Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right As melhores coisas grátis para fazer em Melbourne

As melhores coisas grátis para fazer em Melbourne

Espreite estas dicas dos especialistas da equipa da Time Out Melbourne para explorar as melhores atracções e eventos da cidade sem gastar um tostão

Melbourne
Melbourne
Por Time Out editors |
Publicidade

Sabe-se que Melbourne tem fama de ser uma cidade cara. Mas adivinhe? Nem tudo em Melbourne custa uma pipa de massa. Desde exposições de artes plásticas a tastings de café, há várias coisas para fazer nesta cidade gratuitamente. Sim, grátis, zilch, nada, zero... euros (ou dólares australianos, neste caso). Encontrámos os melhores shows de stand-up comedy, galerias gratuitas e várias actividades: tudo para que tenha uma estadia em cheio em Melbourne, a segunda maior cidade australiana, sem gastar um tostão.

Recomendado: 32 coisas incríveis para fazer em Lisboa

Coisas grátis para fazer em Melbourne

Queen Vic Market

Passeie pelo Queen Vic Market

No Queen Vic encontra diversas frutas, vegetais, carnes, laticínios e outros pequenos produtos. Se tiver sorte, pode dar de caras com algumas barracas a distribuir amostras grátis (fique atento à secção de queijos e será recompensado!). Ainda que tenha inaugurado em 1878, esta instituição de Melbourne está aí para as curvas: o Queen Victoria Market, ao ar livre, é barulhento e imponente, repleto de feirantes veteranos que são apaixonados por produtos frescos (e que gostam de falar sobre isso). É popular entre os moradores locais, mas também se tornou “visita obrigatória” para os turistas.

National Gallery of Victoria

Contemple as obras de arte da National Gallery of Victoria

A rotatividade das exposições especiais na NGV é tanta que se perdoa o facto de nunca ter olhado com a devida atenção para a coleção permanente. Se vir com atenção encontrará obras de Rembrandt, Tiepolo e Picasso. Além disso, o magnífico tecto de vidro colorido do Great Hall e a parede de água da entrada irão mantê-lo entretido por muito tempo. Este grande edifício modernista na St Kilda Road é o museu de arte mais antigo e popular da Austrália. Esse título foi conquistado graças à diversificada colecção permanente, das suas fantásticas colecções temporárias e uma notável programação.

Publicidade

Beba café gratuitamente todas as sextas-feiras

A Market Lane disponibiliza copos de café gratuitos todas as sextas-feiras na sua loja Prahran Market, das 13.00 às 15.45. Além da degustação ser feita como a do vinho, tem a oportunidade de experimentar oito ou mais chávenas de cafés recém-chegados ao Market Lane, com a ajuda de uma equipa experiente a conduzir a prova durante a avaliação. Os lugares são limitados a seis pessoas, por isso chegue 15 minutos mais cedo para marcar lugar.

Danielle Walker

Descubra os melhores espectáculos de comédia

Todos os domingos, o Spleen Bar no final da Bourke Street recebe alguns dos melhores comediantes de Melbourne – e não só. Esta é uma boa oportunidade de nomes já estabelecidos testarem novas piadas. A qualidade é surpreendentemente consistente e a atmosfera é, na maioria das vezes, eléctrica. A juntar à festa, e todas as quintas-feiras, a intimista Sala Jazz do Cinema Lido é o palco onde comediantes de stand-up consagrados ou em ascensão dão espectáculo (e grátis). Dave Thorton, Danielle Walker (na fotografia), Corey White e Lara Davis são alguns dos que já o pisaram.

Publicidade

Perca-se na Sala de Leitura da Cúpula da Biblioteca Pública

Entre na Sala de Leitura da Cúpula, a sala mais extravagante da Biblioteca Pública de Victoria, e poderá ouvir as engrenagens mentais a girar: as pessoas estão a estudar, examinam livros antigos e expandem os seus conhecimentos sobre qualquer coisa, desde pássaros raros à história da arquitectura. Os passeios diários gratuitos, que se realizam pelas 14.00, mostram os recantos escondidos da biblioteca, como a Queen’s Hall, uma grande sala de leitura normalmente fechada ao público. O guia também explicará que quando a biblioteca abriu pela primeira vez, em 1856, os livros só chegaram na noite anterior. Sir Redmond Barry, o fundador, assumiu a responsabilidade de encomendar todos os livros da Inglaterra e ficou acordado a noite toda, de mangas arregaçadas, a arrumá-los.

ACMI

Passe o dia a explorar o ACMI

Há sempre algo revelador para encontrar no museu nacional de TV, cinema, jogos, arte e cultura digital: o Australian Centre for the Moving Image. A nossa escolha? A exposição permanente totalmente gratuita – e divertida – Screen Worlds. É muito interactiva, o que significa que pode fazer coisas como criar o seu próprio vídeo ao estilo Matrix, trocar e combinar efeitos de som em sequências de vídeo ou assistir a animações 3D a ganhar vida. Não perca o Laboratório de Jogos, onde pode jogar todos os tipos de videojogos antigos.

Outras escapadinhas pelo mundo

Viagens

Seis coisas a não perder em Santorini

Não há nada como estar no topo de um dos penhascos coloridos de Santorini, na Grécia. Esta ilha é um dos destinos mais incríveis do mundo, e não o é apenas por ser uma enorme cratera de um vulcão. O cenário parece ter sido criado pelos deuses gregos: aldeias caiadas de branco coroam a ilha, todas com uma vista privilegiada a partir dos penhascos que mergulham no mar, campos de vinhas que desenham riscas ao longo da terra e praias de areia preta e vermelha que parecem de outro planeta. Há muito para exploradores, foodies e malta da cultura descobrir, desde sítios arqueológicos a locais para nadar e, claro, beber vinho maravilhoso e experimentar comida mediterrânica. 

Munich cityscape
Photograph: Shutterstock
Viagens

Nove experiências obrigatórias em Munique

Se Berlim é conhecida pela sua vida animada, Munique é muitas vezes deixada de fora dos elogios à Alemanha. No entanto, nos últimos anos, a cidade tem conseguido reinventar-se. Do ponto de vista arquitectónico, os edifícios históricos, marcados pela guerra, ganham agora uma nova vida como parte de um plano de recuperação levado a cabo pela cidade. Acrescente-se uma economia em crescimento, impulsionada por grandes empresas como a BMW, grandes centros culturais e uma cultura gastronómica apaixonada – além da cerveja, cerveja e mais cerveja. Munique continua no topo das listas das melhores cidades para viver no mundo. Eis, as melhores coisas para fazer em Munique.

Publicidade
Piscina dos Jameos del Agua
Photograph: Courtesy CC/Flickr
Viagens

Cinco razões para visitar Lanzarote

Fuja das zonas mais movimentadas como Playa del Carmen: Lanzarote é uma terra maravilhosa, árida e selvagem com muito por explorar. A bela ilha vulcânica das Canárias está repleta de cidades cheias de palmeiras, moradias caiadas de branco, praias, peixe fresco e cactos. Aqui encontrará o toque mágico e indelével do influente artista César Manrique em todo o lado — não só deixou várias casas fabulosas e atracções para visitar, como um legado que impede que todos os novos edifícios tenham mais de dois andares. Faça um passeio pelo norte e pelo interior da ilha e sinta a animada brisa boho de Lanzarote.

Publicidade