Três sítios para beber um copo em Campo de Ourique

Campo de Ourique é um bairro cheio de vida, embora não seja propriamente pela vida nocturna que é conhecido. Ainda assim, há soluções para quem quer beber um copo no bairro.

Fotografia: Arlindo Camacho

Bons restaurantes, boas lojas... Mas então e bares? Não há muitos, mas nós sabemos de três onde pode beber um copo em Campo de Ourique. 

Três sítios para beber um copo em Campo de Ourique

Mercearia -1

O espaço já era conhecido de muita gente, mas agora vai ganhar outra clientela. Os donos da Mercearia do Campo, na Rua Saraiva de Carvalho, uma mistura entre garrafeira, mercearia e restaurante com esplanada, optam agora por um novo bar na cave. Chama-se Mercearia -1 e já era um sonho antigo dos dois sócios, Bruno Carvalho e João Agria, que se conheceram quando trabalhavam como bartenders em cruzeiros. Além da carta de vinhos (a partir dos 9,5€ a garrafa), há cerveja artesanal (Musa, Dois Corvos, Bolina, Passarola e d’Ourique, a cerveja do bairro), cocktails clássicos “com um twist” – ou não fossem os donos bartenders –, sangria (12€/1 litro de tinta ou branca, 15€ de espumante), aguardente e vermutes.

Ler mais
Estrela/Lapa/Santos

Gin Corner

4 /5 estrelas

O Mercado de Campo de Ourique mistura modas e clássicos, frutinha fresca e carne boa. Ou, neste caso, gin ao pontapé, feito com cuidado e ao seu gosto. As referências, nacionais e internacionais, são praticamente intermináveis. 

 

Ler mais
Campo de Ourique
Publicidade

Mignon Sports Bar

O Mignon é um clássico de Campo de Ourique, sempre com várias televisões para ver os vários desportos. E desde 2017 tem um espaço novo, na mesma rua, onde não ficaremos tão apertados, e onde todo o desporto é bem-vindo. 

 

Ler mais
Lisboa

Outras paragens no bairro

Os melhores restaurantes em Campo de Ourique

A legião de fãs que Campo de Ourique colecciona no capítulo "melhor sítio para fazer vida de bairro" ganha fortes argumentos nos restaurantes. Não precisa de sair das fronteiras daquelas ruas ortogonais para encontrar tanto um pronto-a-comer para aqueles momentos em que não há marmita, como o restaurante de um chef onde se come produto português tratado com todas as honras que merece.

Ler mais
Por Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Comentários

0 comments