Quinta dos Perfumes: na paz das laranjeiras

Junto a Cabanas de Tavira, há um refúgio de sossego escondido num laranjal. Regressámos da Quinta dos Perfumes inebriados com os aromas do sul e carregados de vitamina C.
quinta dos perfumes
©DR
Por João Pedro Oliveira |
Publicidade

A quinta diz-se dos Perfumes por lembrança de outros tempos. Nas décadas de 50 e 60, tudo isto era uma plantação de malvas e uma pequena fábrica onde se destilavam as plantas para lhes extrair a essência. Mas o nome ainda inspira o lugar e nestes 36 hectares de terra com vista para o mar tudo cheira a sul. Há vestígios de amendoeiras e medronheiros, notas de limoeiros e figueiras, todo um bouquet de aromas a pontuar a fragrância predominante das duas mil laranjeiras que alimentam a produção da Quinta. Plantado ao centro, há um refúgio de sossego dividido por 15 quartos.

Quinta dos Perfumes

quinta dos perfumes
©Maria João Gala

A Quinta dos Perfumes abriu portas ao turismo em Dezembro de 2013. Começou com um pequeno edifício térreo, composto por seis quartos tipo estúdio, todos equipados com kitchenette e servidos por um pequeno terraço privativo. Se procura uma experiência de total mansidão meridional, é nestes quartos que se vai querer instalar. Depois, aconteceu o inevitável a quem tem um paraíso às portas de Cabanas de Tavira e uma incrível piscina de água salgada escondida no meio de um laranjal algarvio: nestes quatro anos a procura cresceu e a Quinta teve de crescer um pouco também. Mas cresceu bem e recomenda-se. 

Já este ano, no lugar da antiga fábrica, ergueu-se uma nova ala com nove quartos: três no piso de baixo, cada um com o seu terraço; mais seis no piso de cima, com janelas gigantes para o laranjal e o mar; todos com uma decoração de linhas escandinavas, limpas e sóbrias, assim uma espécie de refúgio sueco no Sotavento. Também na nova ala, nasceu uma recepção, um terraço generoso com serra e mar no horizonte, mais uma sala de estar e pequenos-almoços escancarada para um terraço comum e para o grande jardim. É aqui que lhe vão servir um pequeno-almoço daqueles que o vão fazer repetir que esta é a refeição mais importante do dia e toda essa conversa que se faz para justificar a alarvidade do apetite, e onde, por razões óbvias, não deve evitar o sumo de laranja. E é para este lado da Quinta, virado a sul e ao mar, que vai querer orientar a sua atenção durante o dia.

quinta dos perfumes
©Maria João Gala

Publicidade
Hotéis

Em pleno Parque Natural da Ria Formosa

Logo ali fora, mesmo em frente, uma horta biológica, e um relvado com camas de dia generosamente espaçadas. Em qualquer tarde de clima algarvio, é recomendável que se demore por aqui, mas não durma o dia todo. Da Quinta dos Perfumes, sai um caminho de serra até Cabanas, debruado com amendoeiras e alfarrobeiras. A pé, alcança-se em vinte minutos. Numa das bicicletas que aqui disponibilizam gratuitamente, chega com certeza mais depressa. Pedalar é, aliás, um dos bons conselhos que lhe podemos dar. Comece por explorar a Quinta, depois passe o portão das traseiras e siga por aí afora. Estamos no Parque Natural da Ria Formosa, e os caminhos de serra e os cursos de água multiplicam-se pelos 18 mil hectares que acompanham praticamente toda a costa desde o Ancão até à Manta Rota. Se as pernas já lhe pesam, chame um táxi daqueles que andam dentro de água e que que o recolhem junto ao passadiço de Cabanas. São barcos que em geral carregam até seis pessoas até qualquer parte da ria, da ilha de Cabanas mesmo ali em frente à cidade de Tavira lá mais adiante.

Como chegar:
Nada que enganar. Vindo de Norte, entre na EN 125, passe Cabanas de Tavira e meio quilómetro adiante tem a entrada da Quinta à sua direita.

Preços:
Quartos a partir de 90€

GPS

Noélia & Jerónimo
Fotografia: Ana Luzia

Para comer

Se ainda não sabe, nós explicamos: o Sotavento algarvio é das zonas onde melhor se come neste país. Deixamos apenas três sugestões por perto. Comecemos pelo óbvio Noélia & Jerónimo (Av. da Ria Formosa, Cabanas de Tavira. Qui-Ter, 12.30-15.00 e 19.00-22.00). Era um templo de cozinha algarvia acantonado num simples café, mas a crescente romaria fez a casa crescer para um restaurante de referência. Os produtos são todos do mar e da serra e a mão é toda de Noélia, a cozinheira,que insiste em temperar tudo com originalidade e bom gosto. Pode escolher arroz de limão com corvina e amêijoas, filetes de peixe-galo com migas de tomate ou lingueirão com batata-doce. Ou pode fechar os olhos e apontar para a lista, que o mais certo é acertar na mesma. Conte com 25€ por cabeça. Seguimos uns metros na marginal e encontra o Sabores da Ria (Ter-Dom, 12.00-15.30, 18.00- 22.30). Aqui a ideia é apostar no marisco e no peixe fresco. Vá numas conquilhas, siga no peixe que lhe apontarem a dedo na vitrine, acompanhe com vinho da casa, seja branco ou tinto, que vem do Douro e não deixa a casa ficar mal. Conte com uns 20€ por pessoa. Se tiver paciência para pegar no carro, rume a Santa Luzia. Pergunte pelo Alcatruz (Rua Capitão Jorge Ribeiro, 46. TerDom, 12.00-15.00 e 19.30-23.00). É pura e simplesmente uma das melhores tascas de todo o Algarve. Nós aconselhamos a saladinha de ovas de polvo, o choco de cabidela (faz-se com a tinta do bicho, não com o sangue), os bivalves sempre frescos ou os carapaus. Mas o melhor é deixar que seja Jorge Gorgulho, o dono, a aconselhar, que ele sabe melhor. Não vai pagar mais que 15€.

Planos de Fuga

puralã hotel
©Luis Dias
Viagens, Escapadas

Puralã Wool Valley & Spa: ninho de lã

“Covilhã, cidade neve, fiandeira, alegre e contente.” As palavras saíram, em tempos, da boca de Amália Rodrigues num fado que imortalizou a Covilhã com base nos seus artifícios mais puros. Hoje, ainda que noutros modos, passa-se o mesmo com o Puralã Wool Valley & Spa, o hotel que não quer deixar morrer o passado da cidade dos lanifícios e que quer ser mais do que uma porta de entrada para a Serra da Estrela.

Publicidade
Viagens

Aqua Village Health Resort & SPA: luxo em família

A diferença está nos detalhes e depressa percebemos porque é que o Aqua Village Health Resort & SPA, a poucos quilómetros de Oliveira do Hospital, foi considerado este ano o melhor hotel de luxo para famílias pelos Luxury Travel Awards, entregues pelo guia de luxo britânico Luxury Travel Guide.

Publicidade
Esta página foi migrada de forma automatizada para o nosso novo visual. Informe-nos caso algo aparente estar errado através do endereço feedback@timeout.com