Porta de embarque Time Out: Zagreb

A capital da Croácia tem a reputação de ser um destino divertido, excêntrico e bom para os copos. Eis como aproveitar a cidade ao máximo.

Todas as semanas levamos até si recomendações da nossa extensa família. Caso não esteja lembrado, a Time Out é de Lisboa mas é também de 107 outras cidades espalhadas pelo mundo. E isso faz de nós, provavelmente, a maior e melhor rede global de especialistas locais. Estas são as cinco coisas que não pode perder em Zagreb.

Porta de embarque Time Out: Zagreb

Escale uma montanha

Escale uma montanha

Sljeme fica a apenas 20 minutos da centro da cidade. Tem uma altura de 1,033 metros e chega-se lá bem a pé, de carro ou de eléctrico. Escale até ao topo e beba uma cerveja, acompanhada por um estufado de feijão quentinho numa das barraquinhas de madeira que existem no pico. Mas cuidado: depois de uma refeição destas, descer pode custar tanto quanto subir.

Visite o museu dos corações partidos

Visite o museu dos corações partidos

O que é que um machado, uma torradeira, um gnomo de jardim e um saco de ecstasy têm em comum? Nada, poderá pensar. Mas são todos artefactos doados à atracção mais insólita de Zagreb, o Museum of Broken Relationships. Com as suas recordações de amores que não duraram, é uma viagem esclarecedora às emoções humanas. E se por acaso está de coração partido, anime-se ao ver como tudo corre mal com outras pessoas também. 

Publicidade
Vá a um concerto numa fábrica de medicamentos

Vá a um concerto numa fábrica de medicamentos

Em Zagreb não falta animação nocturna. Um dos melhores spots da cidade é o Medika, uma antiga fábrica farmacêutica, hoje nas mãos de artistas, punks e músicos. Aos fins- -de-semana, as suas salas cavernosas atraem foliões de todas as faixas. A programação inclui filmes, concertos e exposições.

Coma štrukli

Coma štrukli

Faça fila na padaria mais próxima e compre štrukli. O filho do strudel austríaco e do borek turco, o štrukli é tão bom doce como picante, recheado de requeijão e natas, espinafres, abóbóra ou cerejas. Passe pelo La Struk e prove algumas das variações maravilhosas do clássico.

Publicidade
Beba rakia

Beba rakia

Rakia é o primo mais sexy e frutado da grappa e a bebida tradicional dos balcãs. É altamente alcóolica e tem uma lista louca e interminável de sabores, incluindo mirtilo e anis, ao lado do ubíquo šljivovica (ameixa) e tavarica (uma mistura de ervas). Medica, uma variação com mel, é provavelmente a melhor. Mas fica o aviso: é doce como o néctar e escorrega igualmente bem.

Porta de Embarque Time Out

Os cinco melhores mercados de Londres

Já existem mercados em Londres desde pelo menos a Idade Média - e felizmente para nós, com o tempo inconstante desta cidade, alguns deles são cobertos. Os gostos mudaram-se ao longo dos tempos e agora os mercados de Londres têm de tudo um pouco, desde agricultores e mercados de moda a uma série de mercados dedicados à comida de rua. Os mercados locais também são de se visitar, mas vamos dedicar-nos aos maiores e mais famosos mercados de Londres, por agora. De flores no Columbia Road Flower Market a comida gourmet em Borough, estes são os mercados a visitar em Londres.  

Ler mais
Por Nick Levine

Dez monumentos em Paris que tem mesmo de ver

A Torre Eiffel, o Arco do Triunfo, a catedral de Notre-Dame, o Louvre... Estamos de acordo, mas os monumentos obrigatórios em Paris não se ficam por aí. Dizemos-lhe dez monumentos que devia conhecer na capital francesa e que provavelmente, até agora, não estavam na sua lista de prioridades. E não somos nós que dizemos, é a Time Out Paris.

Ler mais
Publicidade

Oito lugares a não perder em Barcelona

Dizemos-lhe oito lugares a não perder em Barcelona, mas a lista completa da Time Out Barcelona contempla 50 paragens obrigatórias. É difícil fazer uma lista com todos os monumentos (museus, parques, praças, jardins, achados arqueológicos, edifícios reconhecidos, mercados...) que uma cidade tem. Mas os nossos colegas de Barcelona fizeram um esforço para nos darem os lugares imprescindíveis, tanto para turistas como para todos os que vivem na cidade. 

Ler mais
Por Erica Aspas

Comentários

0 comments