Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right A nova vida do histórico Casa Pia

A nova vida do histórico Casa Pia

A grande vitória está conquistada: este ano o histórico Casa Pia Atlético Clube está a disputar a II Liga. Na quinta-feira recebe o FC Porto, num duelo para a Taça da Liga.

Por Renata Lima Lobo |
Publicidade
estadio pina manique
Fotografia: Manuel Manso Estádio Pina Manique

Em Junho, o Casa Pia Atlético Clube garantiu a promoção à II Liga, um esperado regresso tendo em conta que “os gansos” (o animal mascote do clube) já tinham feito grandes voos na antiga Segunda Divisão. Mas esta nova glória pedia a renovação das infra-estruturas do Estádio Pina Manique, que sofreu obras de monta e está agora pronto para receber este sábado o Futebol Clube do Porto, em disputa para a Taça da Liga. Também a caminho está um museu do clube e há uma sala que guarda impagáveis memórias desde a génese do clube, que está a caminho dos 100 anos de vida.

Recomendado: Os melhores sítios para ver a bola em Lisboa

Casa Pia Atlético
©DR

O jogo dos gansos

É rica a história fora das quatro linhas. Um clube que foi fundado e composto por glórias do futebol que passaram por outros grandes símbolos do futebol nacional. Mas a sua génese, e a qualidade dos seus primeiros atletas, estava umbilicalmente ligada à casa-mãe, a Casa Pia de Lisboa, fundada pelo Intendente Pina Manique em finais do século XVIII. Passado um século da sua fundação, e já transferida do Castelo de São Jorge para o Mosteiro dos Jerónimos, foi aí que nasceu o ensino da ginástica para os programas escolares: o primeiro ginásio, ao ar livre, foi instalado em 1834 nas traseiras do mosteiro, onde hoje está localizada a biblioteca do Museu da Marinha.

A ginástica serviu bem a condição física dos jogadores que iam dando chutos na bola, com a criação de uma primeira equipa escolar de futebol da Casa Pia em 1893. Responsabilidade dos alunos Januário Barreto e Bruno do Carmo, que levaram para a instituição o jogo da bola. A primeira partida foi realizada no ano seguinte no Campo das Salésias contra o Académico Football Club (0-0). A alcunha “os gansos” é, aliás, anterior à formação do Casa Pia Atlético Clube: um epíteto atribuído pelos lisboetas que por esta altura os viam a marchar em Belém, de farda e boné, hirtos que nem gansos. Em 1898, o grupo escolar de futebol (na imagem) venceu os então “mestres ingleses” do Carcavelos Club por 2-0, a primeira vitória registada de uma equipa portuguesa sobre uma equipa estrangeira, mais conhecedora dos cantos dos relvados. A paixão pela modalidade e a perícia dos atletas chegou a ser sublinhada por jornais e revistas, como a Ilustração Portuguesa, que em1913 publica um texto em que se lê: “As associações de foot-ball, os clubs, depressa se formaram entre nós, tendo sido um dos mais distintos o que se organizou na Casa Pia de Lisboa e cujos membros tiveram bem justa fama.”

Foi já em 1920, no primeiro número da revista Football, criada por casapianos, que se concretiza em público a ideia da fundação de um clube desportivo composto apenas por ex-alunos da Casa Pia de Lisboa. Nesse mesmo ano, a 3 de Julho, nasce a Associação Pós-Escolar, o Casa Pia Atlético Clube – Ateneu Casapiano, por um grupo de gansos entre os quais se contavam o jornalista Ricardo Ornelas, o escritor David Ferreira, o primeiro nadador olímpico português, Mário da Silva Marques, e António Pinho, internacional de futebol pelo Casa Pia e pelas águias; a liderar a equipa, Cândido de Oliveira, futuro seleccionador nacional e jogador do Sport Lisboa e Benfica. O primeiro troféu do clube em futebol chega logo em Outubro, num dérbi frente ao Benfica: a vitória por 2-1 garante ao Casa Pia o Bronze Herculano dos Santos. O primeiro título acontece em Novembro com a conquista da Taça Associação. Este foi um ano em cheio, marcado também pelo primeiro desafio frente ao Futebol Clube do Porto no Campo da Palhavã, com um empate a 3-3. Vamos ver como corre nesta quinta-feira no renovado Estádio Pina Manique, num jogo para a fase de grupos da Taça da Liga às 20.15.

museu casa pia atletico clube
Fotografia: Manuel Manso

A Biblioteca-Museu Luz Soriano

O nome ainda terá de ser votado pelos sócios, mas é uma das propostas para o baptismo do futuro museu que irá nascer dentro da nova estrutura do clube: Biblioteca-Museu Luz Soriano. Para já está tudo ao monte numa sala provisória, mas Hélder Tavares, dirigente do clube e o responsável pelo projecto, sabe orientar-se no meio da confusão. Afinal, ele próprio é uma enciclopédia do emblema de Monsanto e um casapiano de alma e coração. O estádio foi agora alvo de obras de melhoramentos, seguindo as indicações da Federação Portuguesa de Futebol, para o clube poder jogar nos escalões profissionais. Mas além de relvado, bancadas, holofotes ou balneários, há uma gema bem preciosa guardada no edifício principal, ele próprio um projecto recente: uma sala cheia, recheada, inundada por artigos e documentos que contam toda a história da instituição e do clube (foto acima). Uma história que resvala para outros espaços do Casa Pia Atlético Clube, enquanto não está tudo a postos na futura sala da biblioteca-museu. Foi com Hélder Tavares que aprendemos tudo o que escrevemos no arranque deste artigo, uma espécie de nanopartícula de toda a informação que se encontra disponível em documentos, fotografias, livros, taças, gansos, cadernetas de cromos, selos de propaganda ou até num carimbo de Cosme Damião, casapiano. Um espólio de valor incalculável e que serviu ao vizinho Benfica para construir a história do Museu Cosme Damião.

Publicidade
estadio pina manique
Fotografia: Manuel Manso

À tabela

O futuro do clube nesta temporada na II Liga não se afigura auspicioso. Para já ocupa o penúltimo lugar da tabela, apenas à frente do Clube Desportivo Cova da Piedade, do concelho de Almada, do outro lado do Tejo. Durante as obras o clube usou o Estádio Municipal de Mafra e a reinauguração do Estádio Pina Manique aconteceu a 2 de Novembro, num jogo com o Vilafranquense, do qual o Casa Pia saiu com uma vitória por 3-2. Entretanto perdeu com o Desportivo de Chaves e o Nacional. Esta quinta-feira, recebe o primeiro grande jogo em casa frente ao FC Porto, mas para a fase de grupos da Taça da Liga, onde no mesmo pote de classificação já perdeu com o Chaves e ainda terá de jogar com o Santa Clara a 22 de Dezembro. O jogo desta semana começa mesmo em cima da hora do jantar, por isso se quiser ir andando explore o menu do restaurante Dom Leitão, localizado dentro das instalações do Casa Pia e conhecido pelo estaladiço leitão à moda da Bairrada.

cachecol do oriental
©DR

Lisboa vai à bola

Distritais, nacionais e II Liga. Há muitos jogos de futebol na cidade neste domingo, 8 de Dezembro, a partir das 15.00. Vemo-nos nas bancadas.

Distritais - AF Lisboa
- Mem Martins SC vs Belenenses
- Águias Musgueira vs Bobadelense
- Associação Desportiva da Encarnação e Olivais vs Linda-a-Velha
- Clube Desportivo Santo António Lisboa vs Fontainhas

Campeonato de Portugal
- Oriental vs Fabril Barreiro

II Liga
- Académica OAF vs Casa Pia

Agora mexa-se

Paredão do estoril
Fotografia: Manuel Manso
Coisas para fazer

Odeia ginásios? Experimente treinar ao ar livre em Lisboa

O treino ao ar livre e em grupo deixou ser uma moda para passar a ser parte do cenário lisboeta. Depois de ler as nossas propostas, se vir um pelotão à beira-rio ou gente a subir e descer bancos de jardim, já sabe de onde vêm. Praticar exercício físico fora de quatro paredes pode ser a solução perfeita para quem não gosta de treinar enfiado dentro de um ginásio. 

maat, corridas
Fotografia: Manuel Manso
Coisas para fazer

Os melhores sítios para correr em Lisboa

Matas, parques e jardins ou zonas ribeirinhas. Em Lisboa, não faltam opções para se pôr a mexer – e, dependendo das horas, sem qualquer confusão, afinal a ideia é relaxar também. Basta escolher o cenário mais apelativo e o piso mais adequado para começar, ou continuar, a correr na cidade. Saiba onde correr em Lisboa, com as melhores sugestões de circuitos para amadores ou profissionais do jogging e do running. 

Publicidade
Coisas para fazer

Gaste calorias sem gastar dinheiro nestes ginásios ao ar livre em Lisboa

Não gosta de se fechar no ginásio? Não há orçamento para personal trainers? Equipamentos de fitness municipais, paredões, espaços verdes... Compense os excessos (calóricos e financeiros) nestes ginásios ao ar livre em Lisboa. Afinal, gasta calorias, gasta o equipamento de manutenção que provavelmente ajudou a pagar enquanto cidadão de Lisboa e não gasta um tostão. 

Ginásio
©DylanNolte/Unsplash
Música

As melhores músicas para treinar no ginásio (ou ao ar livre)

Está numa missão de se exercitar? Uma corrida matinal parece-lhe melhor plano do que ficar pela cama a procrastinar e a pensar no sentido da vida? Aprovamos e damos uma ajuda. Reunimos alguns dos temas que fazem mexer a redação da Time Out Lisboa e atiramo-los sem pudor à lista que se segue. Se o que lhe faz bem é rock, temos. Se preferir um reggaeton, também temos. Sente-se super fierce e uma Beyoncé é que traz a motivação necessária? Não há remédio que falte na nossa farmácia musical. 

You may also like

    Publicidade