Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Propostas gratuitas para celebrar o Dia dos Monumentos e Sítios

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme sempre antes de sair de casa.

Vista sobre Lisboa e Margem Sul
©DR

Propostas gratuitas para celebrar o Dia dos Monumentos e Sítios

O Dia Internacional dos Monumentos e Sítios desvenda caminhos secretos, guia-o pela cidade e não lhe pesa na carteira.

Por Francisca Dias Real
Publicidade

Entradas gratuitas, visitas guiadas e passeios pouco óbvios pela cidade. Esta quinta-feira, 18, assinala-se o
 Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, sob alçada da Direcção-Geral do Património Cultural, e há dezenas de actividades agendadas por Lisboa, enquadradas no tema Património 
e Paisagem Rural. Subir ao miradouro das Amoreiras sem pagar, assistir a um concerto de jazz no interior do Museu dos Coches ou aproveitar o Palácio Nacional de Queluz à noite. Para o orientar, traçámos este roteiro completo para se armar em turista sem sair de Lisboa. Ponha-se nos sítios.

Recomendado: Guia para não pagar entrada nos museus em Lisboa

 

Propostas gratuitas para celebrar o Dia dos Monumentos e Sítios

Miradouro Amoreiras 360° Panoramic View

Coisas para fazer Campolide

O Amoreiras 360º Panoramic View volta a aliar-se a este dia e as entradas vão ser grátis. Basta apanhar o elevador no piso 2 do Centro Comercial das Amoreiras entre as 10.00 e
as 12.30 ou entre as 14.30 e as 22.00. Lá em cima, a cidade é sua, independentemente
de para onde estiver virado, quer seja para
a Ponte 25 de Abril, para o Castelo de São Jorge ou para a Torre de Belém. Vai ter vistas iguais às que ocupam estas páginas.

Avenida Eng. Duarte Pacheco. Qui 10.00-12.30/14.30-22.00.

Museu das Comunicações
Museu das Comunicações
©Ana Luzia

Fundação Portuguesa das Comunicações

Museus Ciência e tecnologia Chiado/Cais do Sodré

Prepare-se para um peddy paper à séria pela cidade. O ponto de partida é no Museu das Comunicações e, a partir daí, vá descobrindo a zona de São Paulo. Os participantes vão recebendo pistas sobre os locais para onde têm de se dirigir, ao mesmo tempo que vão descobrindo tesourinhos da história lisboeta, desde a raposa de Bordalo II ao Jardim D. Luís. A organização desafia toda a gente a registar os momentos em fotografias como “se de um safári fotográfico se tratasse”.

Rua do Instituto Industrial, 16. Inscrições: museu@fpc.pt. Qui 15.30.

Publicidade
Central Tejo
Central Tejo
©Francisco Nogueira

MAAT

Museus Belém

Entrar por sítios nunca dantes caminhados dentro da Central Tejo é uma das propostas do MAAT para este dia. Habitualmente fechadas ao público, a sala dos reóstatos e a de distribuição do carvão, a torre misturadora e os túneis vão poder ser visitados a partir das 17.00. Às 15.00 há visita orientada à exposição de “Hello Robot”, e outras duas estão marcadas à “Ficção e Fabricação: Fotografia de Arquitectura Após a Revolução Digital”, para as 11.30 e 16.00. As actividades são gratuitas, mas tem de se inscrever.

Inscrições nas visitas: visitar.maat@edp.pt ou 21 002 8130.

Aqueduto das Águas Livres
Aqueduto das Águas Livres
©DR

Museu da Água

Atracções Campolide

Durante mais de um século, até ao seu encerramento ao público em 1852, o “passeio dos arcos” constituía-se como uma travessia entre o espaço rural e a cidade moderna joanina. Neste dia, o Museu da Água organiza uma visita guiada ao longo desta infra-estrutura secular, construída em meados do século XVIII, sem ter de pagar nada por isso.

Calçada da Quintinha, 6. Inscrições: 21 810 0215. Qui 18.00.

Publicidade
Panteão Nacional
Panteão Nacional
©Ana Luzia

Panteão Nacional

Atracções São Vicente 

Alinhe na visita comentada Um Marco na Paisagem, que o leva a percorrer o Panteão Nacional de uma ponta à outra, o primeiro monumento barroco no país, e ainda terá acesso ao terraço do zimbório, zona de entrada habitualmente condicionada, de onde poderá contemplar o Tejo. A par disto, há ainda projecções (entre as 10.00 e 18.00) de três curtas-metragens realizadas pelos alunos da Escola Superior de Teatro e Cinema.

Campo de Santa Clara. Visitas: 10.30; 14.30. geral@panteao.dgpc.pt

Museu de Arte Popular e Museu Nacional de Etnologia

Museus Belém

“Património e Paisagem Rural: da representação artística ao testemunho material” é o nome da visita que é feita em duas partes e em dois núcleos. Primeiro, no Museu de Arte Popular (14.30), e depois, no Museu Nacional de Etnologia (16.30). Vai poder ver aquele que é o maior arquivo do património etnográfico nacional ao longo das suas Reservas Visitáveis, as Galerias da Vida Rural.

Inscrições: servicoeducativo@mnetnologia.dgpc.pt. Qui 16.30.

Publicidade
Jardim botanico de lisboa
Jardim botanico de lisboa
Fotografia: Manuel Manso

Museu Nacional de História Natural e da Ciência

Museus História natural Princípe Real

O MUNHAC faz a festa mais tarde, na segunda (22), e promove duas actividades para os mais novos. Há um jogo de pistas de reconhecimento das plantas do Jardim Botânico (14.00) e, logo a seguir, podem aventurar-se na exposição “Entre Dinossáurios” onde exploram os ambientes inóspitos em que viveram estas espécies (15.00).

Inscrições: geral@museus.ulisboa.pt.

Padrão dos Descobrimentos
Padrão dos Descobrimentos
©DR

Padrão dos Descobrimentos

Atracções Belém

A ocidente na cidade não falha a celebração deste dia. O Padrão dos Descobrimentos organiza um passeio (10.30) pela zona de Belém, destacando-a como local evocativo das Descobertas Marítimas e marcada em 1940 pela Exposição do Mundo Português. Às 11.30, embarque na visita guiada pela exposição “Contar Áfricas!”, que mostra a diversidade neste continente e não a “visão” de África que tiveram os portugueses – repete-se às 19.00. A meio da tarde, às 15.00, aventure-se em Da Praia do Restelo à Belém Cultural, uma reflexão que mostra a evolução da zona de Belém e como esta se tornou um centro cultural.

Inscrições: se@padraodosdescobrimentos.pt.

Publicidade
palacio beau sejour
palacio beau sejour
Fotografia: Inês Félix

Palácio Beau-Séjour

Atracções Edifícios e locais históricos Sete Rios/Praça de Espanha

De quinta rural a jardim urbano, é sob essa premissa que é feita esta visita à quinta e palácio do Beau Séjour, adquiridos pela Baronesa da Regaleira em 1840. Na altura conhecida por Quinta das Loureiras, passou a designar-se por Beau Séjour, mas sempre foi chamada pelos vizinhos de Quinta das Campainhas. Actualmente o edifício alberga o Gabinete de Estudos Olisiponenses.

Estrada de Benfica, 368. Inscrições: vanda.souto@cm-lisboa. pt. Qui 10.30.

Museu Nacional dos Coches
Museu Nacional dos Coches
©Ana Luzia

Museu Nacional dos Coches

Museus Belém

Cerca de 8000 objectos estão divididos por núcleos e bem guardadinhos na Oficina de Conservação e Reservas do Museu dos Coches – local onde ninguém entra a não ser os especialistas em restauro. Mas esta quarta vai poder visitar o espaço, às 11.00, e descobrir as reservas museológicas da Casa Real. Para os mais pequenos está organizado um peddy paper pelo museu e as suas colecções de coches (14.30). A fechar o dia há ainda um concerto de jazz no interior do museu com a banda The American SongBook (16.00).

Avenida da Índia, 136. Inscrições: ritadargent@mncoches.dgpc.pt.

Publicidade
Palácio Nacional de Queluz
Palácio Nacional de Queluz
©PSML_Wilson Pereira

Palácio Nacional de Queluz

Atracções Edifícios e locais históricos Grande Lisboa

Para celebrar a efeméride, também o Palácio Nacional de Queluz estará aberto 
à noite numa iniciativa com visitas que incluem o acesso ao Jardim de Malta e ao Jardim Pênsil. E não tem de pagar nada para entrar naquele que é considerado uma espécie de Versalhes português. Será no período entre as 20.00 e as 00.00 que as visitas acontecem e ainda será projectado um pequeno filme de animação, pensado para as famílias, que mostra a evolução da Quinta de Queluz e como se transformou em palácio real.

Inscrições no site da Parques de Sintra. Qui 20.00-00.00.

Mais que fazer em Lisboa

Museu do Dinheiro
Inês Félix

Conheça estes museus grátis em Lisboa e arredores

Museus

Não é ao domingo de manhã, sábado à tarde ou segunda de madrugada. Estes museus são de entrada gratuita sempre que a porta está aberta ao público. E a busca pela descoberta de um museu gratuito também pode significar a descoberta de um museu que nem sempre está na ribalta. Fomos à procura dos museus grátis em Lisboa e concelhos vizinhos e descobrimos algumas pérolas museológicas. 

Passeio de bicicleta promovido pela Massa Crítica
Fotografia:Ana Luzia

Coisas grátis para fazer em Lisboa

Coisas para fazer

Não sabe o que fazer em Lisboa? De concertos de rock a aulas de swing, de recitais de poesia a passeios de bicicleta, damos-lhe uma grande variedade de sugestões para aproveitar tudo quanto é à borla na cidade. São dezenas de coisas grátis para fazer em Lisboa, afinal não queremos que deixe de aproveitar o melhor que a cidade tem apenas por ter a carteira mais vazia. Há muito para fazer à borla em Lisboa. 

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade