Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Descubra o melhor da agenda cultural de Cascais

Descubra o melhor da agenda cultural de Cascais

A cultura na Linha anda animadíssima com uma agenda de eventos muito preenchida. Pegue já na agenda.

Casa das Histórias Paula Rego
Fotografia: Arlindo Camacho
Por Editores da Time Out Lisboa |
Publicidade

Do EDPCOOLJAZZ aos grandes poetas portugueses, passando, claro, pela incontornável Casa das Histórias da Paula Rego. A agenda cultural de Cascais está preenchidérrima e há himalaias de coisas para fazer em Cascais nos próximos meses. É também bastante provável, senão certo, que esta lista que lhe apresentamos agora vá crescendo nas próximas semanas e nos próximos meses – como sempre, estamos cá para acompanhar o cada vez mais acelerado ritmo da vila e seus arredores. Uma coisa é certa: há muitas coisas para fazer em Cascais até ao final do ano.

Recomendado: Comer, comprar e passear: as melhores coisas para fazer em Cascais

O melhor da agenda cultural de Cascais

1
em voz alta
©Jorge Gonçalves
Coisas para fazer, Eventos literários

Em Voz Alta, os nossos Poetas

icon-location-pin Casa Sommer, Cascais
icon-calendar

Pelo segundo ano consecutivo, a Fundação Dom Luís I junta-se aos Artistas Unidos para homenagear grandes poetas portugueses. Na Casa Sommer, actores como Jorge Silva Melo, Lia Gama, Maria João Luís ou Catarina Wallenstein lêem em voz alta autores incontornáveis da história da literarura nacional, de Camões e Sophia de Melo Breyner a Natália Correia e Mário Cesariny. As sessões decorrem uma vez por mês até ao final do ano (excepto Julho e Agosto), sempre aos sábados e ao final da tarde.  

2
Jamie Cullum
©localjapantime
Música

EDPCOOLJAZZ: Jamie Cullum

icon-location-pin Hipódromo Manuel Possolo, Cascais
icon-calendar

Jamie Cullum não perde uma oportunidade de vir a Portugal. O cantor e pianista de jazz-pop britânico casa bem com a onda do edpcooljazz e foi uma das primeiras confirmações para a edição deste ano. Não lança nada de novo desde Interlude, de 2014, mas é capaz de ter música nova para mostrar quando finalmente aterrar Hipódromo Manuel Possolo, em Cascais, a 20 de Julho.

Publicidade
3
Diana Krall
Música

EDPCOOLJAZZ: Diana Krall

icon-location-pin Hipódromo Manuel Possolo, Cascais
icon-calendar

A cantora canadiana Diana Krall é um dos primeiros nomes que vêm à cabeça quando se pensa no edpcooljazz. Não só por já lá ter actuado umas quantas vezes, mas porque o seu smooth jazz assenta que nem uma luva no festival. E, nem de propósito, foi o primeiro nome confirmado para a 16.ª edição. Tudo indica que o alinhamento do concerto de dia 24 de Julho, em Cascais, não se vai centrar no seu álbum de 2018, Love Is Here to Stay, em dueto com o veterano Tony Bennett, mas antes nas canções a que emprestou a voz ao longo dos anos. Tendo em conta que lançou 15 discos nos últimos 25 anos, tem muito por onde escolher.

4
Tom Jones
Música

EDPCOOLJAZZ: Tom Jones

icon-location-pin Hipódromo Manuel Possolo, Cascais
icon-calendar

No activo há mais de meio século, Tom Jones emprestou a voz a todo o tipo de canções: pop, r&b, soul, country, gospel. Pelo caminho, vendeu para cima de 100 milhões de discos e teve dezenas de canções nos tops. O concerto de dia 25 de Julho, no Hipódromo Manuel Possolo, em Cascais, será o primeiro em Portugal num período de 16 anos. E o alinhamento vai focar-se nos êxitos de toda a vida.

Publicidade
5
New_KRAFTWERK-7_MoMA©BOETTCHER.jpg
© Boettcher Studio
Música

EDPCOOLJAZZ: Kraftwerk

icon-location-pin Hipódromo Manuel Possolo, Cascais
icon-calendar

Fundados em 1970 por Ralf Hütter e Florian Schneider, os Kraftwerk foram pioneiros da electrónica e instrumentais na sua popularização. O uso de produção computorizada e as incursões a estilos como o electro, o hip-hop, o techno e o synth-pop, inspiraram uma geração posterior de músicos. E a sua música continua brilhante. Ralf Hütter (o único que resta da fundação original) e companhia regressam a Portugal a 31 de Julho, para um concerto no Hipódromo Manuel Possolo, em Cascais. 

Há mais para descobrir em Cascais

Hífen
Fotografia: Manuel Manso
Bares

Os melhores bares em Cascais para beber um copo

É o fim da linha. Quer dizer, não tem de ser o seu fim, a frase anterior remete apenas para o fim da linha de comboio, estação terminal, no fundo. Chegado lá, é tentar desviar-se dos turistas e encontrar sítios para beber um copo. Bom, não tem obrigatoriamente de fazer isto, mas esta é a nossa proposta para este artigo: descobrir onde se bebem bons copos em Cascais, ou seja, seis bares em Cascais para ir beber um vinho, uma cerveja, um cocktail. A lista vai dos clássicos, às novidades até aos mais secretos.  Recomendado: Saiba quais são os 50 melhores bares em Lisboa  

Sushi Design
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes

Os melhores restaurantes em Cascais

A meia hora de Lisboa, Cascais – à beira-mar plantado – não é apenas um paraíso de praias e ondas para surfar. Os melhores restaurantes em Cascais, para antes ou depois do bronze, têm os olhos colados ao mar. Mas, se as estrelas são os peixes e o marisco, há mais: alta cozinha chinesa, caça e estrelas Michelin. Entre a terra e o mar, o difícil será escolher se prefere um pargo com cevadinha e funcho ou uma burrata italiana da Campânia. Explore este roteiro e, se estiver muito indeciso, siga também as nossas sugestões de pratos.

Publicidade
Coisas para fazer

O melhor do Brasil em Cascais

A história de amor e desamor (todos os bons namorados têm os seus arrufos) entre o Brasil e Portugal tem mais de quatro séculos e as notícias dos últimos dias dão conta de que há cada vez mais brasileiros a mudar-se de lá para cá. Embora ainda não se saiba quantos já cruzaram o oceano, sabemos que são mais de 35 mil a residir em Lisboa; e a procura de moradias na linha de Cascais também não pára de aumentar. 

Publicidade