Cinco filmes românticos para ver na Netflix

Na Netflix o amor está sempre no ar com dezenas de filmes românticos à disposição. Dos mais recentes aos mais antigos, para rir ou para chorar. É só escolher o que quer ver. Amor não vai faltar.
Our Souls At Night
©Kerry Brown/Netflix
Por Cláudia Lima Carvalho |
Publicidade

Escolhemos uma mão cheia de filmes românticos na Netflix para ver agarradinho ao mais que tudo ou para reclamar como o mundo é injusto. Em casa ou num dos melhores hotéis românticos de Lisboa.

Cinco filmes românticos que estão na Netflix

Camera

Nós, Ao Anoitecer (2017)

Dois dos nomes mais icónicos de Hollywood voltam a encontrar-se em Nós, Ao Anoitecer, filme baseado no livro de Ken Haruf. Falamos de Robert Redford e Jane Fonda, que protagonizam uma longa-metragem pela quarta vez. Eles são vizinhos há décadas, mas nunca tiveram grande contacto. Agora, viúvos, os dois reencontram-se e começam a dormir juntos platonicamente para aliviar a sua solidão, dando início a um verdadeiro romance.

Camera

A Rapariga Dinamarquesa (2015)

Eddie Redmayne é Lili Elb, a dinamarquesa que ficou conhecida como a primeira mulher transgénero. Na Academia Real Dinamarquesa de Belas Artes, ainda homem, Elb conheceu a artista Gerta Wegener por quem se apaixonou e casou em 1904. Começou por se transformar em mulher quando Wegener precisava de uma musa para as suas pinturas e aos poucos passou a viver publicamente como a mulher que se sentia. Em 1930, fez uma cirurgia experimental na Alemanha para mudar de sexo, tornando-se na primeira pessoa a submeter-se a uma intervenção do género. Durante todo este processo, Gerda esteve sempre ao seu lado… Uma história real de amor realizada por Tom Hooper.

Publicidade
Camera

Love is Strange - O Amor é uma Coisa Estranha (2014)

 

Com uma relação de quase 40 anos, Ben (john Lithgow) e George (Alfred Molina) decidem oficializar a sua relação quando o casamento entre pessoas do mesmo sexo é aprovado. O momento é de festa até que Ben é despedido do seu emprego como professor de coro num colégio católico porque a igreja não aprova o casamento homossexual. Sem forma de se sustentarem, os dois vêem-se obrigados a deixar o espaçoso apartamento que sempre partilharam em Nova Iorque. Até encontrarem um lugar que possam pagar, o casal é obrigado a separar-se e a hospedar-se em casas de familiares e amigos diferentes. Estreado, em 2014, no Festival de Cinema de Sundance (EUA), este drama multigeracional sobre amor e relações humanasé realizado por Ira Sachs. 

Camera

José e Pilar (2010)

Pilar, Pilar, Pilar, Pilar. Ouvimos José Saramago dizer uma e outra vez, declarando o seu amor a Pilar del Río. Há alguma coisa mais romântica do que esta? Filmado entre 2006 e 2009, com a criação do romance A Viagem do Elefante como pano de fundo, o documentário de Miguel Gonçalves Mendes dá-nos o quotidiano do Prémio Nobel da Literatura na sua relação com Pilar, pouco antes de morrer. Aqui ouvimo-lo confessar como a sua vida não seria a mesma sem Pilar. "Não sei como viveria sem ela", diz às tantas o escritor que não escondeu nunca o seu amor maior. 

Publicidade
Camera

(500) Dias com Summer (2009)

Este não é o tradicional filme romântico, pelo contrário. Tom (Joseph Gordon-Levitt), é um romântico incurável, mas muito pessimista em relação ao amor. Tudo o que ele queria era ter uma mor de uma vida, mas não acredita que alguma vez o encontrará. Até ao dia que conhece Summer (Zooey Deschanel), a rapariga dos seus sonhos se acreditasse como Tom acredita no poder do amor. Os dois envolvem-se mas Summer deixa-o ao fim de 500 dias. Resta a Tom rebobinar todos os esses dias para perceber o que se passou. Uma comédia que o vai deixar a cantar The Smiths. 

À procura de romantismo?

Verride Palácio Santa Catarina
©Paulo Carvalho
Hotéis

Os melhores hotéis românticos em Lisboa

Que Lisboa é a cidade mais romântica já nós sabíamos, mas que tinha tantos hotéis para levar as escapadinhas românticas a um novo nível foi uma surpresa. Seja com pequenos-almoços na cama ou vistas de cortar a respiração, os melhores hotéis românticos em Lisboa não desiludem.

Filmes

Sete filmes mais românticos que os filmes românticos

Criar uma boa história de amor é uma incógnita. Na vida, que vem sem argumento, é esperar e ver no que dá. Na ficção, por seu lado, é imaginar e fazer. Não é simples, por fina ser a linha entre romantismo e xaropice. Porém há realizadores que conseguem evitar as armadilhas e quebrar o mais empedernido coração – com estilo. Estes sete filmes românticos são a prova disso. 

Publicidade
Esta página foi migrada de forma automatizada para o nosso novo visual. Informe-nos caso algo aparente estar errado através do endereço feedback@timeout.com