A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Lagoa de Óbidos
Fotografia: Arlindo CamachoLagoa de Óbidos

As melhores coisas para fazer na Lagoa de Óbidos

Com vista para a Foz do Arelho, a Lagoa de Óbidos é uma das mais bonitas do país – e uma das menos exploradas

Escrito por
Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

É um dos melhores destinos para os praticantes de desportos náuticos e para os que praticam essa grande modalidade do bem comer quase com os pés de molho. Localizada numa depressão pouco profunda, de contornos irregulares e muito instáveis junto ao mar, a Lagoa de Óbidos é o sistema lagunar costeiro mais extenso da costa portuguesa, considerado, também por isso, de enorme importância ecológica. Diz-se que, outrora, até alcançava o sopé da colina onde hoje se ergue a Vila de Óbidos, banhando os muros do castelo a poente. Já a fauna e a flora são abundantes: douradas, solhas, tainhas, camarões, polvos e enguias, mas também ostraceiros, garajaus, garças de várias espécies e gaivinhas de bico preto. Leve os binóculos.

Recomendado: Dez coisas para fazer em Mafra

As melhores coisas para fazer Lagoa de Óbidos

  • Restaurantes
  • Grande Lisboa

O Covão dos Musaranhos é um dos restaurantes mais apetecíveis da Lagoa de Óbidos. Em primeiro lugar pela localização, com vista para a lagoa e para os vários pontos de aluguer de bicicletas, caiaques, gaivotas e pranchas de windsurf que se espalharam por ali; depois, por causa da comida, claro. As amêijoas da lagoa deram popularidade à casa. O lingueirão, também apanhado ali, não fica atrás, tal como a especialidade da casa, o ensopado de enguias. “Só trabalhamos com marisco e enguias da lagoa, o sabor é diferente de qualquer outro, talvez pelo microclima aqui do Oeste", explica o gerente, Frederico Lopes. 

  • Viagens
  • Escapadas
  • Grande Lisboa
É um negócio familiar com 20 anos, com aulas de desportos náuticos, da vela à canoagem, do stand-up paddle ao mais popular kitesurf. Além das aulas, a família luso-francesa Dabadie, à frente da escola, também aluga e armazena material e tem uma oficina de reparações. Nesta pequena escola de vela encontra aiunda um bar de apoio que tem vindo a ganhar popularidade pela cozinha e pela localização, em cima da Lagoa de Óbidos. Quanto aos petiscos, vão do menu de pequeno-almoço aos crepes doces e salgados, dos hambúrgueres às omeletes, sem esquecer as amêijoas à Bulhão Pato ou o camarão com alho e coentros.
Publicidade
  • Hotéis
  • Grande Lisboa

“Eco-chique”, assim se assume este empreendimento turístico em Óbidos, construído a pensar não só nos hóspedes, mas também no ambiente. Todos os edifícios de alojamento são suítes integradas na natureza, entre 45 m2 e 55 m2, e em todas vai encontrar lareira (que pode ignorar nos meses quentes), e coisas que o ajudam a matar saudades da vida que deixou na cidade, como televisão, rede sem fios, máquina de café e ar condicionado (ecológico, de baixo consumo). As coberturas dos alojamentos são verdes, há aquecimento solar para as águas dos banhos, produção de electricidade numa horta fotovoltaica que abastece o restaurante da casa, Maria Batata (assim como um pomar biológico certificado), e os tapetes da maioria das suítes foram feitos a partir de restos de tecidos, só para dar alguns exemplos das práticas sustentáveis do Rio do Prado. Reserve com antecedência, tem tendência para esgotar.

  • Viagens
  • Grande Lisboa

O Marriott Praia D’El Rey fica plantado numa falésia sobre o mar, com uma praia aos pés e o pinhal às costas, a menos de 10 km da Lagoa de Óbidos. Tem 177 quartos, nove dos quais são suítes, uns com vista para o mar, outros para o campo de golfe e os jardins, todos com comodidades de luxo, terraços e varandas privativas. Tem uma piscina interior reconfortante e uma piscina exterior desafogada, com dois bares de apoio (um para si, outro para os miúdos); tem um ginásio com aulas de personal trainer se quiser combater a culpa do ócio; ou o Kalyan SPA com sete salas individuais de tratamentos e uma para casais que aconselhamos vivamente a desfrutar sem culpas enquanto empandeira a canalha para o Kids Club, que promove actividades para gente dos 3 aos 11 anos. E tem uma oferta de restauração bastante para encorajar o sedentarismo. Soa bem? Ainda bem.

Publicidade
Vá à vila
©Município de Óbidos

Vá à vila

Aproveite que está na área e visite a terra da ginjinha e do chocolate, Óbidos, que tem sempre uma agenda fixa anual recheada de eventos conhecidos de todos os portugueses. Em 2020, alguns eventos foram cancelados, como o Festival Internacional de Chocolate e Pastelaria (entre Abril e Maio) e o Mercado Medieval (Julho e Agosto). No entanto, a popular Vila de Natal ainda está na agenda (27 de Novembro a 3 de Janeiro), assim como o Folio – Festival Internacional Literário de Óbidos (1 a 11 de Outubro).

Vá de mini-férias

  • Hotéis

Convencionais, quartos, suites, cabanas, villas ou apartamentos. Confira o roteiro com os melhores hotéis em Tróia e na Comporta e escolha a modalidade ideal neste paraíso com praias de mar azul turquesa. São perfeitos para quem não dispensa luxo e conforto ou para quem tem mais espírito aventureiro, embora saibamos que a zona não é a que fica mais em conta. Mas se é para a Comporta ou Tróia que está apontar, então é aqui que deve ficar. Ultra contemporâneos ou sustentáveis, conheça os melhores sítios para ficar em Tróia e na Comporta, todos com as medidas de segurança que os tempos agora exigem- De uma coisa pode ter a certeza, terá uns dias bem passados.

  • Hotéis

Fevereiro é o mês mais propício a escapadinhas românticas, mas todos os dias do ano são bons para levar a sua cara-metade a passear – e melhores ainda para experimentar uma nova cama king size ou ver as vistas à mesa do restaurante do hotel. Para não deixar nada ao acaso, fomos à procura de hotéis românticos em Portugal e encontrámos várias propostas nos destinos mais encantadores do país. Conhecidos ou à espera de serem descobertos, perto do centro ou no meio do nada, há propostas para todos os casais, desde o ecológico Areias do Seixo ao melhor hotel resort da Europa.

Publicidade
  • Coisas para fazer

Aqui mesmo ao lado de Lisboa, do monte até ao mar, o Estoril tem muito para descobrir, seja qual for a estação do ano. Escondido entre Cascais e a Parede, durante anos foi a estância balnear mais luxuosa da Linha – sem esquer São Pedro do Estoril e São João do Estoril, também com muito para fazer. Comer, comprar, passear: eis as melhores coisas para fazer no Estoril, sozinho, com amigos ou em família. Siga o nosso roteiro, para uma passagem por um destino intemporal. Vá por nós, uma escapadinha na Linha sabe sempre bem.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade