Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Algarve: oito ideias para fugir da praia este Verão

Algarve: oito ideias para fugir da praia este Verão

Siga as nossas sugestões e deixe de ter areia nos pés. Aviso: mesmo longe da praia, vai continuar a meter muita água.

Queda do Vigário
Fotografia: Francisco Santos
Por Ágata Xavier e Raquel Dias da Silva |
Publicidade

Parques aquáticos, cascatas e quedas de água são uma boa alternativa para quem se quer refrescar sem ter de enfrentar as multidões à beira-mar. Mas há mais para fazer longe dos areais algarvios, como saltar e cantar com as bandas que vão actuar no Festival F e no Sou Quarteira. Visitar vinhas, conhecer o terroir e tornar-se num sommelier, enquanto aumenta os conhecimentos de francês, também é um plano válido, sobretudo porque o Algarve tem bom vinho que vale a pena conhecer. Mas temos mais propostas para si, como um passeio pelo Mercado de Loulé ou uma exposição sobre a Dieta Mediterrânica, Património da Humanidade. São oito ideias para fugir da praia este Verão.

Recomendado: O melhor do Verão em Lisboa

Há vida além da praia

1
parques aquáticos
DR
Atracções

Deslizar num parque aquático

A primeira sugestão tem muita água. E tem também escorregas e bóias, algumas delas onde cabem duas pessoas, tipo prova de bobsledge em Jogos Olímpicos de Inverno. Entre deslizes com pouca inclinação e percursos às escuras, a oferta dos parques aquáticos agrada a todos: à avó que quer descer um escorrega a pique, ao neto que prefere passar a tarde a alternar entre a piscina de ondas e o chapéu de sol ou vice-versa. No Algarve, o que não faltam são parques aquáticos, mas o Aquashow (21€-29€) é o mais completo de Portugal e faz parte de um complexo de lazer com um hotel de quatro estrelas. O melhor é que todos os anos são inauguradas novas atracções. Se gosta de testar os seus limites e adrenalina ao máximo ganhe coragem e atire-se do Maior Free Fall da Europa, inaugurado pelo surfista Garret McNamara.

2
alte
Magikknox
Atracções

Mergulhar em quedas e cataratas

Abrindo a janela do carro, é o cheiro a orégãos que entra sem pedir licença, na estrada a caminho da Queda do Vigário (N124 11X, Alte), a parte terminal de uma sequência de cascatas formadas em tufos calcários na ribeira de Alte. E para quê cair no conto quando pode fazê-lo nesta queda, presa entre o barrocal e a serra. Tão límpida quanto fria, nasce na Quinta do Freixo e junta-se com a ribeira de Algibre perto de Paderne, formando a ribeira de Quarteira. Despenha-se a pique a 24 metros de altura caindo num lago que se assemelha a um alguidar, num local de grande beleza natural. O carro fica estacionado a cerca de 200 metros do local e a descida até ao banho é íngreme. Não tem bar nem estruturas de apoio, mas vale a pena a visita.

Publicidade
3
Mercado de Loulé
Atracções, Espaços públicos

Visitar o mercado de Loulé, o favorito de Felisberto Lalande

Pegue na cesta e vá à descoberta dos mercados da região. Lá encontrará produtos típicos da zona como o litão seco em Olhão ou figos suculentos em Loulé. É neste último, aliás, que pode aproveitar o Spice Spoons – um programa do Anantara Vilamoura – no qual se visita o mercado com um dos chefs ou sous-chefs da cadeia tailandesa e se escolhem os ingredientes para a preparação de uma refeição em conjunto. Na imagem, está o sous chef Deolindo Joana, de Sabóia, uma das últimas vilas alentejanas antes de se chegar ao Algarve. Formou-se em Odemira, estagiou na Irlanda e entrou no anterior Tivoli Vitória (actual Anantara) em 2009.

4
museu municipal de tavira
Coisas para fazer, Exposições

Visitar uma exposição sobre a Dieta Mediterrânica

icon-location-pin Museu Municipal de Tavira,
icon-calendar

Sabe o que é a Dieta Mediterrânica? A exposição do Museu Municipal de Tavira responde à questão, focando-se no território e múltiplos patrimónios, testemunhos da presença de civilizações da Antiguidade, paisagens culturais e produtos da Ria Formosa, produções do barrocal e da serra e nas festividades e práticas culturais que fundamentam a escolha da cidade como comunidade representativa de Portugal na candidatura da Dieta Mediterrânica a Património Cultural Imaterial da Humanidade, apresentada em Março de 2012 na sede da UNESCO. Além da visita à exposição, poderá participar em actividades relacionadas, como passeios de interpretação do território, demonstrações culinárias, sessões de desenho e oficinas em torno dos saberes-fazeres mediterrânicos.

Publicidade
5
city life index

Provar um vinho algarvio

Ainda esquecido pela enologia nacional, o vinho algarvio começa a emancipar-se e a ganhar terreno (e terroir), nas cartas e garrafeiras nacionais: a proximidade do mar e o solo arenoso fazem dele um vinho mais leve e de aromas frescos e salgados. Alguns enólogos estão, inclusivamente, a revitalizar uma casta típica da região, a Negra Mole, com relativo sucesso. As quintas Barranco Longo (Algoz), Cabrita (Silves), João Clara (Alcantarilha), Quinta dos Vales (Estômbar) ou Quinta do Francês (Silves), por exemplo, estão entre aquelas que organizam visitas e provas de vinho que deve considerar para as tardes quentes de Agosto e Setembro.

6

Espreitar o circuito de arte pública

Nem sempre a ocupação da via pública pela arte se dá de forma pensada e estruturada. Muito menos a ter em conta aquilo que os moradores têm a dizer. A Fundação EDP criou um programa inclusivo, em que os artistas e os residentes discutiram em assembleias locais o tipo de obra que iria nascer nas paredes, nos postos de transformação, nas paragens de autocarro ou até nos quartéis de bombeiros. Artistas como Vhils, Xana, Manuel João Vieira ou Mariana, a Miserável, integram o circuito de arte pública que tomou conta de 40 cidades de norte a sul do país. No Algarve, há propostas de Jorge Pereira, Menau, Xana, Tiago Batista, Susana Gaudêncio, Padure e Mariana, a Miserável em Vila do Bispo, Barão de São João, São Bartolomeu de Messines, Mexilhoeira Grande, Figueira, Alte e Alportel.

Saiba mais aqui.

O que fazer no Algarve

Miúdos

Nove programas no Algarve para entreter os miúdos

Verdade seja dita, há muitos adultos que davam tudo para voltarem a ser crianças – e para sair daquele areal apinhado na costa algarvia. Estes nove programas no Algarve são perfeitos para começar a diversão em família e para as crianças fazerem novos amigos nas férias.

Viagens

O melhor da noite no Algarve

Os Fúria do Açúcar cantavam que “no Verão os dias ficam maiores”, esquecendo que também as noites parecem esticar. Do Barlavento ao Sotavento, indicamos-lhe os melhores bares e discotecas da região. Depois disto só vai precisar de arranjar maneira de sobreviver à ressaca. Ou não se desgraçar.

Publicidade
praia de Benagil
Fotografia: Francisco Santos
Viagens, Escapadas

As melhores praias no Algarve para este Verão

De Odeceixe a Vila Real de Santo António, só não encontra uma praia a seu gosto se não quiser. Percorremos a costa algarvia toda e damos-lhe as coordenadas para mergulhar nas águas mais límpidas e pisar os areais mais dourados. Desertas ou apinhadas mas quase sempre paradisíacas, pusemos os pezinhos na areia em todas e elegemos as melhores. 

Publicidade