1 Gostar
Guardar

Mini-roteiro geek de Lisboa

Fãs de videojogos, banda desenhada, action figures ou jogos de tabuleiro têm muito com que se entreter em Lisboa

Fotografia: Arlindo Camacho
Nostalgica

O Ciberdúvidas da Língua Portuguesa esclarece: geeks são pessoas “apaixonadas por computadores e tudo o que se relaciona com o mundo virtual". O termo, que começou por ser usado de forma pejorativa (caixas de óculos introvertidos que conheciam de cor as vantagens de desfragmentar o disco rígido) é agora uma palavra usada com orgulho por toda a gente que tem uma relação semi-obsessiva (apaixonada?) com videjogos, cinema, banda desenhada e outras expressões da cultura popular. Este parágrafo inteiro para dizer que em Lisboa não faltam sítios para geekalhar alegremente.

 

Gateway City Comics

Está bem no coração de Alcântara, perto do Lx Factory. É um ponto de encontro de todos os aficcionados de banda desenhada, sobretudo se quiser trocar umas ideias com os donos da loja sempre prontos a encontrar as novidades de livros e merchandising de séries e filmes inspirados em banda desenhada. 

A Gateway é o ponto nevrálgico da banda desenhada no bairro para comprar comics, animes ou manga em livro, jogos ou figurinhas — como um verdadeiro geek — e todo o merchandising relacionado. E o melhor é estar atento que de mês a mês há Flea Market só de banda desenhada organizado pela loja. 

Ler mais
Alcântara

Casa Antunes

O Centro Comercial do Martim Moniz escondeu demasiado bem esta loja da nossa vista. Com mais de dez anos de experiência, Vítor Antunes é quem está atrás do balcão deste éden de modelismo e recebe com simpatia e conhecimento da matéria inigualáveis. Aficionados destas pequenas maravilhas, é aqui que vão poder encontrar um Borgward, um Panther Turm ou uma Battlestar Galactica. Entretenha-se como uma criança no dia de Natal. 

Ler mais
Martim Moniz
Publicidade

Nostalgica, Museu dos Videojogos

O único museu em Portugal dedicado aos jogos de vídeo inaugurou este ano e leva-nos até ao jurássico do entretenimento electrónico. Arcades, computadores, consolas antigas e uma extensa biblioteca de videojogos fazem-nos suspirar por tempos mais simples em que correr um jogo no Zx Spectrum era uma tarefa bem complicada. Esta viagem no tempo implica uma viagem à Fundação Marquês de Pombal, em Oeiras.

Ler mais
Oeiras

Hyper Toys

Action figures, raridades e edições limitadas fazem desta pequena loja em Picoas um lugar obrigatório para coleccionadores, fãs de cinema, banda desenhada ou videojogos. Não são bonecos para brincar (há quem nem os tire da caixa) ou decorar bolos de anos mas sim sofisticadas esculturas que podem custar centenas de euros. Se está à procura de um sabre luz ou um Iron Man de 84 centímetros é aqui que tem de vir.

Ler mais
Avenida da Liberdade/Príncipe Real
Publicidade

BD Mania

Esta livraria especializada em banda desenhada está desde 1994 a fornecer aos lisboetas as melhores novidades dos livros aos quadradinhos. Tem um excelente catálogo que vai dos comics à BD francófona e todas as novidades em novelas gráficas. O serviço, online e offline, é irrepreensível. Também vende action figures.

Ler mais
Chiado/Cais do Sodré

Kingpin Books

A loja de mangá da editora com o mesmo nome também vende comics, merchandising e os popularíssimos Funko Pops, bonecos megacéfalos que imitam personagens de filmes, séries, banda desenhada e videojogos.

Ler mais
Lisboa
Publicidade

HP Modelismo

O aeromodelismo, passatempo preferido do Júlio Isidro, pode não apelar muito às gerações mais novas mas esta loja da Avenida Madrid soube adaptar-se aos novos tempos. Isto é, soube acompanhar a moda dos drones. Este é o melhor sítio para comprar esses aeróstatos modernos, passarolas mecânicas ruidosas que deixariam Bartolomeu de Gusmão orgulhoso.

Ler mais
Areeiro/Alameda

MILL – Makers In Little Lisbon

O MILL, na rua mais inclinada da Colina de Santana, é o quartel-general dos makers lisboetas. E o que são os makers, perguntam vocês? São fazedores, pessoas que metem as mãos à obra em projectos de programação, robótica, impressão 3D e um grande et cetera de outras coisas. Por outras palavras, são apaixonados por bricolage electrónica, com mais bits e bytes do que berbequins e brocas. No MILL há workshops para aprender estas coisas e uma oficina comunitária para quem quiser desenvolver os seus projectos.

Ler mais
Lisboa
Publicidade

Arena Lisboa

Uma Meca para os apreciadores de boardgames, wargames e RPG’s em Lisboa. Por outras palavras, um sítio para adquirir e jogar coisas bem mais complexas do que Monopólio. Também acolhe torneios de Magic The Gatering.

Ler mais
Campo Grande/Entrecampos/Alvalade

TGC Empire

Na cave do Centro Comercial Roma vai encontrar este império organizador de torneios semanais e eventos de TCG's (Trading Card Games) como Magic ou Pokémon, só para falar nos nomes que são mais familiares ao comum dos mortais.    

Ler mais
Campo Grande/Entrecampos/Alvalade
Publicidade

Mais coisas para crianças grandes

O fidget spinner explicado aos adultos

Há um novo brinquedo obrigatório entre a pequenada – sim, mães e pais hiperzelosos, mais uma coisa com que têm de se preocupar. Sim, educadores, mais um objecto metálico que pode ir parar ao olho de alguém.

Ler mais
Por Luís Leal Miranda

Sítios onde um adulto pode ser criança em Lisboa

Pelo menos no Brasil há um Dia do Adulto, mas por cá a moda ainda não pegou. Resta uma solução: aproveitar o Dia da Criança em Lisboa para soltar o Peter Pan que há em cada Capitão Gancho.

Ler mais
Por Renata Lima Lobo
Publicidade

Alerta geek: a Comic Con vem para Lisboa em 2018

Setembro de 2018 será o mês da primeira Comic Con em solo alfacinha – e a quinta edição em solo nacional. A próxima edição da Comic Con, um dos maiores festivais de cultura pop à escala mundial, realiza-se mais uma vez na Exponor, entre 14 e 17 de Dezembro de 2017. Mas em 2018, a coisa vai mudar. Quem avança a notícia é o Dinheiro Vivo que entrevistou Paulo Santos, CEO da Great Global Events (novo parceiro da Comic Con Portugal, que se junta aos organizadores Paulo Rocha Cardoso e Pedro Cardoso). "Ao realizarmos este evento em Lisboa criamos uma ponte mais rápida para chegar a espanhóis e outros europeus que queiram vir fazer parte da festa", explica Paulo Santos ao jornal digital, acrescentando que em Lisboa "há maior oferta hoteleira, maior capacidade de distribuição e interação" e que a cidade se tornou "numa miúda gira e toda a gente quer namorar com ela". Segundo o CEO é também possível que depois do teste do próximo ano em Lisboa, a Comic Con possa decorrer em vários locais: "Pode-se encontrar uma versão mista e dividir o evento por Lisboa e Porto. Podemos até ir para outro sítio. Mas sabemos que Lisboa tudo fará para nos seduzir e cativar". Uma coisa parece certa, queridos geeks alfacinhas: a Comic Con em Lisboa vai chegar para ficar. + Mini roteiro geek de Lisboa+ Entrevista a Cassandra Scerbo: “O Sharknado é a razão do Donald Trump ser presidente”+ As 50 melhores personagens de Star Wars

Ler mais
Por Renata Lima Lobo

Comentários

0 comments