A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
ARRAIAL VOZ DO OPERÁRIO
Fotografia: Manuel Manso

O melhor das Festas de Lisboa

Sardinhas e grelhadores em brasa. E, claro, muita música boa, do fado ao jazz. Venha daí e junte-se às Festas de Lisboa.

Raquel Dias da Silva
Escrito por
Francisca Dias Real
e
Raquel Dias da Silva
Publicidade

Desocupe a sua agenda porque vai precisar de espaço (e de muita energia) para o que se segue. Junho é provavelmente o mês em que os lisboetas menos dormem (ai arraiais, arraiais), mas é também o mês em que as olheiras são melhor toleradas no local de trabalho, portanto comece por descontrair e siga os nossos conselhos até ao fim. Dois anos depois de uma paragem forçada, as Festas de Lisboa regressam “para valorizar aquilo que Lisboa tem de melhor e não esquecer o que realmente importa”. A programação, que se estende até 30 de Junho, inclui concertos, cinema, teatro, exposições, arraiais e tronos de Santo António.

Recomendado: Guia para os Santos Populares em Lisboa

Festas de Lisboa 2019

  • Coisas para fazer

A curtir todos os santos ajudam, mas nenhum ajuda tanto quanto o Santo António. Durante o mês de Junho (e ainda com alguns resquícios em Julho), o santo mais popular de Lisboa transforma a cidade num imenso arraial enquanto assiste, deliciado, ao sacrifício de milhares de sardinhas. Os grelhadores estão a aquecer, as cervejas estão a arrefecer e nós adoramos viver todos os dias em festa. Mas queremos que nos faça companhia. Por isso dizemos-lhe tudo o que precisa de saber para aproveitar o melhor das festas mais bonitas da cidade mais linda. Bem populares ou alternativos, a escolha é sua. Mas não perca de vista esta lista dos arraiais em Lisboa – o mais provável é que esteja em constante actualização. 

Mais festa

  • Restaurantes

Cheiro a Lisboa é cheiro a sardinha assada. E não só quando faz frio, como diz a marcha popular – é especialmente, aliás, quando faz já algum calor. Chegado Junho já se instalou a necessidade de deitar a sardinha na brasa e logo depois no pão, deixá-la escorrer tudo o que pode, tirar a pele com a ponta dos dedos e limpar-lhe a espinha. Isto enquanto se ouve música pimba de qualidade e se põem manjericos ao luar. 

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade