Lojas tradicionais: um roteiro das melhores drogarias em Lisboa

Aqui as prateleiras e balcões enchem-se de parafernália para todas as necessidades, bem à moda antiga. Uma viagem às drogarias em Lisboa

Fotografia: Manuel Manso

Há histórias únicas, como a da drogaria que em tempos foi a barbearia do inimitável António Variações, outras mais correntes, mas todas elas estão associadas a armários repletos de objectos que dão um jeitaço lá em casa. São algumas das melhores drogarias em Lisboa.

As melhores drogarias em Lisboa

Cantabai Maugi

Onde: Campo de Ourique
Idade: 34 anos

Ao contrário de muitos negócios de idade avançada, nesta drogaria às portas do Mercado de Campo de Ourique não querem entrar em grandes modernizações. “Sempre tivemos este estilo de drogaria, com estes produtos, e tentamos não inovar muito e manter sempre a traça antiga”, confessa Chetna Maugi, que trabalha no negócio dos pais há já alguns anos. Trocado por miúdos, isto significa encontrar ratoeiras manuais, limpa-pratas, espelho líquido (não, não é uma poção mágica do Harry Potter, é só um produto para limpar móveis), sabonetes Confiança, vassouras de palha, passe-vites e por aí fora. “Temos também gente nova a comprar coisas antigas, o que é sempre bom.”

Ler mais
Campo de Ourique

Drogaria de São Domingos

Onde: Baixa
Idade: 87 anos

“Tudo o que é produto da nossa área fazemos questão de ter.”
 A frase, dita pelo Sr. António, gerente de uma das drogarias mais populares da cidade e negócio que se prepara para entrar na terceira geração dentro da mesma família, não tem um pingo de exagero. Quem se abastece de champôs, vernizes, cremes na São Domingos
 sabe que as prateleiras estão forradas literalmente até ao tecto de frascos e boiões e que dificilmente a resposta será “não tenho” a qualquer pedido que
 se faça. Vendem todo o tipo de cosméticos capilares e corporais, os químicos que ainda são permitidos por lei, como os branqueadores para roupa ou a soda cáustica e, explica António, “também nos especializámos em produtos vocacionados para pessoas africanas.” Daí que não passe uma única hora sem que a loja esteja a rebentar de clientes de todos os credos e etnias.

Ler mais
Santa Maria Maior
Publicidade

Drogaria Santos

Onde: Campo de Ourique
Idade: Incerta, acima dos 50 anos

A saúde de quem está à frente desta drogaria já teve melhores dias, por isso têm feito um horário mais reduzido – ao sábado abrem só uma hora. Ainda assim, continua a ser uma boa aposta para comprar produtos para a bicharada, líquidos para loiças e pratas, sabonetes e desodorizantes, artigos de cozinha, por aí fora.

Ler mais
Campo de Ourique

Drogaria Kantilal Maganlal

Onde: Avenida
Idade: 32 anos

Foi em tempos a famosa barbearia de António Variações – e ainda por lá se encontram alguns vestígios desse tempo –, e transformou-se em 84 numa drogaria de muita qualidade 
e utilidade, montada por uma família moçambicana de origem indiana. Vendem desde Agua Brava a ganchos para o cabelo, desde collants a champôs, desde rolos para pintar paredes a detergentes para a roupa.


Ler mais
Avenida da Liberdade/Príncipe Real
Publicidade

Drogaria Rio & Ferreira

Onde: Príncipe Real
Idade: 52 anos

O que encanta nesta velhinha drogaria, com o singular cheiro a negócio do género (toda a gente reconhece, certo?), é não só a parafernália de objectos vendidos, desde panelas de cozinha a águas de colónia,
 mas também o talento da dona, Maria Júlia, para a pintura. Entre clientes, esta artista nascida em Vinhais, a trabalhar aqui há 45 anos, vai usando uma pequena mesa instalada num canto da loja para pintar a óleo jarros de flores, ruas, paisagens, o que for aparecendo. “Faço os meus desenhos e depois pinto.” Se entre sabonetes, naftalinas, funis e adubos, encontrar quadros, não se espante.

Ler mais
Princípe Real

Drogaria Oriental

Onde: Baixa
Idade: 124 anos 

Ganhou fama graças às toucas de flores que um dia Cristina Ferreira descobriu, mas o
 que encanta nesta drogaria
 são outros produtos, muitos
 de selo antigo e que nem as mais modernas empresas de cosmética e afins conseguem suplantar. Águas de colónia 
em frascos XL, sabonetes Ach. Brito, escovas de fios de seda
 e uma série de novas marcas, inspiradas na tradição artesanal que também aqui têm vaga nas prateleiras.

Ler mais
Baixa Pombalina
Publicidade

Outras lojas

As melhores lojas para comprar loiça em Lisboa

Se pensa que isto de comprar loiças é coisa de donas de casa, engana-se. O roteiro está desenhado e é difícil resistir-lhe. Pratos, canecas, tigelas e terrinas, a peso ou à peça, dizemos-lhe quais as melhores lojas para comprar loiças em Lisboa.

Ler mais
Por Mauro Gonçalves

As melhores lojas de chá e café em Lisboa

Da Pérola do Rossio à Companhia Portugueza do Chá, alertamos que quando terminar este texto a balança pode acusar uns quilos extra. É que as misturas de chá e café não seriam as mesmas sem a companhia de bolachas, rebuçados, amêndoas, frutas caramelizadas, doces regionais e outros deliciosos demónios para a linha. Esqueça as preocupações, porque estas casas merecem mesmo uma visita. 

Ler mais
Por Mariana Correia de Barros
Publicidade

As melhores lojas e mercados biológicos em Lisboa

Mas afinal o que é isto dos produtos biológicos? É coisa de grilos e de vegetarianos? É para malta que não usa casacos de peles e que se ata a chaminés de navios em defesa dos direitos do ouriço-do-mar? 

Ler mais
Por Editores da Time Out Lisboa

Comentários

0 comments