Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Monte Santo Resort: um monte de férias santas

Monte Santo Resort: um monte de férias santas

É o resort mais romântico da Europa, dizem os prémios, e tem duas novidades de Verão: uma que alimenta o estômago e outra a alma.

Por Ágata Xavier |
Publicidade

A cabana está lá, à beira da piscina, a chamar pelo “Sim” intenso como o do Ronaldo, saído de uma futura noiva ou noivo. Tendo em conta que o Monte Santo Resort foi eleito pela quarta vez seguida como o resort mais romântico da Europa (nos World Travel Awards que decorreram no final de Junho em Atenas), estamos em crer que a percentagem de respostas afirmativas é alta.

 

Um resort que parece uma aldeia

O Monte Santo fica no Carvoeiro, vila piscatória na freguesia de Lagoa, no Barlavento algarvio, e tem umas digníssimas cinco estrelas a pontuar os oito hectares de tamanho, assim como luxuosos lagos, jardins e várias piscinas (são seis no exterior, por isso pode experimentar uma por dia, se lá passar uma semana). Aqui pode dormir numa suíte (com um, dois ou três quartos) ou numa casa, com quartos amplos e luminosos, cozinha equipada e varanda. No total, existem 133 alojamentos e terá a sensação de que habita uma pequena aldeia, toda ela desenhada pelo mesmo arquitecto, em tons de terra.

Este Verão, o Monte Santo apresenta algumas novidades: o alargamento da esplanada junto à piscina — vai poder beber uns cocktails com os pés de molho —, a inauguração do Aroma, o restaurante de fine dining, e o alargamento do SPA. O Aroma está a cargo do chef Miguel Lourenço e serve comida mediterrânica com aquele cuidado da alta cozinha. Bacalhau com risoto de coentros, carret de borrego ou o panzeroti de amêijoa e camarão com creme de marisco podem não soar muito a comida tradicional portuguesa, mas sabem como tal, tendo em conta que os ingredientes são da região. No final, é servido um “café algarvio”, com café (claro), chantilly, açúcar e um toque de medronho.

Lourenço é alentejano, nasceu em Beja e estudou cozinha em Odemira, mas há muito que se passeia pelo Algarve. Passou pelo Villa Joya, Vila Domilu e Vale d’Oliveiras Quinta Resort & Spa (estes dois últimos, no Carvoeiro). Já passou pela Escócia e ensinou em Cabo Verde (na ilha do Fogo e na de Maio), até chegar ao Aroma. É nesse mesmo espaço que é servido o pequeno-almoço – aproveite que está no Algarve para se empanturrar de figos.

Publicidade

Já o spa, fez a si mesmo aquilo que faz às nossas costas: renovou-se. O Alma SPA tem agora um ginásio novo, jacuzzi, sauna, banho turco e piscina interior aquecida (a pensar nas férias depois do Verão). É nele que pode dar um novo corpo à sua alma, com os rituais faciais, que vão desde a limpeza até ao tratamento de hidratação, os do corpo — como a esfoliação, a desintoxicação através de algas (uma espécie de transformação em burrito nipónico no qual é enrolado em algas que estimulam o metabolismo) —, e as clássicas massagens (de relaxamento, pressão profunda, relaxante ou terapêutica) ou as que fazem viajar até à Índia pelas costas, mãos ou cabeça. Como resort romântico, não poderia faltar a massagem para casal que pode ser feita no spa ou naquela cabana de que lhe falámos no início.

Hotéis

Monte Santo Resort

Como chegar

Siga pela A2 e vire na saída 15 em direcção à A22. Vá pela saída 6 até Lagoa e siga depois as placas que indicam o Carvoeiro.

Preços

Quartos a partir
dos 280€

Publicidade

GPS

Para comer

Já aqui falámos do restaurante de fine dining do Monte Santo, o Aroma, uma aposta segura para quem quer uma refeição requintada – e sem ser requentada. Por perto, encontra o Bon Bon (Rua do Cabeço de Pias. 282 341 496), que integra o guia Michelin com uma estrela. A cozinha está em novas, e boas, mãos: nas de Louis Anjos. Na pitoresca vila do Carvoeiro procure o Taste (Rua do Barranco. 282 358 092), um restaurante sofisticado que serve sandes de pulled pork (carne de porco, geralmente do pescoço, cozinhada lentamente) com queijo cheddar, pickles e cebola roxa ou robalo com crosta de pistáchio, risoto de limão e pesto de manjericão servido com legumes. Prepare-se para pedir um cocktail com gomas de ursinhos ou terminar a refeição com uma crème brûlée com bolacha de laranja. 

Para fazer

Nada melhor do que ir à Praia do Carvoeiro, eleita pela European Best Destinations como a melhor praia de 2018 – o “pequeno cantinho de Paraíso” convenceu o organismo sediado em Bruxelas que promove o turismo na Europa. O Monte Santo está a 13 minutos da Praia de Benagil e do seu Algar, um buraco escavado na rocha através da erosão – e, provavelmente, um dos sítios mais fotografados do Algarve. Estando em Lagoa, vale sempre a pena visitar a loja de cerâmica de Porches (EN125, Porches. 282 352 858), idealizada por Patrick Swift e Lima de Freitas em 1968.

Outras escapadinhas

Figo Verde
Ágata Xavier
Viagens

Quinta do Figo Verde: amor, tendas e uma caravana

Em podendo, era clonar o Ben e a Ana. Bricolagem, jardinagem, canalização, electricidade, energia solar, permacultura, astronomia ou culinária – são poucos os assuntos que não dominam. Quando não sabem, lêem, perguntam ou pesquisam na internet. Foi nesta última que Ben deu com um terreno no Vale, perto de Arcos de Valdevez, numa altura em que vivia aborrecido na Holanda e procurava um novo sítio para morar. 

Publicidade
Hotéis

Casa das Cegonhas: um ninho em Alcácer

A portuguesa Catarina de Bragança ficou com a fama de ter introduzido o chá e o garfo no Reino Unido. Mas talvez tenha feito mais do que isso: ela e o monarca eram verdadeiros aficionados do croquet, modalidade irlandesa que ajudaram a espalhar pelo reino e pelas colónias. Factos históricos (ou mitos) à parte, o croquet não se transformou num desporto de massas, e em Portugal não há assim tantos campos para jogar. O mais recente fica na Casa das Cegonhas.

You may also like

    Publicidade