Descubra o primeiro mercado municipal biológico de Lisboa

O Mercado do Lumiar foi rebaptizado de Mercado Lumiar + Bio. Abre este sábado mais fresco e mais biológico.
mercado do lumiar (A fachada de sempre)
1/10
A fachada de sempre
mercado do lumiar (Numa das laterais há montras a seduzir quem passa)
2/10
Numa das laterais há montras a seduzir quem passa
mercado do lumiar (Banca da peixaria A Fresquinha)
3/10
Banca da peixaria A Fresquinha
mercado do lumiar (Mesmo em dia de mudanças, há clientes à espreita)
4/10
Mesmo em dia de mudanças, há clientes à espreita
mercado do lumiar (D. Celeste e a licença para trabalhar)
5/10
D. Celeste e a licença para trabalhar
mercado do lumiar (Uma das montras da Miosótis)
6/10
Uma das montras da Miosótis
mercado do lumiar (Mário Brito está no mercado há 23 anos)
7/10
Mário Brito está no mercado há 23 anos
mercado do lumiar (D. Lurdes na sua peixaria Cinco Estrelas)
8/10
D. Lurdes na sua peixaria Cinco Estrelas
mercado do lumiar (O mural de Vanessa Teodoro)
9/10
O mural de Vanessa Teodoro
mercado do lumiar (As ilhas centrais estão recheadas de produtos biológicos)
10/10
As ilhas centrais estão recheadas de produtos biológicos
Por Renata Lima Lobo |
Publicidade

Lisboa tem 25 mercados municipais e mais dois anos para cumprir o plano que definiu para os seus mercados. Este sábado é apresentado à sociedade e a Time Out já foi conhecer o novo espaço para lhe dar um cheirinho. E uma coisa é evidente: cheira a produtos biológicos por todo o lado.

Com três letrinhas apenas se escreve a palavra bio. E o novo mercado usa-a em quase tudo. Mercearias bio, padaria bio, restaurante bio. É tudo bio. Ou quase tudo. Dentro do renovado espaço, um projecto dos arquitectos João Carrasco e Daniela Ermano, a presença dos produtos biológicos não passa despercebida ou não fosse um dos parceiros a Associação de Agricultura Biológica (Agrobio), em conjunto com a Junta de Freguesia do Lumiar e a Câmara Municipal de Lisboa.

O que também não passa despercebida é a peixaria da D. Lurdes, nesta casa há 58 anos, ou a charcutaria do Sr. Mário que aqui trabalha há pouco mais de duas décadas. São a alma desta casa que agora tem entradas em todas as frentes, mais janelas e até uma esplanada – não se deixe intimidar pelo viaduto da 2ª circular que fica mesmo em cima, quase nem se dá por ele (e pode dar jeito quando chove). 

Não voltou a ser um mercado a céu aberto, como era na década de 60 (a D. Lurdes não parece ter saudades do guarda-sol), mas está mais fresco. Há montras viradas para a rua, a seduzir quem passa com um peixinho ou um enchido e no lado que vai receber a esplanada um colorido mural de Vanessa Teodoro, ilustradora e artista urbana que já tinha deixado a sua marca artística em murais vizinhos do mercado. Tanto a esplanada, como o restaurante e a padaria (onde será possível assistir à confecção do pão) serão geridos pela marca Zona Bio.

Já a mercearia orgânica Miosótis também marca presença, com venda a granel, leguminosas, vinhos, azeites, carne biológica, mel, leites vegetais e animais ou chá, privilegiando os produtos portugueses sempre que possível. Longe do olhar está um espaço para venda grossista biológica que irá abastecer, por exemplo, cantinas escolares geridas pela Junta de Freguesia do Lumiar.

As desculpas para não o visitar são poucas: o Metro fica a 2 minutos a pé e para já há estacionamento gratuito pegado ao Mercado do Lumiar + Bio. O horário também será alargado até às 21.00 (as portas abrem às 07.00) e amanhã entre as 10.00 e as 15.00 há animação de rua garantida, com destaque para a música da Banda Filarmónica da Academia do Lumiar.

Fotografias de Duarte Drago

Mercados em Lisboa

Mercado de Arroios
Fotografia: Arlindo Camacho
Coisas para fazer, Mercados e feiras

O melhor dos mercados de Lisboa

Uma encomenda de frescura, variedade e qualidade: eis o que vai encontrar nos Mercados de Lisboa, banca a banca.  

Mercado de Alvalade
Arlindo Camacho
Coisas para fazer

Cinco paragens essenciais no Mercado de Alvalade

Se Alvalade é um bairro a ter em conta sempre que falamos do melhor da cidade, também o mercado é uma paragem obrigatória quando compras é o que quer fazer. Alguns dos melhores frescos de Lisboa estão aqui e estas são as cinco paragens essenciais que tem de fazer no Mercado de Alvalade.

Publicidade
Publicidade
Esta página foi migrada de forma automatizada para o nosso novo visual. Informe-nos caso algo aparente estar errado através do endereço feedback@timeout.com