folar jumbo
Fotografia: Arlindo Camacho

Três receitas de folar de Páscoa para fazer em casa

Três chefs portugueses partilham as receitas de folar de Páscoa de família: duas doces, uma salgada.

Publicidade

Pensa-se muito no folar como um doce, mas dependendo da região e das tradições de família, o folar da Páscoa também pode ser salgado. Basta lembrar, por exemplo, o folar transmontano, um folar salgado, recheado com várias carnes. Já nos folares doces, destacam-se os ovos cozidos no topo (diz a tradição que simbolizam um novo começo). Se gosta de meter as mãos na massa, aventure-se com estas receitas de folar de Páscoa, sugeridas por quem melhor conhece a cozinha: os chefs. Com raízes e origens diferentes, desafiámos três chefs a partilharem as suas receitas de folar de Páscoa – o resultado são dois folares doces e um salgado..

Recomendado: As melhores chocolatarias em Lisboa

Receitas de folar de Páscoa

Receita de Tiago Bonito, chef do Éon, do Palecete Severo (a abrir em breve)

A receita de folar de Páscoa de Tiago Bonito – antigo chef do Largo do Paço, com uma estrela Michelin e que agora está no Éon, o novo restaurante do Palacete Severo, no Porto, que abrirá em breve – é da mãe e tem uma data de memórias associadas. É doce e o ovo no topo não falha.

Ingredientes para a massa
500 g de farinha 55
125 g de açúcar
3 ovos
100 g de manteiga
100 ml de leite meio gordo
20 g de fermento de padeiro
1 limão
1 laranja
1 colher de café de canela moída
erva doce moída q.b. 
3 g de sal fino

Ingredientes para os ovos cozidos
2 ovos
casca de cebola q.b.
1 ovo para pincelar

Preparação
1) Misturar a farinha com o açúcar, fazer um monte e abrir um buraco no centro para colocar o leite, raspa da casca de limão, laranja, canela, erva doce moída, sal, manteiga e os ovos.
2) Envolver os ingredientes de dentro para fora até formar uma massa e aí amassar bem durante 5 minutos.
3) Juntar o fermento e continuar a amassar mais cinco minutos até a massa ficar bem homogénea e dar para fazer uma bola.
4) Deixar a massa numa taça tapada e deixar levedar entre seis a oito horas, de preferência no frio.
5) Cozer os ovos com a casca de cebola durante 10 minutos.
6) Retirar a massa do frio e enrolá-la em forma de uma bola. Deixar um pouco da massa de parte para fazer umas tranças com os ovos cozidos.
7) Colocar a bola de massa num tabuleiro com papel vegetal, polvilhada com farinha.
8) Tapar a massa com um pano e deixar levedar três horas.
9) Colocar os ovos cozidos no centro da massa. Pegar na restante massa reservada, dividi-la em quatro partes e esticar em tiras para colocar em volta dos ovos. Deixar levedar mais uma hora tapado com um pano.
10) Pincelar o folar com ovo batido e levar a cozer no forno a 170 ºC durante 16 minutos.

Dica: amassar a massa à noite para deixar a levedar durante a noite. Desta formas pode cozer o bolo durante o dia e provar o folar ainda quente.

  • Global
  • Chiado/Cais do Sodré

Fábio Alves, do Suba, no Verride Santa Catarina, sugere um folar recheado com enchidos. 

Ingredientes
1 kg de farinha
12 ovos
100 g de manteiga
150 g de banha de porco
30 g de azeite
30 g de fermento de padeiro
Sal q.b.
5 ml de aguardente
300 g de presunto
200 g de linguiça
200 g de salpicão

Preparação
1) Colocar os ovos em água morna, derreter a manteiga e a banha e dissolver o fermento com um pouco de água morna, juntamente com a aguardente.
2) Num recipiente, colocar a farinha, fazer uma cavidade e adicionar o fermento, a banha e a manteiga, envolver tudo e, por fim, adicionar os ovos.
3) Polvilhar uma bancada com farinha e deitar para lá o preparado.
4) Amassar e trabalhar de uma forma energética a massa, polvilhando com farinha se necessário.
5) Quando a massa já não se agarrar à bancada nem às mãos, está pronta.
6) Colocar o forno a 50 ºC e colocar lá a massa a levedar, tapada com um pano, por aproximadamente 1 hora e 30 minutos (o ideal do ponto de levedura é a massa crescer o dobro do tamanho inicial).
7) De seguida, dividir a massa em duas partes iguais, esticar com a mão, juntar os enchidos cortados em cubos, enrolar a massa, colocar no tabuleiro e levar ao forno a levedar mais 30 minutos.
8) Pincelar com ovo e levar ao forno a 180 ºC durante aproximadamente 1 hora.

Publicidade
  • Padarias
  • Campo de Ourique

Vítor Sobral é do team folar doce, com erva doce e canela como manda a tradição lisboeta. Se não se der bem com a receita caseira, saiba que nas suas Padarias da Esquina, em Lisboa (Alvalade, Campo de Ourique e Restelo), está a aceitar encomendas de folar e tem entregas em casa.

Ingredientes
600 g de farinha de trigo
175 g de açúcar amarelo
50 g de banha de porco
50 g de manteiga
100 g de massa de pão
2 g de fermento de padeiro
90 ml de leite
1 ovo
100 ml de água
1 colher de chá de canela em pó
1 colher de chá de erva doce em pó
1 colher de café de sal
1 ovo cozido para guarnecer

Preparação
1) Amornar a água com o leite e derreter a manteiga e a banha. Juntar os restantes ingredientes e amassar.
2) Deixe levedar a massa até ganhar o dobro do tamanho.
3) Molde o folar de Páscoa de forma tradicional com o ovo cozido, pincele com a gema do ovo e leve ao forno a 150 ºC por aproximadamente 30 minutos.

Doce Páscoa

Não precisamos de desculpas para dar uma trinca num bom doce, mas nada como uma data especial para nos deliciarmos sem culpa. Na Páscoa, celebre-se o momento ou não, é difícil evitar os chocolates – ou os ovos da Páscoa, para sermos mais específicos. Dos supermercados às lojas especializadas, as opções são muitas, mas o que lhe sugerimos aqui são ovos fora da caixa. Bonitos e bons. Alguns são versões limitadas, sendo por isso um investimento. São presentes perfeitos e a gulodice que nos fará abrir uma excepção na contagem de calorias. Eis sete ovos da Páscoa perfeitos para oferecer.

Publicidade
Recomendado
    Também poderá gostar
    Também poderá gostar
    Publicidade