cremoso ou doce leite. Há quem diga, porém, que estes apareceram por culpa do Rei-Sol, que durante uma caça ao ovo nos jardins do palácio, viu uma criança entristecida por apanhar um ovo partido e terá recheado com frutos a metade partida, mas isso são outros quinhentos. Chegados a 2021, há muito negócio português a dar tudo nos ovos e nós estamos cá para o encaminhar para a tentação. O desconfinamento e o exercício ao ar livre vem depois.

  • Restaurantes

Se não está preparado para passar o dia de volta da cozinha nesta Páscoa, mas quer manter a tradição à mesa, mais vale apoiar os restaurantes que se preparam para abrir portas por estes dias. É um dois em um: uma maneira de os ajudar a retomar a actividade supensa por tantos meses e desligar-se um bocadinhos dos dias consecutivos a cozinhar o almoço e o jantar. Em take-away ou para entrega em casa, com clássicos da época como o cabrito assado, os folares ou outras comidas de tacho e de conforto para a quadra pascal, estes restaurantes fazem-lhe a papinha toda. Literalmente.

Publicidade
  • Restaurantes

Borrego, cabrito, ovos, amêndoas e outros docinhos típicos de várias zonas do país. Mesmo longe da família, cumprindo as normas do Estado de Emergência, a equipa Time Out está fisgada em manter a tradição pascal e incentivá-lo a fazer o mesmo. Folheámos os livros de receitas antigos das nossas famílias para descobrir pratos caseiros para a Páscoa. Trate de pedir receitas ou siga as nossas à risca. Quando pusermos mãos à obra, vamos deixar pais, tios e avós orgulhosos – não se esqueça de ligar em videochamada (com estas apps faz a festa) para mostrar o resultado final e passar a consoada pascal em família. 

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade