O melhor do Príncipe Real

Por muito que se conheça e palmilhe o bairro, há sempre qualquer coisa para descobrir.

Fotografia: Manuel Manso

É no Príncipe Real que os valores das casas chegam a somas astronómicas: 5254 o metro quadrado, segundo os dados publicados o ano passado, a zona mais cara de todo o país. E também a melhor. Foi no Príncipe Real que se instalou a nova dinastia da restauração lisboeta, para comer como um príncipe, os terraços para beber copos se multiplicaram e as concept stores apareceram porta sim, porta não. Sem esquecermos os nomes sonantes que, num cirandar constante, também têm poiso no bairro, do chef Kiko aos designers Lidija Kolovrat ou Nuno Gama. 

Recomendado: Os novos restaurantes no Príncipe Real

 

O melhor do Príncipe Real

Onde comer bem

É o bairro com as lojas mais alternativas, as noites mais coloridas e os restaurantes do momento. A oferta é variada e não desilude. Asiáticos, italianos, cozinhas de autor: abram alas para a família real de restaurantes do Príncipe Real.  

Ler mais
Por Mariana Correia de Barros

Onde fazer as melhores compras

Algumas das melhores concept stores em Lisboa têm morada no Príncipe Real, mas também há espaço para designers portugueses no bairro mais cool da cidade. Encha a casa, o armário e até o quarto dos brinquedos dos miúdos de estilo nas melhores lojas no Príncipe Real.  

Ler mais
Por Clara Silva
Publicidade

Onde beber um copo

Do Quiosque do Oliveira ao Café Colonial, do final da tarde às noites longas. Se não se conseguir decidir pelo registo, guarde este link nos seus favoritos e regresse ao assunto sempre que lhe apetecer beber um copo no Príncipe Real. Entre happy hours e elaborados cocktails, vamos a isso, com moderação. 

Ler mais
Por Clara Silva

Paragens obrigatórias na Rua Dom Pedro V

É no Príncipe Real que os valores das casas chegam a somas astronómicas: 5254 o metro quadrado, segundo os dados publicados o ano passado, a zona mais cara de todo o país. E também a melhor. A Rua da Escola Politécnica e a Rua Dom Pedro V, separadas pelo Jardim do Príncipe Real, transformam-se numa só rua, onde todas as semanas há uma nova razão para voltar. Para que não se perca, nós dizemos-lhe o que é que não pode mesmo perder aqui na zona. Estas são as paragens obrigatórias na Rua Dom Pedro V e na Rua da Escola Politécnica. 

Ler mais
Por Clara Silva
Publicidade

Outras paragens obrigatórias no Príncipe Real

É o bairro onde os níveis de FOMO (a sigla inglesa que significa fear of missing out, uma espécie de estar a perder qualquer coisa incrível) atingem valores elevadíssimos. Se correr o bairro de uma ponta à outra, sem contar com restaurantes do mundo e lojas, vai encontrar locais onde tem mesmo de parar e viver a vida no bairro da realeza. 

Ler mais
Por Francisca Dias Real

O melhor de outros bairros

O melhor de Monsanto

Monsanto é, sem discussão possível, o pulmão da cidade. Mas podemos vê-lo também como o pulmão extra que ajuda a respirar os lisboetas em todas as idades. Para os mais novos é um enorme playground com vários parques infantis e equipamentos que os entretêm durante horas; para os adolescentes é aquele sítio chave onde podem passar horas entre piqueniques, passeios e selfies nos miradouros; para os adultos é uma pista de atletismo, um green para exercício físico, um campo aberto para passear o cão e, de novo, um local para depositar os miúdos. O ciclo fecha-se nestes 1000 hectares de natureza.

Ler mais
Por Luís Leal Miranda

O melhor da Graça

Não deixe esta colina entregue exclusivamente aos turistas. Reclame para si o melhor das mesas e destinos nocturnos da Graça.

Ler mais
Por Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

O melhor de Campo de Ourique

Clássicos de sempre e espaços que ainda cheiram a novo. Padarias, gelatarias, um café italiano e até um restaurante de choco frito. Mas há muito mais que comida. Com este roteiro vai querer estacionar num bairro onde o estacionamento continua tramado. Percorra as ruas do movimentado bairro em busca do melhor de Campo de Ourique e descubra como se está bem no campo. 

Ler mais
Por Editores da Time Out Lisboa

Comentários

0 comments