Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right O melhor de Campo de Ourique

O melhor de Campo de Ourique

Há várias razões para ir até Campo de Ourique. Estas são algumas das paragens a manter debaixo de olho.

hamburgaria da parada
©DR
Por Editores da Time Out Lisboa |
Publicidade

Clássicos de sempre e espaços que ainda cheiram a novo. Padarias, gelatarias, um café italiano e até um restaurante de choco frito. Mas há muito mais que comida. Com este roteiro, vai querer estacionar num bairro onde o estacionamento continua tramado e descobrir como se está bem no campo – entre montras que arrancam suspiros e despertam vontade de abrir os cordões à bolsa, cafés que alimentam a vida das famílias que ali têm morada, o Mignon com várias televisões para ver os vários desportos e o mercado, com gin ao pontapé, feito com cuidado e ao seu gosto.

Recomendado: O melhor dos bairros de Lisboa

O melhor de Campo de Ourique

Magano Sopa de Cação
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes

Os melhores restaurantes

A legião de fãs que Campo de Ourique colecciona no capítulo “melhor sítio para fazer vida de bairro” ganha fortes argumentos nos restaurantes. Não precisa de sair das fronteiras daquelas ruas ortogonais para encontrar tanto um pronto-a-comer para aqueles momentos em que não há marmita, como o restaurante de um chef onde se come produto português tratado com todas as honras que merece.

Pimenta Rosa - Prateleira
Fotografia: Ana Luzia
Compras

As melhores compras

Paços de Ferreira está para o móvel como Campo de Ourique está para as lojas de bairro, sobretudo as de família. Não há rua neste bairro sem uma montra que arranque suspiros babados e que não nos desperte uma vontade imensa de abrir os cordões à bolsa para comprar qualquer coisa para os miúdos, para nós ou lá para casa. Decoração, moda e muitas lojas de miúdos é o que pode encontrar pelas ruas do bairro. Venha daí. Qualquer coisa apanha um autocarro ou o eléctrico para não ter de se enervar com o estacionamento, que neste bairro não é coisa fácil. 

Publicidade
Mercearia -1
Fotografia: Arlindo Camacho
Bares

Três sítios para beber um copo

Bons restaurantes, boas lojas... Mas então e bares? Campo de Ourique é um bairro cheio de vida, embora não seja propriamente pela vida nocturna que é conhecido. Ainda assim, há soluções para quem quer beber um copo no bairro. Soluções, essas, que lhe garantem animação até tarde e não desiludem nada. Portanto, não há muitos bares, mas nós sabemos de três sítios onde pode beber um copo em Campo de Ourique.

hamburgaria da parada
©DR
Coisas para fazer

O que há de novo

É prá menina e pró menino, para as crianças e para os avós, para os amigos do ambiente e para os fanáticos do pão. Campo de Ourique continua a ser dos melhores sítios para fazer vida de bairro, com um extenso catálogo de lojas e restaurantes, cabeleireiros, pastelarias e cafés que alimentam a vida das famílias que ali têm morada e os visitantes habituais do bairro.  Garantimos que vale a pena as voltinhas em busca de um lugar para estacionar (é certo e sabido que é coisa escassa para estes lados).

Publicidade
Mercado de Campo de Ourique - Sala 2
Fotografia: Ana Luzia
Coisas para fazer

Paragens obrigatórias na Rua Coelho da Rocha

A principal rua de Campo de Ourique é também uma das mais gulosas de Lisboa. Na Rua Coelho da Rocha estão alguns dos melhores restaurantes de Campo de Ourique, que por si só já é um dos bairros onde se come melhor em Lisboa. Claro que tudo isto é discutível, mas não vamos discutir de estômago vazio. Da cozinha japonesa ao café saudável da moda, há para todos os gostos – e todos os heterónimos – ou não fosse esta a rua de Fernando Pessoa.

café garibaldi
Fotografia: Manuel Manso
Coisas para fazer

Outras paragens obrigatórias em Campo de Ourique

Cuidado com a linha, porque muito do que se segue é um verdadeiro tormento para a balança. O bairro está cada vez mais delicioso. A começar por um café italiano, com tarteletes de fruta fresca, ao clube de sakê, numa esquina pouco provável da Rua Azedo Gneco; sem esquecer O Ponto Mais Doce da Cidade, com uma vitrina de fazer crescer água na boca, dos brigadeiros aos cheesecakes de frutos vermelhos. É uma perdição.

Outros bairros de Lisboa

monsanto, keil do amaral, vista do rio
Fotografia: Arlindo Camacho
Coisas para fazer

O melhor de Monsanto

Monsanto é, sem discussão possível, o pulmão da cidade. Mas podemos vê-lo também como o pulmão extra que ajuda a respirar os lisboetas em todas as idades. Para os mais novos é um enorme playground com vários parques infantis e equipamentos que os entretêm durante horas; para os adolescentes é aquele sítio chave onde podem passar horas entre piqueniques, passeios e selfies nos miradouros; para os adultos é uma pista de atletismo, um green para exercício físico, um campo aberto para passear o cão e, de novo, um local para depositar os miúdos. O ciclo fecha-se nestes 1000 hectares de natureza.

árvore do jardim do principe real
Fotografia: Manuel Manso
Coisas para fazer

O melhor do Príncipe Real

Foi no Príncipe Real que se instalou a nova dinastia da restauração lisboeta, para comer como um príncipe, os terraços para beber copos se multiplicaram e as concept stores apareceram porta sim, porta não. Sem esquecermos os nomes sonantes que, num cirandar constante, também têm poiso no bairro, do chef Kiko à designer Lidija Kolovrat. 

Publicidade
Alvalade
Arlindo Camacho
Coisas para fazer

O melhor de Alvalade

Alvalade é um bairro a ter em conta sempre que falamos do melhor da cidade. Andámos pelas ruas desenhadas a régua e esquadro e traçámos um roteiro para forasteiros e nativos. As novidades do bairro, as paragens obrigatórias, os pratos que não pode deixar de provar nos melhores restaurantes da zona e os melhores bares – tudo o que precisa de saber para pôr Alvalade na sua lista de prioridades está aqui. Por fim, guarde um tempo para as compras no Mercado de Alvalade (dizemos-lhe as bancas onde tem mesmo de parar).

More to explore

Publicidade