Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Os lugares abandonados que precisa de conhecer

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme sempre antes de sair de casa.

Miradouro Panorâmico do Monsanto
©Francisco Santos

Os lugares abandonados que precisa de conhecer

Mais ou menos intactos, estes são os lugares abandonados que precisa de conhecer

Por Tiago Neto
Publicidade

É parte do folclore da humanidade, o abandono. O servir de um propósito que se torna obsoleto ou que, por outras razões, deixa de ser necessário. Mas para trás fica sempre um legado, a ideia de uma ou mais vidas que por lá se viveram. Os lugares abandonados despertam um misto de curiosidade e de fascínio, mesmo que a história do local seja conhecida, e é quase inevitável não nos fazer partir à aventura, explorando recantos e tentando reconstruir um pedaço do que se perdeu no tempo. Bom, as selfies também servem de razão para muitos, não há cá rodeios. Seja qual for o motivo, o que importa é sair de casa e aventurar-se nestes lugares abandonados que precisa de conhecer.

Recomendado: Os edifícios mais bonitos de Lisboa e arredores

Os lugares abandonados que precisa de conhecer

5ª Bataria da Raposeira
5ª Bataria da Raposeira
©DR/João Carlos Silveira

5ª Bataria da Raposeira

Atracções Edifícios e locais históricos Grande Lisboa

Datada do final do século XIX e princípio do século XX, a Bataria da Raposeira – integrada no agora extinto Regimento de Artilharia de Costa – era um dos oito pontos estratégicos de defesa da linha de costa que se estendia de Almada a Setúbal. Desactivada desde a década de 90, foi nesta estrutura militar que se realizaram as primeiras experiências com a Telegrafia Sem Fios (TSF) em Portugal, em 1901. O complexo está hoje totalmente abandonado.

Palácio das Águias
Palácio das Águias
©Palácio das Águias

Palácio das Águias

Atracções Edifícios e locais históricos Alcântara

Não é propriamente secreta a localização deste palácio – também conhecido como Quinta das Águias – já que, até há pouco tempo, estava à venda numa imobiliária. O imóvel, classificado como de Interesse Público, data de 1713 e foi passando por várias mãos até ao abandono definitivo, há mais de meio século. No interior merecem especial referência a capela, datada de 1748, a porta do átrio e várias salas com tectos de estuque branco relevado além da azulejaria.

Publicidade
Escola Secundária Afonso Domingues
Escola Secundária Afonso Domingues
©RickardoX.Fotografia/Facebook

Escola Secundária Afonso Domingues

Atracções Edifícios e locais históricos Marvila

A ordem de fecho veio do Ministério da Educação em 2010, justificada pela passagem do TGV, que nunca chegou a ali passar. Na Secundária Afonso Domingues, os alunos deram lugar ao nada: mesas, cadeiras, quadros e material estão espalhados pelo edifício, partidos, e as paredes vandalizadas. Mas por mais triste que a história seja, o encanto da visita permanece intacto. 

7ª Bataria de Outão
7ª Bataria de Outão
©DR/Facebook

7ª Bataria de Outão

Atracções Edifícios e locais históricos Grande Lisboa

Tal como a Bataria da Raposeira, a de Outão encaixa no Regimento de Artilharia de Costa da divisão Sul. Localizada em plena Serra da Arrábida, o objectivo do complexo era defender a foz do Sado. Lá dentro, ainda é possível ver os três canhões Vickers de 152mm, visitar o Forte e explorar toda a parte subterrânea do complexo onde eram guardadas as munições. Aproveite a visita e fique para o pôr-do-sol.

Publicidade
Panorâmico do Monsanto
Panorâmico do Monsanto
©Duarte Drago

Panorâmico de Monsanto

Atracções Torres e miradouros Benfica/Monsanto

O agora miradouro de Lisboa tem quase meio século. Foi restaurante de luxo, bingo, discoteca, edifício de escritórios e armazém. Agora, este ovni desenhado pelo arquitecto Chaves da Costa tem uma nova vida – uma vida bem mais pacata: faz de miradouro, aquela que
 foi sempre a sua vocação secundária. A vista de 360º para toda a cidade e a localização privilegiada, no Alto da Serafina, fazem deste prédio devoluto o melhor sítio para ver as vistas em Monsanto.

Mais para descobrir

maat
©Manuel Manso

Os melhores museus em Lisboa

Museus

Edifícios relativamente novos, com linhas que são uma perdição para a fotografia, e clássicos da cidade que patrocinam autênticas viagens no tempo. Destaque-se ainda os inúmeros e regulares workshops e eventos que promovem para adultos e crianças, ou mesmo as cafetarias e brunches que também são pequenas obras de arte. Deixamo-lo com uma visita guiada aos melhores museus em Lisboa, dando razões para redescobrir endereços obrigatórios e ideias para explorar colecções surpreendentes.

monumento ao calceteiro
©Duarte Drago

Monumentos de Lisboa: estátuas de A a bronze

Arte Arte pública

As estátuas são como aquele amigo que está sempre lá, mas com quem nunca conseguimos combinar um café. Estas são algumas das obrigatórias, para conhecer melhor e, de preferência, de bem perto. Há muitas coisas que os turistas fazem e todos os lisboetas devem experimentar, uma delas até passa por uma visita à Casa dos Gessos para ver o molde que deu origem à estátua de D. José I na Praça do Comércio.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade