A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Atelier da Tufi
Atelier da Tufi, "#alojamaisqueridadobairro" de Campo de Ourique

O melhor de Campo de Ourique para as crianças

É, por excelência, o bairro mais familiar da cidade – com famílias cheias de filhos e cheias de cães que só saem dali se tiver mesmo de ser. As lojas para bebé multiplicam-se como coelhos, mas nem só de compras se faz Campo de Ourique.

Escrito por
Vera Moura
Publicidade

Não há bairro na cidade que não tenha pelo menos uma atracção para os mais novos. Mas Campo de Ourique joga noutro campeonato. É, por excelência, o bairro mais familiar da cidade e as lojas, cafés e restaurantes onde os mais novos são bem-vindos multiplicam-se. Encher o armário dos bebés, tratar da parafernália que eles precisam nos primeiros anos de vida e rechear o quarto dos brinquedos e a biblioteca infantil quando começam a crescer aqui é fácil, além de não faltarem mesas onde eles podem e devem sentar-se com o resto da família.

Recomendado: 101 coisas para fazer com crianças em Lisboa

O melhor de Campo de Ourique para as crianças

  • Compras
  • Livrarias
  • Campo de Ourique

É muito mais do que uma loja catita de livros infantis – com ilustrações que deviam ir parar a molduras e histórias que mereciam miniprémios Nobel: é um local de encontro de famílias inteiras aos sábados, quando organiza sessões de histórias, oficinas, lanches e exposições. Vale a pena ficar atento à agenda.

  • Miúdos
  • Campo de Ourique

Em algumas lojas infantis do bairro, divertem-se mais as mães a pensar no que vão vestir aos meninos do que os meninos propriamente ditos. O mesmo não acontece no Atelier da Tufi, que reclamou para si o hashtag #lojamaisqueridadobairro. É querida sim senhor, com brinquedos, mochilas, artigos para festas de anos e muitas outras peças onde reinam os padrões coloridos.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Pastelarias
  • Campo de Ourique

Algumas das melhores recordações dos adultos estão ligadas a uma cozinha: a da mãe ou a da avó. Os miúdos de Campo de Ourique podem criar boas memórias n’A Minha Cozinha – nem que sejam olfativas, com aquele cheirinho constante a bolo caseiro acabado de fazer. O brunch é clássico, perfeito para agradar a todas as idades: tem ovos mexidos, panquecas, sumos naturais e, claro, bolos.

  • Restaurantes
  • Pastelarias
  • Campo de Ourique

Manel Perestrelo é o moço responsável por esta pastelaria especializada em croissants. Cada vez que sai uma fornada, a rua onde mora enche-se de famílias a salivar. O francês de manteiga é o mais simples de uma lista que inclui salgados e doces, para qualquer hora do dia. Sem surpresas, o de chocolate é o preferido da miudagem.

Publicidade
  • Bares
  • Campo de Ourique

Este quiosque no meio do Jardim da Parada (oficialmente Jardim Teófilo de Braga) tem bons hambúrgueres a preços simpáticos, para comer de olho no parque infantil mesmo ali ao lado. Sente-se e peça um hambúrguer com requeijão e pesto, com queijo da Ilha ou com bacon e mostarda Dijón. E acompanhe com gins e cocktails. Vários, de preferência.

  • Compras
  • Brinquedos e jogos
  • Campo de Ourique

Os proprietários sofrem da Síndrome de Peter Pan. Para os ajudar a não crescer, abriram uma loja de brinquedos onde não há tablets nem jogos electrónicos, mas sim casinhas de madeira, cavalos de baloiço, puzzles, caixas de música e berlindes.

Publicidade
  • Atracções
  • Campo de Ourique

O quarto está tal e qual como ele o deixou – bem arrumadinho, meninos! Mas o que os mais novos descobrem na Casa Fernando Pessoa é que brincar aos heterónimos pode ser divertido. Há visitas para famílias (até aos 12 anos eles não pagam) – mas também oficinas e programas de férias.

  • Compras
  • Campo de Ourique

De pequenino se torce o sustentavelzinho – como mostramos aqui. E a Pikikos faz a sua parte na luta por um planeta melhor, num espaço que é café, cabeleireiro e loja, tudo ao mesmo tempo.

Publicidade
  • Teatro
  • Campo de Ourique

O nome é inspirado na chaminé industrial que existe no Armazém 12, o espaço onde decorrem as aulas de teatro desta companhia. Aos sábados há happenings para crianças dos 3 aos 8 anos, encontros teatrais onde se improvisa a partir de uma história. Os mais velhos têm aulas durante a semana.

  • Compras
  • Brinquedos e jogos
  • Campo de Ourique

Estes livros não são para ler: são para brincar, desafiar, desdobrar e interagir. Não são para adormecer: são para despertar a mente para coisas novas, excitar os olhos com cores e ilustrações, acordar o cérebro com exercícios divertidos e marcá-lo com histórias inesquecíveis. E nem sequer são apenas livros: na Edicare há puzzles e cubos, bonecos e autocolantes, jogos para ler e entreter a partir dos zero anos. O destino ideal para compor a biblioteca do quarto dos miúdos, comprar um presente original ou as duas coisas ao mesmo tempo. 

Publicidade
  • Compras
  • Campo de Ourique

Na origem da Pecegueiro & F.os só podia estar uma família numerosa e, ao mesmo tempo que Sara Lamúrias e Pedro Noronha-Feio apresentaram à cidade um novo guarda-roupa para miúdos entre os dois e os 12 anos, abriram montra para a Lapa e exibiram as suas melhores cores. Entretanto, também os encontra em Campo de Ourique. Pegaram em tecidos portugueses, trataram de garantir que toda a produção era feita por cá e recuperaram o encanto das coisas simples. Anita e Tom Sawyer foram as musas de serviço e as jardineiras são as peças estrela. 

  • Restaurantes
  • Cafés
  • Campo de Ourique

A família do Nicolau tem crescido, mas na hora de escolher onde abancar com a família, aconselhamos o Amélia Lisboa, com mais espaço, menos filas, menos turistas e um agradável pátio interior. As panquecas estão sempre a sair – vão bem ao pequeno-almoço, no lanchinho da manhã, ao almoço ou ao lanche e fazem parte do brunch, que também se serve todos os dias e a qualquer hora e tem ainda uma taça de iogurte com fruta e granola, sumo de laranja, tosta de abacate ou ovos mexidos, café, chá ou chocolate quente. Os pais podem – e devem – acrescentar uma flute de Mimosa (mais 3€).

Publicidade
  • Compras
  • Vestuário de criança
  • Campo de Ourique

Rowan Seddon-Harvey trocou Manchester por Lisboa, mais propriamente por Campo de Ourique, e é mais bairrista que muitos vizinhos. O bairro é um lugar perfeito para famílias: é plano e tem tudo. Também não há nenhuma rua sem uma loja para bebés, mas faltava qualquer coisa. Assim, este pai abriu a Babycool, onde não faltam carrinhos e cadeiras de todas as formas e feitios, biberons e chuchas para todos os gostos e brinquedos de todos os cantos do planeta – como os da conceituada marca americana Melissa&Doug.

  • Compras
  • Vestuário de criança
  • Campo de Ourique
É o dois em um perfeito. Numa zona onde há lojas de crianças e sapatarias para dar e para vender, a Pé de Pato oferece – adivinhe – sapatos para crianças. Os modelos mais clássicos estão todos lá: os carneira com franjinhas, os feijões e as sandálias inglesas. Todos feitos à mão e com camurça portuguesa.
Publicidade
Antimilk
  • Compras
  • Vestuário de criança
  • Campo de Ourique
Num antro de cueiros, fofos, tapa-fraldas e golas, a Antimilk tem colecções irreverentes para miúdas que, muito antes dos 16 anos (há roupa a partir dos dois), já estão bem atentas às tendências e não querem andar vestidas como se fossem bebés. 

Lisboa dos pequenitos – bairro a bairro

Alvalade
  • Miúdos

Não é o bairro mais óbvio quando falamos do melhor da cidade, mas Alvalade tem conquistado cada vez mais famílias, que não passam sem uma voltinha na movimentada Avenida da Igreja, não resistem aos melhores pratos dos melhores restaurantes, já sabem os nomes dos senhores das bancas do Mercado de Alvalade de cor e vão assistindo ao nascimento de muitas novidades. Então e as crianças? As crianças não foram esquecidas e encontram no bairro atracções à sua medida.

  • Miúdos

A zona oriental de Lisboa estava completamente adormecida até 1998, quando a EXPO fez nascer o grandioso Parque das Nações. "EXPO? O que é isso?", perguntam aos pais os filhos dos anos 2000. Se não lhe apetece fazer uma longa viagem pelo corredor da memória, o melhor é enfiá-los no carro e partir à descoberta do bairro à beira Tejo, onde não faltam atracções para as crianças. 

Publicidade
Belém
  • Miúdos

Os meninos andam a estudar os Descobrimentos? Feche-lhes o livro de História e leve-os a Belém. Alguns dos monumentos mais emblemáticos do bairro histórico à beira rio são do tempo em que os portugueses partiram à descoberta do mundo. Mas há muito mais para fazer em família além de visitar o Mosteiro dos Jerónimos, a Torre de Belém ou o Padrão dos Descobrimentos.

  • Miúdos

Por ocasião dos 50 anos da Time Out, os editores de todo o mundo elegeram os 50 bairros mais cool do momento. O Príncipe Real ficou em 5.º lugar. Os restaurantes e lojas com mais pinta da cidade sucedem-se – e todos os dias parecem nascer novidades. Neste oásis para alfacinhas e turistas, cujo epicentro é o Jardim do Príncipe Real, os mais novos não foram esquecidos. Para eles também há várias paragens obrigatórias, seja para brincar, comer ou comprar. 

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade