Os edifícios mais bonitos de Lisboa e arredores

Fomos de departamento em departamento da Time Out perceber quais os edifícios que, pela sua beleza, conquistam mais adeptos

Fotografia: Arlindo CamachoMosteiro dos Jerónimos

Houve quem tentasse incluir estádios, mas só vale se a paixão pela arquitectura em causa for verdadeira. E ainda criámos uma batalha de concelhos na firma. A paz foi mais forte e o resultado final está aqui.

Os edifícios mais bonitos de Lisboa e arredores

Mosteiro dos Jerónimos

5 /5 estrelas

Mandado erigir pelo rei D. Manuel I em memória do Infante D. Henrique é Monumento Nacional desde 1907 e Património Cultural da Humanidade desde 1983. Edificado no século XVI, foi na altura doado aos monges da Ordem de S. Jerónimo, em 2016 ganhou o estatuto de panteão nacional. Na igreja do mosteiro (Igreja de Santa Maria de Belém) encontram-se, entre outros, os túmulos de Luís de Camões, Vasco da Gama e do rei D. Sebastião, cujos restos mortais foram trazidos por D. Filipe I numa tentativa de aniquilar o mito sebastianista. Mas são poucos os que acreditam que se trata efectivamente do corpo do rei desejado.

Comprar bilhetes Ler mais
Belém

Estação Ferroviária do Rossio

Quem passa por ela no Rossio não fica indiferente à fachada em estilo neo-manuelino, um revivalismo arquitectónico pensado por José Luís Monteiro, autor de outras estruturas alfacinhas, como a Sociedade de Geografia de Lisboa ou mesmo os candeeiros que ladeiam o Monumento aos Restauradores na praça vizinha. A então Estação da Avenida foi inaugurada em 1890 e na sua história foi palco de grandes acontecimentos, do homicídio de Sidónio Pais, em 1918, à tentativa de homicídio da estátua de D. Sebastião, em 2016. E já reparou que as duas portas em forma de duplo arco em ferradura imitam a entrada dos dois túneis da gare?

Ler mais
Santa Maria Maior
Publicidade

Casa Sommer

A antiga residência do empresário milionário Henrique Sommer é a mais recente adição do Bairro dos Museus, inaugurada em Dezembro de 2016. Foi recuperada pela Câmara Municipal de Cascais e, em Dezembro, tornou-se a nova sede do Arquivo Histórico Municipal (o segundo maior arquivo do país). No interior, que cresceu dos 824 metros quadrados para 1254 com o projecto da arquitecta Paula Santos, há uma livraria municipal, uma sala de consulta pública e três pisos de exposição cheios de tesouros antigos. As exposições que recebe estão muito ligadas à história de Cascais e às suas actividades

Ler mais
Cascais

Hotel 1908

Com uma localização central em Lisboa, o Hotel 1908 Lisboa é um hotel de 4 estrelas situado num edifício premiado de 1908 completamente renovado, do arquitecto Adães Bermudes. O hotel situa-se na esquina da Avenida Almirante Reis e da Praça do Intendente, e inclui uma galeria de arte em permanente evolução, um restaurante e um bar. Apresenta uma decoração Arte Nova e peças contemporâneas exclusivas de artistas portugueses convidados a reinterpretar o edifício para os dias de hoje.

Ver preços Ler mais
Intendente
Publicidade

Sede da EDP

Quando visitar a sede da eléctrica portuguesa vai poder ver os escritórios open space, onde durante a semana processam as suas facturas de electricidade. As duas torres são perpendiculares ao rio e uma praça de uso público (e instagramável a valer).  

Ler mais
Chiado/Cais do Sodré

Campo Pequeno

É um dos espaços mais polémicos de Lisboa. Mas adeptos de touradas ou não, todos podem concordar que o edifício do Campo Pequeno é um dos mais sui generis da cidade. A primeira praça construída neste local era de madeira, mas em 1892 abrem as portas da nova arena projectada pelo arquitecto José Dias da Silva que optou por uma estrutura de estilo neo-árabe revestida por tijolo ao natural. Entre 2000 e 2006 sofreu obras de remodelação e hoje é um espaço multiusos. As touradas continuam, mas para quem não quer entrar nessa lide também há concertos e outros eventos culturais.

Ler mais
São Sebastião
Publicidade

Teatro Thalia

"Hic Mores Hominum Castigantur". Podia ser um feitiço vindo de um mundo mágico criado por JK Rowling, mas significa "Aqui serão castigados os costumes dos homens" e pode ler-se na fachada deste teatro. Construído em 1820 como teatro privado do conde Joaquim Pedro Quintela, na verdade o que foi castigado foi o próprio edifício, vítima de um incêndio em 1862 do qual só sobrou a fachada. Esteve abandonado mais de 150 anos até que passou para as mãos da Secretaria-Geral da Educação e Ciência que em 2010 decide requalificar o teatro, com um projecto de arquitectura dos ateliês dos arquitectos Gonçalo Byrne e Bárbara Lopes. Hoje o espaço recebe mensalmente concertos da Orquestra Metropolitana de Lisboa e é possível alugá-lo para eventos privados.

Ler mais
Sete Rios/Praça de Espanha

Torre Vasco da Gama

É o edifício mais alto do país, atingindo 140 metros de altura. Há quem diga que lembra o Dubai, mas também lembra as antigas naus dos Descobrimentos. Projectado pelos arquitectos Leonor Janeiro (Profabril) e Nick Jacobs (SOM) para a Expo 98, aqui esteve instalado um restaurante panorâmico até 2001. Permaneceu encerrado uns tempos até que em 2012 é inaugurado aqui o Myriad by SANA Hotels. Para isso foi parcialmente demolida uma estrutura anexa à torre para construir este hotel de cinco estrelas que, sem tocar na torre, volta a instalar um restaurante panorâmico, o River Lounge, dando novamente acesso às vistas a partir do céu.

Ler mais
Parque das Nações
Publicidade

Casa do Alentejo

Para fugir das multidões, das filas, do serviço lento da esplanada da moda e dos colegas de trabalho, a Taberna da Casa do Alentejo é o lugar perfeito. Situada no pátio interior do edifício do antigo Palácio Alverca – que só por si merece uma visita – esta esplanada pode não ter as vistas deslumbrantes das suas congéneres, mas os petiscos (açordas, enchidos, salgadinhos, queijos, etc.), a paz e o sossego compensam.

Ler mais
Santa Maria Maior
Publicidade
Mostrar mais

Mais edifícios incríveis em Lisboa

Prémio Valmor: siga o roteiro dos edifícios distinguidos em Lisboa

São prédios com prémio, passando o trava-línguas. Criações com assinatura de prestigiados arquitectos que mantêm o seu espaço na cidade. O famoso Prémio Valmor remonta a 1898, quando foi instituída a atribuição de um valor pecuniário para repartir por arquitecto e proprietário da construção. A ideia foi do 2º visconde de Valmor, Fausto de Queirós Guedes, e a distinção começou a ser atribuída em 1902. Em pouco tempo, tornou-se num dos galardões mais prestigiados na cidade nesta área.  Dos primórdios do século XX aos projectos mais recentes, viaje pelo passado e presente ao sabor de edifícios emblemáticos em Lisboa.

Ler mais
Por Renata Lima Lobo

Igrejas em Lisboa que tem mesmo de visitar

Não servem apenas para rezar. As igrejas são odes à arquitectura e guardam muitas histórias entre vitrais e talhas douradas. Siga este roteiro de igrejas em Lisboa para ficar mais perto do céu, sem tirar os pés da terra. Recomendado: As melhores obras de design e arquitectura em Lisboa

Ler mais
Por Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Comentários

0 comments