Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Roteiro perfeito em Tavira: relaxar, comer, visitar, repetir

Roteiro perfeito em Tavira: relaxar, comer, visitar, repetir

Fomos à procura dos melhores sítios onde ir e onde ficar na “Veneza do Algarve”. Bem-vindo a Tavira.

tavira
Fotografia: Paolo Querci
Por Raquel Dias da Silva |
Publicidade

Tavira estende-se ao longo do rio Gilão, que chega ao mar através das entradas das lagoas do Parque Natural da Ria Formosa, onde se incluem todas as praias do concelho. Encantadora, esta cidade-postal distingue-se de outros destinos no Algarve pelas ruas estreitas, casas tradicionais caiadas de branco e um céu onde raramente aparecem nuvens. Fundada por fenícios, que construíram uma espessa muralha na colina hoje designada de Santa Maria, da qual ainda restam vestígios, Tavira é ainda fruto de influências romanas, islâmicas e cristãs e a sua história foi marcada tanto por momentos de prosperidade como de declínio e estabilidade. Lições de história à parte, fomos à procura do melhor da cidade, mas também do concelho, de Cabanas de Tavira a Santa Luzia, a autodenominada “Capital do Polvo”. Este é o roteiro perfeito: onde ficar e onde ir, desde os espaços culturais a não perder e as praias mais paradísiacas aos melhores restaurantes e ao sítio certo para dançar até de madrugada ou, se preferir, beber um copo e pôr a conversa em dia.

Recomendado: Descobrir a Ria Formosa: guia essencial para um dia de passeio

Onde ir

Atracções

Museu Municipal de Tavira

Estando na cidade, vale a pena a visita ao Núcleo Museológico Islâmico, onde encontra o Vaso de Tavira, que já foi emprestado ao Museu do Louvre e está agora integrado na exposição permanente; e ao Palácio da Galeria, que se destaca pelas escavações efectuadas no átrio, onde parte do chão é de vidro, permitindo identificar vários “poços rituais fenícios” dos séculos VII-VI a.C., dedicados ao culto de Baal, deus das tempestades. O bilhete dois em um fica entre 1,50€ (com descontos aplicáveis) e 3€ (normal). Mas este museu, polinucleado e multitemático, é composto ainda pelo Núcleo Museológico de Cachopo, que aborda a vertente serrana do território concelhio desde tempos pré-históricos; o Núcleo Arqueológico do Bairro Almóada, que retrata perfeitamente o urbanismo de época islâmica em solo nacional; a Ermida de São Sebastião, palco do programa Música nas Igrejas; a Ermida de Santa Ana, um dos mais antigos edifícios religiosos da cidade; e o Centro Interpretativo do Abastecimento de Água a Tavira. Depois disto, não vai precisar de ir a mais museus.

tavira
© Peter Broster / CC BY-SA 3.0.
Atracções

Castelo de Tavira

A tradição local afirma que, no castelo, existe uma moura encantada que todos os anos, na noite de São João, aparece a chorar o seu destino – será, porventura, a filha de Aben-Fabila, que desapareceu quando Tavira foi conquistada pelos cristãos, mas nunca retornou. Lendas à parte, este posto defensivo remonta aos séculos X e XI, tendo sido reconstruído pelos mouros sobre a anterior fortificação de origem fenícia (séculos VIII-VII a.C). Actualmente, resta ainda o núcleo principal do castelo, onde se encontra um singelo mas muito colorido jardim, e troços da muralha, classificada como Monumento Nacional, por decreto publicado em 1939. Se subir às torres, terá vista para toda a cidade, mas é preciso ter cuidado: as escadas não têm corrimão. Caso tenha vertigens, aprecie as ruínas ou encontre um recanto à sombra para ler. A entrada é livre, por isso não perde nada.

JÁ QUE AQUI ESTÁ: Antes de entrar no castelo, fora do perímetro defensivo pode aproveitar para visitar a Igreja de Santa Maria do Castelo, um edifício do século XIII, provavelmente mandado construir no local da antiga mesquita pelo conquistador da cidade, D. Paio Peres Correia, mestre da Ordem de Santiago, que está sepultado na capela-mor juntamente com sete cavaleiros cristãos falecidos em batalha. Junto à igreja encontra também a Torre de Tavira, com uma câmara obscura, que permite ver a panorâmica global da cidade ao vivo e em movimento. O bilhete custa entre 3€ (crianças) e 5€ (adultos).

Publicidade
Atracções, Edifícios e locais religiosos

Igreja de Santiago

É por Tavira que passa o troço algarvio do Caminho Português de Santigo: a cidade tem uma forte ligação à tradição peregrina jacobeia, não só porque foi conquistada aos mouros pelos templários da Ordem de Santiago, mas acima de tudo pela tradição religiosa que se enraizou nesta região. Apesar da Igreja de Santiago não ser a mais bonita da cidade, é aí que se encontram as primeiras vieiras e setas amarelas que apontam a Santiago de Compostela. Atendendo à orientação do templo, diferente da tradicional orientação a nascente das igrejas medievais, suspeita-se que este tenha sido construído sobre uma antiga edificação do período muçulmano. A fachada principal apresenta um exuberante medalhão setecentista que exalta a figura do padroeiro, Santiago, representado como guerreiro, recordando a lenda da sua milagrosa aparição numa batalha travada durante a reconquista cristã. No interior, destaca-se a capela lateral do Santíssimo que apresenta alguns vestígios renascentistas, de meados do século XVI, nomeadamente a abóbada e uma recôndita escultura em relevo, situada no frontal de altar, representando os Instrumentos da Paixão de Cristo e os quatro Evangelistas. À entrada desta capela, realce para os célebres Painéis de Santa Maria, um conjunto de pinturas sobre madeira, dos séculos XV e XVI, representando São Pedro, São João Baptista, São Brás e São Vicente, originalmente expostos na vizinha igreja de Santa Maria.

Coisas para fazer

Casa Fotografia Andrade

A loja Fotografia Algarve, no número 7 da Rua Estácio Veiga, é a casa de fotografia mais antiga de Tavira. O primeiro negativo que permite situar a história data de 24 de Maio de 1900 e está incluído em Tavira e os Andrades – 120 anos de fotografia, uma edição de autor lançada em 2017. Mas a memória fotográfica da família Andrade não só está exposta em livro, como num espaço físico, a Casa de Fotografia Andrade, que nasceu como núcleo museológico no número 36 da Rua da Liberdade, onde é possível encontrar ampliadores, câmaras fotográficas, guilhotinas, caixas de arquivo, negativos em vidro e cenários de estúdio desde o início do século XX. Esta exposição está aberta ao público de segunda a sexta, entre as 10.00 e as 18.00 (com pausa para almoço, das 13.00 às 15.00), e aos sábados, das 10.00 às 13.00. A entrada custa 5€ (há descontos para residentes na cidade, estudantes e séniores).

Publicidade
Restaurantes

Guarda Rios Hamburgueria & Tapas

Na parte mais bonita do Parque Séqua, o Guarda-Rios está rodeado de dois parques, perfeitos para levar os miúdos. Depois de um pouco de exercício, é sentar à sombra e mandar vir comida para a mesa. Este restaurante-bar com esplanada tem tapas, desde gaspacho com manjericão (3€) a tábua de queijos e enchidos (8€), mas também hambúrgueres com carne Black Angus (dos 7,50€ aos 9€). Para sobremesa, recomenda-se uma das duas mousses, a de chocolate e menta ou a de lima e gengibre (3€). 

JÁ QUE AQUI ESTÁ: Leve os patins, o skate ou a bicicleta e aproveite o parque de skate mesmo ao lado, com um half pipe, um duplo e um mini half pipe, uma fun box, uma pirâmide, um corrimão com declive, um duplo corrimão com rampa, uma rampa de lançamento e dois quarter pipes.

Compras

Ex Libris Gourmet

Na zona histórica de Tavira, junto à ponte romana, num edifício datado do século XIX, o Ex Libris Gourmet vende produtos tradicionais portugueses, mas também as melhores iguarias gourmet internacionais, de chá e biscoitos a patés e foie gras. Se perder o devido tempo a inspecionar a oferta, encontrará, por exemplo, flor de sal DOP de Tavira, uma reedição de 1928 de chocolates Regina e cerveja artesanal Sovina.

Publicidade
slow fashion
Kozii Shop
Compras

Kozii

Cecília é filha de uma família nómada, sempre viajou muito e costumava desenhar os seus próprios tecidos quando ia a Moçambique visitar os pais. Um dia começou a vender as suas criações por toda a Europa, mas foi apenas quando sentiu necessidade de assentar raízes que a Kozii começou a ganhar forma. A inspiração veio da cidade de Jaipur, no estado de Rajastão, na Índia, concretizando-se em Portugal, com dois espaço físicos em Tavira (esta e uma outra loja, no n. 8 da Travessa Dona Brites) e um terceiro em Castro Marim (Urbanização Praia Verde, loja 4). A linha de vestuário, que é contemporânea ao mesmo tempo que salvaguarda uma tradição, foi criada através do recurso a técnicas milenares de estampagem de tecido – como o woodblock printing, o mais antigo, simples e vagaroso de todos os métodos de impressão. Como marca de slow fashion, as colecções compõem-se de fibras naturais e eco-friendly, como o algodão orgânico, modal, seda e lãs caxemira. Os preços começam nos 10€ e podem chegar aos 185€.

Ozadi Concept Store
Ágata Xavier
Compras

Ozadi Concept Store

Se o centro da cidade não vai ao hotel, vai o hotel ao centro da cidade. O Ozadi esticou o braço até Tavira para abrir uma concept store que o representa. Além de tapas, doces (o de laranja ou o de laranja com alfarroba são imperdíveis), vinhos, sumos naturais ou cocktails, tem livros de design e arquitectura (com destaque para a Rizzoli e Gestalten) e vários objectos escolhidos a dedo numa parceria entre o hotel e o Apartamento, uma agência criativa lisboeta. Com vários objectos de autor, vende, entre outros, cerâmica de Teresa Pavão, incensos da Haeckels, sabonetes da Amor Puro, velas da Earl of East London (uma das quais inspirada em Portugal), cerâmica da Círculo ou cremes da La-Eva. A loja também mostra as experiências que o hotel disponibiliza, como a observação de golfinhos na Ria Formosa. Há ainda um cantinho para as crianças.

Publicidade
tavira
Sítio Café
Restaurantes

Sítio Café

Perto do centro histórico da cidade, o Sítio Café é provavelmente a primeira escolha para os fãs de tostas. Mas não de tostas quaisquer. Estas, de tamanho generoso e feitas com pão fino e estaladiço, enchem os olhos antes de confortar o estômago. As propostas, entre os 2,50€ e os 3€, vão desde o mais básico, com fiambre e queijo, às estrelas da casa, como a de muxama, com queijo e maionese, ou a napolitana, com tomate, queijo, oregãos e chouriço. O tempo de espera, às vezes mais moroso do que o expectável, vale a pena, sobretudo se aproveitar para beber uma ou duas imperiais. No Verão, sempre tem a esplanada, com vista para a ponte militar, que dá acesso ao Jardim do Coreto.

d'gusta em tavira
Fotografia: Joana Júdice
Restaurantes

D’Gusta

Com uma das esplanadas mais requisitadas de Tavira, composta por pipas de madeira antiga, cadeirões e outros objectos recuperados, o D’Gusta aposta nas tapas (3,50€-7€), como a tiborna de queijo de cabra com alecrim e mel caseiro no forno; os cogumelos salteados; o polvo à algarvia; e o tártaro de atum com amêndoas e sweet & chilli. Perfeito para partilhar, o melhor é reservar mesa com antecedência, caso contrário arrisca-se a ficar só a olhar. Se encaixar nos seus planos, também pode experimentar um jantar tardio, lá pelas 21.00, 21.30. 

Publicidade
Bares

Orangea

Quem se senta no Orangea, de preferência com vista para a piscina, esquece-se que a poucos metros passa a estrada nacional. Neste pequeno oásis em Tavira, impera o silêncio e o descanso. E imperam também as tapas e um licor caseiro muito especial. O Orangea, no Ozadi Tavira Hotel, tem um homónimo, feito com laranjas algarvias e com teor alcoólico de 30%, que está na base do Ozadia (8€), um cocktail de autor que também leva alfazema, alecrim, clara de ovo e sumo de lima. Para comer, recomendamos que o faça ao jantar, para experimentar as tapas e os petiscos, como os croquetes de alheira com molho de mostarda e mel (6€), o gaspacho algarvio com tosta de muxama e azeite (7€) e o tataki de salmão com maracujá (8€).

noélia
DR
Restaurantes

Noélia & Jerónimo

É Noélia, a chef de mão cheia, que dá nome a esta casa em Cabanas de Tavira, na marginal da Ria Formosa. Três em um, é restaurante, mas também pastelaria e cafetaria. É, sobretudo, paragem obrigatória no Algarve. Se precisa de provas, basta aparecer sem reserva e observar as extensas filas. A reserva, já agora, é imprescindível. Sem reserva não entra, mas a fama é tanta, que há quem vá à sorte. A aparência singela engana, a qualidade da comida desengana. Na ementa, focada na sazonalidade dos produtos e na cozinha regional algarvia, encontra propostas como tártaro de carabineiro e peixe galo com açorda.

Publicidade
sabores da ria em cabanas de tavira
The Fork
Restaurantes

Sabores da Ria

O Sabores da Ria, em Cabanas de Tavira, está perto das praças municipais e oferece uma agradável esplanada (parcialmente coberta no Inverno). A ideia é apostar no marisco e no peixe fresco. Vá numas conquilhas e lulinhas à algarvia, siga no peixe que lhe apontarem a dedo na vitrine e acompanhe com vinho da casa, seja branco ou tinto, que vem do Douro e não deixa a casa ficar mal. Conte com uns 20€ por pessoa.

Restaurantes

O Alcatruz

É pura e simplesmente uma das melhores tascas de todo o Algarve. Fundada em 1989, é conhecida pelo seu slogan “Tá o petisco a monte”, que nos dizeres da terra significa que há muito petisco. Nós aconselhamos a saladinha de ovas de polvo, o choco de cabidela (faz-se com a tinta do bicho, não com o sangue), os bivalves sempre frescos ou os carapaus. Mas o melhor é deixar que seja Jorge Gorgulho, o dono, a aconselhar, que ele sabe melhor. Não vai pagar mais que 15€.

Publicidade
polvo
Polvo & Companhia
Restaurantes

Polvo & Companhia

Este restaurante não podia estar melhor situado. Com vista para o Parque Natural da Ria Formosa, encontra-se em pleno centro de Santa Luzia, mesmo na avenida principal da autodenominada “Capital do Polvo”. Recentemente premiado como uma das nove estrelas da Rota do Pestico 2019, na categoria “Melhor Ementa da Rota”, o Polvo & Companhia está ao comando do chef Hagmitt Almeida, que tem vindo a reinventar as receitas tradicionais de polvo, preservando as características da gastronomia mediterrânica. Entre as propostas da ementa, encontra, por exemplo, polvo com mel e mostarda (8,90€), acompanhado de batata doce de Aljezur; caril de polvo e gambas (17€) ou polvo com ameijôas (15,90€), inspirado na carne de porco à alentejana, que troca a carne pelo polvo. Se não for assim tão fã deste molusco, não há problema: pode experimentar entradas como a de atum braseado com sésamo (8,20€) e o ceviche de peixe (8,30€) ou pratos para partilhar, como o arroz de marisco (32€) ou a moqueca de camarão (48,50€). Há ainda opções de peixe (como a filete de peixe-galo panado com molho de maracujá e banana) e de carne (como as plumas de porco preto com grelos salteados). Mas fica a sugestão: por 30€, mediante reserva antecipada, pode provar o menu de degustação, que inclui cinco pratos de autor (amuse-bouche, entrada, prato de peixe, prato de carne e sobremesa).

gelados
Muxagata
Restaurantes

Muxagata

Este quiosque encontra-se no Jardim do Coreto, em Tavira, desde 1981. Negócio de família, não deixa ninguém indiferente e é comum haver fila nos meses de Verão (mesmo quando, de tempos a tempos, compete com os doces regionais dos mercados sazonais, que se vão instalando no jardim). Os gelados são de fabrico próprio e os sabores disponíveis incluem propostas surpreendentes, como o Dom Rodrigo, que inclui amêndoas, doce de ovos e fios de ovos, tal e qual a iguaria tradicional, mas sem o embrulho em forma de pirâmide tosca, em papel metalizado colorido. Há ainda gelado sem açúcar, apenas com stevia.

JÁ QUE AQUI ESTÁ: Aproveite para passear pelo mais antigo jardim público de Tavira, conhecido pelo coreto que lhe dá nome. Testemunho da denominada arquitectura do ferro oitocentista, foi fabricado no Porto, pela firma Fundação do Ouro, e chegou a Tavira em 1890 por via marítima. Perto do jardim, encontra também o Mercado da Ribeira, com restaurantes e lojas de lembranças.

Publicidade
tavira
algarvetips.com
Coisas para fazer

Ilha de Tavira

É conhecida como Ilha de Tavira pelos locais, mas a verdade é que é apenas uma das praias que compõem a ilha arenosa, da qual fazem parte também a Praia da Terra Estreita, a Praia do Barril e a Praia do Homem Nu. Situada na extremidade oriental da ilha, dispõe de várias casas de veraneio, apoios de praia e inúmeros equipamentos turísticos, incluindo restaurantes, bares de “pés na areia” e estabelecimentos de animação nocturna durante a época balnear. Como esta praia é bastante popular, conte com enchentes, sobretudo em Agosto, mas nada tema: são sete quilómetros ao longo da costa. Basta andar uns cinco a dez minutos para sair da secção mais movimentada e encontrar o poiso ideal. Se quiser acampar na ilha, há um parque de campismo aberto de Maio a Setembro, onde é possível alugar tendas permanentes com electricidade (também pode levar a sua, não há problema). Sob a sombra de pinheiros, possui boas instalações, incluindo churrasqueiras.

COMO CHEGAR: É possível apanhar um barco no cais do rio Gilão, no centro da cidade de Tavira, ou no Cais das Quatro Águas, junto da Ria Formosa. Ambos os serviços viajam para o mesmo cais da ilha. Uma vez lá só tem de decidir se quer ficar do lado da ria ou fazer uma caminhada até ao mar. Este Verão, o cais principal da ilha está em obras e há um temporário: a frequência de barcos a ir e voltar é menor, por isso tem de estar atento para não acabar a perder horas nas filas.

praia do barril
Fotografia: Ana Luzia
Atracções, Praias

Praia do Barril

Estacione o carro na avenida principal de Santa Luzia, compre uma caixa de figos do Algarve e faça-se ao caminho até à Praia do Barril. É pelo menos uma meia hora a pé, com passagem pelo sapal da Ria Formosa, considerado um dos mais belos parques naturais do Algarve. Ainda antes de passar a ponte pedonal que atravessa a ria, espreite para o sapal e veja se descobre os inúmeros caranguejos que aí habitam (não vai ser difícil, vai ver). Se a preguiça levar a melhor, apanhe o comboio que atravessa a praia. Não é muito caro, a viagem é bonita e sempre pode voltar a pé, depois de ter adormecido ao sol. O desembarque faz-se num aldeamento turístico, onde em tempos houve uma pequena aldeia piscatória dedicada à pesca do atum (restam apenas as âncoras).

COMO CHEGAR: A viagem de comboio a partir de Pedras d’El Rey é imperdível, mas também pode optar por fazer o mesmo trajecto a pé.

Publicidade
echo
©DR
Noite, Clubes

Echo

Faz agora dois anos que Tavira ganhou um novo espaço nocturno, o Echo. Piadas sonoras à parte, a discoteca apareceu no lugar da antiga UBI com uma pirâmide exterior a servir de palco, duas pistas de dança e uma hamburgueria a remeter para os anos 50. A abertura foi um sucesso e colmatou uma falha da cidade, chamando jovens da região e até da vizinha Andaluzia. Sim, ouve-se muito espanhol.

Onde ficar

Pousada de Tavira
Trivago.com
Hotéis

Pousada do Convento da Graça

Foi a reconstrução do Convento de Nossa Senhora da Graça da Ordem de Santo Agostinho que deu vida a esta pousada, datada do século XVI, em pleno centro histórico de Tavira e a poucos minutos a pé da Ponte Romana sobre o rio Gilão. Trata-se de uma das primeiras obras em estilo chão no Algarve e, apesar do estado de ruína a que chegou e da sua posterior adaptação, é ainda possível apreciar a antiga igreja do convento, de nave única com capela-mor antecedida de arco triunfal, mas também o claustro, que mantém a arquitectura original, com arcarias assentes em colunas e capitéis de ordem toscana. O claustro é, aliás, o local ideal para relaxar, mas pode ainda passear pelo jardim, jantar no restaurante Mouraria ou mergulhar na piscina exterior. Se quiser levar o seu animal de estimação, os cães são permitidos, mediante o pagamento de uma taxa.

Vila Galé
Vila Galé Albacora
Hotéis

Vila Galé Albacora

Este eco-hotel em Tavira, em pleno Parque Natural da Ria Formosa, resulta da reabilitação do antigo Arraial Ferreira Neto, onde as “gentes do mar”, ligadas à faina da pesca do atum, viviam de Março a Setembro. No complexo, as casas, oficinas e armazéns deram lugar a mais de uma centena de quartos, com vista para a ria. Mas a transformação foi muito mais profunda. A capela, preservada, está agora preparada para receber casamentos e baptizados; a antiga escola é um clube para crianças; e o que outrora foi uma padaria tornou-se num núcleo museológico dedicado à pesca do atum, gratuito e aberto ao público. Com dois restaurantes e dois bares, o Vila Galé Albacora dispõe ainda de spa, com piscina interior, sauna, banho turco e salas de massagens. E, cereja no topo do bolo, bastam uns passos para chegar ao cais do hotel, onde um barco o levará ao paraíso, como quem diz à Ilha de Tavira, em poucos minutos.

Publicidade
Casa da Tella
Ike Ferreira
Viagens

Casa da Tella

icon-location-pin Grande Lisboa

Por fora, é uma típica casa senhorial algarvia. Por dentro, é uma casa moderna decorada com gosto e requinte. Abriu em Outubro de 2017 mesmo no centro de Tavira e tem cinco suítes decoradas com objectos que vieram do Brasil – onde Alessandra Albuquerque e Marisa Dias de Macedo, as proprietárias, nasceram. Há uma sala de estar comum, um pátio e uma pequena piscina, além de um restaurante, onde todas as semanas se serve um menu diferente. Ao marcar a estadia, combine um passeio de barco ou de bicicleta, uma degustação de produtos locais ou até uma visita a uma quinta típica da região – eles tratam de tudo.

Quinta dos Perfumes
©DR
Hotéis

Quinta dos Perfumes

A quinta diz-se dos Perfumes por lembrança de outros tempos. Nas décadas de 50 e 60, tudo isto era uma plantação de malvas e uma pequena fábrica onde se destilavam as plantas para lhes extrair a essência. Mas o nome ainda inspira o lugar e nestes 36 hectares de terra com vista para o mar tudo cheira a sul. Há vestígios de amendoeiras e medronheiros, notas de limoeiros e figueiras, todo um bouquet de aromas a pontuar a fragrância predominante das duas mil laranjeiras que alimentam a produção da quinta. Plantado ao centro, há um refúgio de sossego com mais de uma dúzia de quartos. Um mimo, a menos de dez minutos de carro do centro histórico de Tavira.

Publicidade
Cabanas de Tavira
Camping Ria Formosa
Coisas para fazer

Camping Ria Formosa

Ao contrário do parque de campismo da Ilha de Tavira, este camping não está em plena praia, mas está perto e é provavelmente uma das opções mais baratas de alojamento no concelho, sem ter de abdicar do conforto. Servido por excelentes acessos, é composto por alvéolos individuais para caravanas e autocaravanas, área reservada a bungalows, área reservada a mobile homes e área reservada para tendas. Oferece ainda dois blocos sanitários, dotados de cabines de duche, sanitas e lavatórios, com apoio de painel solar; minimercado e restaurante; piscinas para adultos e crianças; parque infantil e zona de jogos, como petanca e malha; zona de grelhados; e um lago artificial. Nos meses de Verão, os preços variam entre os 3,31€ e os 15,43€ por dia. Se quiser levar o cão, também é possível, mediante o pagamento de uma taxa de 2,20€.

Mais no Algarve

Viagens

O melhor da noite no Algarve

Os Fúria do Açúcar cantavam que “no Verão os dias ficam maiores”, esquecendo que também as noites parecem esticar. Depois de explorar as melhores praias no Algarve, dos areais mais povoados às praias paradisíacas que por lá ainda resistem, fique a saber onde passar o fim do dia, o princípio da noite ou mesmo a madrugada, com este roteiro pela noite algarvia.

Coisas para fazer

As praias paradisíacas que ainda resistem no Algarve

Sugerimos três mãos cheias de areais no Algarve que costumam ter espaço para estender a toalha, espetar o guarda-sol e esticar as pernas sem tocar em ninguém. Não acredita neste oásis? Fomos do Barlavento ao Sotavento, sempre com os pezinhos de molho, à procura das praias paradisíacas que ainda resistem no Algarve.

Publicidade
praia de Benagil
Fotografia: Francisco Santos
Viagens, Escapadas

As melhores praias no Algarve para este Verão

De Odeceixe a Vila Real de Santo António, só não encontra uma praia a seu gosto se não quiser. Percorremos a costa algarvia toda e damos-lhe as coordenadas para mergulhar nas águas mais límpidas e pisar os areais mais dourados.

Publicidade